Sobre o autor

Dr. André Carneiro atua na rotina de clínica médica e cirurgia geral, com especial interesse na área de ortopedia.

Contato: drandrecarneiro@gmail.com

991 respostas em “Sobre o autor

    • Obrigado Ricardo!
      Continue visitando o blog, em breve postarei novas fotos de cirurgias legais. Mande idéias para novos posts.
      Estarei postando tb artigos interessantes de outros colegas, em breve vcs poderão acessar um sobre controle da dor em pós-operatório de cirurgias ortopédicas feito pelo Dr. Vinícius Lopes, professor da UNESA aqui no RJ.
      Grande abraço.

      • Dr,encontrei uma gatinha de rua,dia(média 6-8 meses ) 16/03/14,levei à veterinária,está sendo medicada e constou bacia quebrada,hj é dia 18,ela me disse que esperaremos por 1 semana pra recuperar,caso contrário será sacrificada,estou cuidando e não queria que acontecesse isso,o que pode ser feito no caso,espero que em responda,obrigada !

      • Boa tarde Maria Helena.
        As fraturas de bacia não se resolvem em uma semana, é uma fratura que demanda um tempo maior de recuperação. Não é necessário eutanasiar devido a uma fratura na bacia, a não ser que existam outros complicadores que impossibilitem a qualidade vida do animal.
        Att.
        Dr. André Carneiro

      • Oi meu cachorro foi atropelado ,quebrou o fêmur e a bacia,levamos ao veterinário e ele tirou o raio x deu medicação e levamos ele para casa isso na sexta e devemos voltar na segunda para ele ver o estado dele e fazer a cirurgia,porém ele não fez as necessidades dele,daí levamos lá no sábado e com a sonda ele fez,agora esta em casa tomando medicamento,mas estamos angustiados ,é correto esperar,tenho medo do fato dele não fazer xixi,fica querendo levantar estou muito preocupada,gostaria de informações

      • Boa noite doutor. Minha cadela tem 14 anos. desenvolveu um tumor no fêmur esquerdo e precisou amputar a pata esquerda. O problema é que o anus e genitais estão muito edemaciados. Ela tá muito inquieta e reclama o tempo todo. Me oriente, por favor, isso é normal?

      • Bom dia Roberta.
        O inchaço pós-cirúrgico é normal, dá-se a isso o nome de seroma, mas retorne ao veterinário responsável pela cirurgia para uma reavaliação.
        Att.
        Dr. André Carneiro

      • Dr, Tenho uma cachorrinha pequena e ela foi atropelada por uma moto então ela não estava conseguindo mexer a patinha esquerda de trás e nem a patinha da frente do mesmo lado e ela chorava muito, no dia seguinte levamos ela ao veterinário chegando la ele á examinou e disse que ela teria que fazer uma cirurgia na patinha de tras e que a patinha esquerda da frente estava com o osso descolocado ele fez a cirurgia e colocou dois pinos um na frente e outro atrascom os pinos ela estava conseguindo andar mais com dificuldade depois de seis dia os pinos começaram a soltar e começou a sair um tipo de pus transparente e hoje os pinos se soltaram e a cachorrinha está sentindo dores o que fazer?

    • Sou estudante do 1º período de Veterinária e pretendo atuar na área de clínica cirúrgica. Encontrei seu blog por acaso procurando sobre casos de displasia coxofemoral, e tive de vir agradece-lo pelas postagens do blog e o cuidado em disponibilizar fotos das cirurgias para maior compreensão, e a atenção notável para com todos os visitantes do site. Parabéns!

      • Bom dia,

        Gostaria de uma informação sua se possível, comprei um quarto de milha, mas agora o animal ou bateu em material de construção na estrada quando eu tava montado nele ou quando foi entrar na baia bateu com o jarrete, então o jarrete dele tá inchado a mais de uma semana, quanto tempo vc acha que é a recuperação desse caso? Se quiser eu envio fotos.

        Agradeço desde já.

      • Bom dia Alexandre.
        Infelizmente não poderei te ajudar, não entendo nada de cavalos são animais com muitas particularidades, seria interessante consultá-lo com um veterinário especializado em grandes animais.
        Att.
        Dr. André Carneiro

    • Boa tarde, tenho uma lhasa apso de 7 meses que foi atropelada dia 24/11 ela ficou internada em observaçao, dia 26 fiz o raio x , que mostrou que ela estava com a bacia fraturada, a vet disse que ela precisa ficar em repouso absoluto por 30 dias, ela estava presa em um espaço pequeno onde so cabe ela o comedor e o bebedor para nao se movimentar muito, a uma semana ela vem fazendo força para sair, as vezes ela consegue escapar e anda calmamente so da pra perceber que ela puxa a perna se reparar bastante, voltei na vet ela disse para continuar o repouso e fazer outro raio X em 10 dias.
      O problema é que minha nenem fica muito agitada quando presa, fica fazendo força e quando ta solta ela deita perto de onde estamos e fica quieta , deixo ela presa ou solta?Vou ter que castra-la pq ela nao pode mais ter cria?

      • Boa tarde Alessandra,
        Sempre recomendo aos meus clientes que deixe o animal da forma em que ele ficar mais tranquila, realmente alguns animais quando presos agitam-se muito mais e isso não é bom para recuperação. A castração é recomendada nesses casos pois a cadela pode ter um estreitamento do canal pélvico, devido a fratura, e causar problemas em partos futuros.
        Att.
        Dr. André Carneiro

      • Boa tarde!
        Dr. André… Não consegui achar onde eu encaminhava as perguntas. Portanto decidi perguntar por aqui. Espero que me entenda. Minha cachorra Golden está com Osteossarcoma no ombro. Gostaria de uma opinião sua, se devemos amputar ou sacrificar. Ela está internada na clínica mas precisamos tomar uma rapida decisão. Estou confusa pois não sei se ela voltará a andar normalmente apenas com 3 patas e também não sei se ela irá viver por mais algum bom tempo. Obrigada!

      • Bom dia Bruna.
        Os animais adaptam-se muito facilmente as amputações, o tratamento para osteossarcoma é a amputação do membro e acompanhamento pós-operatório.
        Att.
        Dr. André Carneiro

    • Olá! Sou Jean Carlos. Tenho um Pastor alemão com seis anos. Ele sofreu uma fratura exposta na ponta da cauda. Foi feito a cirurgia, só que cortaram a cauda toda. Não era para ter cortado somente a pontinha que fraturou? Gostaria que alguem me explicasse. Fiquei sem entender.

      • Bom dia Jean.
        A opção cirúrgica depende do cirurgião e da avaliação no momento da cirurgia. Nem sempre é viável fazer o que se planeja antes do procedimento, no momento da cirurgia podemos nos deparar com algo diferente do que foi planejado.
        Att.
        Dr.André Carneiro

    • oi doutor ….tenho uma labradora de 7 meses que pesa 22 k ela ficou doente teve que ficar internada por 6 dias quando chegamos na clinica no domingo dia 10/11/13 o veterinário colou o soro com medicações na perna direita na terça quando eu fui ver ela a pata estava muito inchada o vet disse que o soror avia extravasado que era normal ficar inchada ,ela teve alta no dia 14/11/13 e patinha dela de tão inchada que ficou esta toda cortada entre os dedos e na lateral ela ñ põe a pata no chão estou fazendo limpeza na patinha com agua morna deixo na agua por dez minutos 4 a 5 vezes no dia mas a parte dos dedinhos ainda estão muito inchados e sangrando o que devo fazer… por favor doutor aguardo sua resposta e desde já agradeço a ajuda Ass: Daniela Alves da Silva .

      • Bom dia Daniela.
        Se o membro está diminuindo de volume está no caminho normal, você já retornou ao veterinário responsável para reavaliação? Seria bom retornar para ele avaliar o processo, ele viu como estava inicialmente e tem parâmetros para avaliar melhor.
        Att.
        Dr. André Carneiro

    • Boa noite… meu cão de 3 meses fez a amputação da cabeça do femur… Hoje 4 dias depois a perna dele está muito inchada. Como se fosse um calombo grande. Ele não tem febre apóia pouco a pata no chão, come bem … mas reclama acho que de dor. É normal esse inchaço? É comum isso?

      Desde já agradeço pela atenção.

      • Bom dia Juliana.
        Pode ocorrer formação de líquido no pós-operatório, o chamado seroma, isso é normal. Mas retorne ao veterinário responsável pela cirurgia para uma reavaliação e ver se é somente isso mesmo.
        Att.
        Dr. André Carneiro

    • Boa Noite Doutor,

      Minha cachorra sofreu um atropelamento e devido a isso houve um descolocamento da cabeca do femur e rompimento do ligamento da regiãoe luxações. Foi realizado uma redução fechada e ela foi imobilizada. Ela nao tem raça definida e tem 7 meses, com um porte medio, corredora, esbelta e sempre teve uma boa alimentação. Esta é a primeira complicação de saude que ela teve. Gostaria de saber se ela tem chances de voltar a andar e correr normalmente e se futuramente ela podera apresentar algumas complicações neste sentido.

      Obrigado

      • Bom dia Gregory.
        Se a luxação foi reduzida em até 24 horas a possibilidade é grande. Mas nada impede que esse membro volte a luxar e seja necessária uma cirurgia posteriormente.
        Att.
        Dr. André Carneiro.

      • Boa tarde Virna.
        Não conseguimos imobilizar o quadril dos animais de forma estável. Leve seu animal para ser avaliado por um veterinário se ainda não o fez.
        Att.
        Dr. André Carneiro.

      • Boa tarde doutor! Levei ao veterinário que optou por passar medicamentos e deixar que melhore aos poucos… Ele já consegue andar, faz suas necessidades e até consegue cobrir com areia. Tão lindo… mas eu observo que ele cansa rápido, deita à cada andada, quando vai comer, ela se deita perto do prato. Esqueci de dizer que ele não foi operado… E um detalhe que acho importante: ele resmunga o tempo todo… Por que será? Será que sente dor ou é uma forma de se defender? Mas, agradeço muito doutor pela sua atenção. seu trabalho ajuda muito. Um abraço!

    • Não é uma resposta, mas sim uma pergunta. Tenho uma yorkshire de 1 ano e 2 meses e ela já passou pelo primeiro cio, marquei cirurgia com anestesia inalatório para a castração e retirada dos dentes de leite, porém, ela é tão pequena e frágil que tenho medo que não sobreviva a cirurgia

      • Boa tarde Magda.
        Qualquer procedimento cirúrgico tem risco, mas se o veterinário responsável liberou seu animal para o procedimento é porque ele está apto a passar por tal.
        Att.
        Dr. André Carneiro

    • Dr André a cerca de 20 dias um bezerro do meu sítio de 5 meses fraturou a tíbia da pata dianteira direita que ocasionou em um corte no local da fratura,imediatamente assim que vimos a situação do animal improvisamos uma ”tala” com bambu e algumas faixas de pano só pra conter o sangramento para que no dia seguinte um veterinário fosse lá verifica a situação do animal para que fosse feito algo. Porém o bezerro desapareceu durante 15 dia e achamos ele cerca de 4 dias em um canavial em que provavelmente passou alguns dias com fome e sede.Ele estava muito magro, e o corte por cima da fratura infeccionou esta saindo muito pus ,osso saiu pra fora e esta com um cheiro muito forte. O caseiro aplicou hoje pela manha um antibiótico no bezerro e ele deu uma melhorada já esta firmando com as 3 patinhas mas é a pata fraturada. Dr me de alguma dica de algum remédio que possa conter a infecção e não ter que sacrificar o animal. Desde já agradeço pela atenção

    • Dr. André minha cachorrinha é uma Pinscher de 7 anos e meio, ela foi atropelada e está com múltiplas fratura na bacia, levei ela no veterinário ele tirou raio x ela está internada na clinica para acompanhamento e tomando medicamentos. Minha pergunta é: Não seria o caso de cirurgia?

      • Bom dia Adriana.
        Fraturas da bacia geralmente são tratadas com repouso, mantemos o controle da dor com medicamentos e deixamos o animal em repouso.
        Att.
        Dr. André Carneiro

  1. Bom dia!
    Dr. André, visitei seu site ontem a noite, e li seus comentários sobre displasia. Achei muito esclarecedor e gostaria de saber se o Sr. pode me ajudar a esclarecer uma dúvida; tenho um Rottweiler com 08 anos e há 03 meses atrás, ele apresentou uma forte claudicação do membro posterior, levei ao veterinário, onde tiraram um rx e me informaram que era displasia, porém não precisaria ainda de cirurgia, estranhamente dois dias após o cão piorou muito, não apoiando mais a pata, levei novamente ao Vet, onde foi constatado também rompimento do ligamento cruzado. Me disseram que teriam que operar do ligamento e da displasia, assim foi feito no dia 25.10.10, tendo o mesmo ficado internado por uns 20 dias p/ recuperação. Quando retornou não estava apoiando a pata, então liguei para o veterinário e ele me informou para eu dar o rimadyl para dor e que fizesse fisioterapia. Quando o Fisioterapeuta esteve aqui mostrei um caroço no joelho que havia sido operado ele me informou que era normal. Então iniciamos a fisioterapia, sendo que o inchaço aumentou e muito, após 4 sessões o fisioterapeuta achou melhor fazer outro Rx, onde foi diagnosticado neoplasia ou osteomielite, porém o Vet ao ver o RX, mesmo sem pedir uma biópsia, afirmou ser osteossarcoma e que teria que amputar e fazer quimioterapia. Agora minha dúvida:
    1) No 1o. RX não teria como ele saber que o cão já tinha este problema?
    2) Quando abriu o membro para fazer a cirurgia, ele não teria visto que o osso estava comprometido ou a osteossarcoma pode aparecer logo após a cirurgia?
    3) Se for feito um RX agora, tem como saber se realmente foi feito a cirurgia de displasia e rompimento de ligamento? tenho dúvidas, acho que quando ele abriu para fazer a cirurgia o cachorro já estava com este problema. Pois não entendo como evoluiu tão rapidamente, ao ponto do veterinário que operou querer fazer a amputação e quimioterapia. Aguardo seu retorno. Obrigado.
    Wilson

    • Prezado Wilson

      Primeiramente agradeço a visita e espero que continue visitando, tendo oportunidade divulgue aos seus amigos.
      Gostaria de deixar claro que não vi o exame radiográfico, e não estou aqui para julgar nenhuma conduta médica, então vou responder baseado na minha experiência profissional.
      Em relação às dúvidas:

      Depende de quanto tempo antes da cirurgia foi feito o exame radiográfico, o osteossarcoma é um tumor bastante agressivo e pode se manifestar de forma rápida, possivelmente na época da cirurgia poderia ainda não haver nada, como você mesmo disse o animal ficou internado por 20 dias depois da cirurgia. O osteossarcoma pode aparecer a qualquer momento independentemente da cirurgia.
      Você disse que o exame radiográfico revelou suspeita de osteossarcoma e/ou osteomielite, para diferenciar pode-se optar por uma biopsia óssea, que consiste na retirada de um fragmento ósseo para análise histopatológica, sendo assim você terá um diagnóstico definitivo. O exame radiográfico pode nos dar um direcionamento, o osteossarcoma geralmente revela uma imagem de reação de exostose,
      que também pode ser chamada de explosão óssea, e limita-se a apenas um osso. Realmente a indicação cirúrgica de osteossarcoma é a amputação alta do membro, quando digo alta é, se for membro posterior amputação na altura do quadril, se for anterior na altura do ombro. Já o tratamento para osteomielite é medicamentoso com antibióticos a longo prazo e não há necessidade de amputação na grande maioria dos casos.
      Em relação a cirurgia não sei qual a técnica foi usada dependendo da técnica pode-se saber ou não.

      Espero poder ter ajudado e volte sempre ao blog.
      De onde você é Wilson? Do Rio?

      Dr. André Carneiro
      Médico veterinário

  2. Olá Dr. André. Bom dia!
    Possuo dois cães pastores alemães machos, irmãos da mesma ninhada, e que completam 6 meses no início de Março. Eles sempre foram de porte grande e estão hoje com 25Kg. Um deles apresentou sinais de displasia há um mês e meio atrás (começou a evitar brincadeiras, permanecer mais tempo deitado, dificuldades ao levantar, passou a sentar de lado, comer deitado ou sentado e dificuldades ao subir degraus). Como eu já conhecia em parte os sintomas da doença procurei de imediato um veterinário que confirmou o diagnóstico através de radiografias.
    Devido à idade do animal, o veterinário receitou o medicamento Condrovet Pet (à base de Condroitina e Glucosamina) e informou que precisaríamos aguardar até os 18 meses do animal para proceder com a cirurgia (ele indicou aquela de remoção da cabeça do femur), visto que ele ainda vai crescer muito até lá e a formação óssea pode portanto ser modificada. Surgiram então algumas dúvidas:
    1) Tenho visto na internet pessoas que procedem com cirurgias em animais jovens, sem aguardar os tais 18 meses sugeridos pelo nosso veterinário. Na sua opinião médica (sem observar os exames do nosso cão) é correto aguardar o crescimento do animal ou podemos proceder com a cirurgia agora, reduzindo o sofrimento do animal (na minha visão leiga, seria apropriado…).
    2) Gostaria de saber se o Dr. possui alguma indicação de médico veterinário especialista em displasia/cirurgia aqui na região de Campinas S.P. (moro em Vinhedo) para obtermos uma segunda opinião.
    3) Considerando que se trata de uma doença com origens genéticas, acredito que o nosso outro cão (irmão deste) tem grande change de apresentar também a doença. Gostaria de saber se já não seria prudente administrar o mesmo medicamente a este cão, para evitar problemas futuros.
    4) Por fim, gostaria de saber se cães com displasia podem fazer caminhadas diárias ou se é recomendável repouso absoluto, tal como sugerido pelo nosso médico. O problema é que nosso cão apesar da doença é superativo, demostrando comportamentos que certamente seriam corrigidos com uma boa caminhada diária (cava buracos pelo jardim, late sem parar para outros cães pelo portão demonstrando agressividade pela falta de contato com o mundo lá fora).
    Agradeço a atenção e aguardo retorno.
    Andrea Silva

    • Boa tarde Andrea,
      Obrigado pela visita ao blog, espero vê-la aqui sempre.
      Vamos ao seu caso, se o seu animal já começou a apresentar sintomas cedo, possivelmente ele tem uma displasia congênita e o irmão também pode ter, nesses casos você deve investigar o problema no seu outro animal, faça um exame radiográfico dele também. Se não houver sinais do problema repita o exame quando o animal fizer 2 anos, que é quando se tem um diagnóstico definitivo para displasia.
      Existem 2 correntes no tratamento desse tipo de patologia, os que preferem aguardar o crescimento, e os que fazem o quanto antes para minimizar o quadro doloroso do animal. Eu sou adepto da segunda faço o quanto antes, nunca tive qualquer problema em relação ao crescimento e / ou desenvolvimento do animal.
      Infelizmente não conheço nenhum veterinário em Campinas que possa indicá-la. Nos animais que tenho tratado cirurgicamente ou não, recomendo o uso de terapias alternativas como a acupuntura que tem me dado ótimos resultados no controle da dor, sempre associado ao tratamento prescrito pelo veterinário.
      Converse com o veterinário que certamente ele fará o melhor pelo seu cão.
      Grato pela visita e aguardo novas notícias dos seus cães.
      Dr. André Carneiro.

    • Bom dia Cristina,
      A recuperação dos animais é bem tranquila, quanto mais leve o cão mais rápido ele volta a ter uma vida normal. Nos animais mais leves, geralmente em torno de 15 a 20 dias os animais já apoiam o membro chão com firmesa, os animais mais pesados em torno de 30 a 40 dias. Sempre é de grande importância a realização de fisioterapia após a cirurgia, para otimizar esse tempo de recuperação.
      Grato Dr. André Carneiro.

      • André. Meu cachorro viralata de 7 meses sofreu um acidente e precisou amputar a cabeça do fêmur. O Vetrinário disse o mesmo que você que a recuperação seria bem rápda. O problema é que fazem 70 dias que ele realizou a cirurgia e até hoje ele não coloca o pé no chão. Como ele ficou muito tempo sem movimentar a perna seu músculo está todo atrofiado, sendo que se você toca na perna dele você só sente o osso e a pele. Como o médico não havia falado sobre a necessidade de fisioterapia eu não submeti el a nenhuma atividade. Voltei ao veterinario e ele me pediu para colocar el para nadar, porém já não sei se adianta, pois ele realmente não meche NADA sua perna. O que você me indica? Será possivel que tenha ronpido algum ligamento e por isso ele não move? Ou será que é apenas por ter atrofiado o musculo? Será que com o exercicio ele pode voltar a anaandar?andar??????????????????????????????ele pode voltar a andar?será que é

      • Boa Noite Amanda, obrigado pela visita!
        Amanda que tipo de acidente ele sofreu? atropelamento? Quando um animal tem fratura do membro existe uma dificuldade em avaliar a condição neurológica do mesmo. Pode ser possível uma ruptura de algum nervo ou compressão nervosa que pode causar perda de sensibilidade e propriocepção. Será necessário uma avaliação com o fisioterapeuta veterinário para se ter uma real noção do quadro, se em 70 dias esse animal não apoia o membro é possível que não retorne a utilizá-lo, a atrofia por desuso do membro é muito grande mas a fisioterapia ajuda bastante.
        Grato Dr. André Carneiro

  3. Dr. André, visitando por acaso seu site gostei muito
    gostaria de tirar uma duvida !
    minha cadelaa ! labradora ! ontem foi atropelada quebrou a pata bem na junta a da frente !DIREITA!
    levei no vet aqui na minha cidade interior de MT nao tem RX essas coisas porem qnd morava em sampa tinha td isso e mais um pouco!fizeram um suporte com q ela nao possa de maneira alguma por a patinha no chao ! ela quebrou bem ensima ! primeiro dia em casa !ta dando mt dó ela tem 3 meses nao cnsegue ficar deitadinha qtinha qr ir pra la e pra ca ! so q sofre demais ! a pata imobilizada ela as vezes se enrrosca seila oq ela faz eu sei q ela fica xorando ! de dor obviamente mais qnd ela ta quetinha ela fica bem calminha !
    gostaria de tirar essa duvida ! sera q como e o 1 dia ela vai ainda acustumar com o suportezinho fizeram ele meio grande maior que a pata ! agurdo 1 mes pra ve se ela começa sentir a pata :? eu nao intendo mt ! ela pesa 5 kgs ta bem piquena ainda ! normal ela sofre nos primeiros dias :? pq eu ja vi caes quebrarem a patinha mas na parte de baixo ! e sara e ficarem 10 !
    a minha quebrou bem encimaaa ! to desesperado !
    da muitaaaa dozinha dela xodo da familia inteira
    obrigado pela atençao !

    • Olá Maycon, obrigado pela visita,
      Realmente nos primeiros dias o animal fica um pouco mais incomodado com a imobilização mas rapidinho ela vai se adaptar.
      Agora é preciso esperar para avaliar a consolidação óssea, como ela é filhote deve ser bem rapidinho.
      Grato Dr. André Carneiro.
      Mande notícias dela quando retirar a imobilização.
      Tenho um amigo que tem uma clínica em Cuiabá, lá tem Rx e cirurgias ortopédicas se vc precisar posso procurar o endereço.

      • bom dia esto pasando pelo mesmo dilema eu tenho um cachorrinha ela pulo da cama e quebrou a pata na mulhecinha dela bem na junta eu acho pois nao entendo muito mais levei ao pet eli imobilisou colocando uma tala ela fico 30 dias com isto tanbem dei maio trabalho ate feriu perto do onbrinho se lanbendo pra tira a faicha e com a retirada da tala o primeiro dia ainda nao colocou a pata no chao nao tanbem esto preocupada sera que ta bem ira volta a coloca normal a patinha no chao pois foi feito tudo sertinho socorrido na ahora tomo antibioco vitamina obrigado abraços

  4. Boa noite Dr André td bem? Gostaria de tirar uma duvida, minha bullterrier de 11 meses quebrou a patinha traseira, levei no vet e foi feita uma cirurgia, colocação de uma placa e seis parafusos, aparentemente no RX parecia bem fixados, mas o pior aconteceu, ela é muito meninona e não consegue ficar de repouso, por esse motivo, os três parafusos de cima se soltaram e o osso teve varias quebradinhas…o vet disse que terá que ser feita outra cirurgia, mas que ela terá que ficar radicalmente de repouso, o que vc acha???
    Até mais

    Camila

    • Boa noite Camila, obrigado pela visita!

      Concordo em todos os sentidos, animais filhotes são bem difíceis de controlar mesmo. Realmente a cirurgia deve ser refeita sem sombra de dúvida, um filhote de Bull Terrier realmente é bem difícil manter quieto, eles são muito ativos e necessitam gastar muita energia.
      De que cidade você é? Mande-me notícias de sua cadelinha.
      Grato Dr. André Carneiro.

  5. Olá, obrigada pelo retorno, nós somos de Guararema, grande São Paulo, realmente minha bebezona é bem ativa mesmo, ela está bem mesmo com a patinha do jeito que está, está contentinha, comendo, pelo jeito não está sentindo dor, minha preocupação também está sendo depois da próxima cirurgia, terei que deixá – la bem isolada pra evitar impactos que venham colocar em risco essa nova cirurgia, outra dúvida que tenho, é sobre o tempo que está levando pra nova cirurgia, o vet dela me falou que não tem problema, que vai dar td certo e que provavelmente ela terá que colocar um fixador externo, por causa das esquirulas…é normal a cirurgia nesse caso de correção, após uma cirurgia sem sucesso, ser faita após cinco, seis dias?? Tenho tanto medo, dessa demora, acarretar em algo que possa fazer ela sofrer, afinal, tenho muita fé que irá dar tudo certo com ela, não vejo a hora, que o tempo passe e que eu possa vê – la brincando e pulando, conforme ela gosta…
    Abçs
    Camila

    • O fixador externo é a técnica que mais utilizo na correção das fraturas que atendo, tenho um bom resultado nesse tipo de redução. Certamente o profissional responsável pelo caso do seu animal está fazendo o melhor para ela. Obrigado pelo retorno e mande notícias após a cirurgia.
      Grato Dr. André Carneiro.

  6. boa noite !
    Dr.Andre
    eu uma vez tinha le perguntado pq minha cachorrinha tinha quebrado a patinha ! como aqui nao tem RX etc etc
    colocou uma talinha
    ontem acordei 4 da manha pra ir bbr agua ! ela sem a tala ! cnsiguiu rancar pq eu axo q foi feita com o pezinha inxado começo desinxar bem agora !
    ela perdeu duas unhas tambem !
    onde quebrou ta desinxando ela ta melhorando bem !
    mas eu acho q vai ficar um pouquinho torto “:cry”
    a pata dela para desinxar como perdeu 2 unhas desde o dia ate hj nao tiro a tala
    oq voce me sugere para ajudar com a pata dela desinxar ?
    ja faz qse 2 semanas o ocorrido
    ela tem 4 meses ja !
    quanto tempo voce me sujere para deixar a tala ?
    obr ! fico no aguardo

    • Olá Maycon, me lembro do caso do seu animalzinho!
      Por ela ser filhote o ideal é checar a tala e se for necessário trocá-la a cada duas semanas mais ou menos, como vc mesmo constatou qd começa a desinchar a tala pode ficar frouxa e acabar saindo. Se ficar um pouco desviado o membro mas ela mantiver a função do membro não tem problema algum. Acredito que entre 45 e 60 dias já possa haver alguma consolidação da fratura, o veterinário responsável pelo caso deverá avaliar para liberar o animal ou não.
      Grato Dr. André Carneiro.

  7. Boa tarde Dr André, muito obrigada pela ajuda, graças a DEUS foi feita a cirurgia na minha Bull terrier na quarta feira dia 30/03, hoje fui visitá – la, o vet sugeriu que ela ficasse 40 dias com ele pra melhor recuperação…está dando td certo.
    Abçs

    Camila

    • Que bom!
      Certamente com a internação ele vai conseguir mante-la mais calma, e num espaço mais restrito, o que é essencial para uma boa recuperação.
      Mantenha-me informado, fico feliz com a boa recuperação dela!
      Dr. André Carneiro.

  8. Dr. Andre, boa noite ! Tenho um poodle de 7 anos de idade que, aos dois teve a patinha direita “solta”, onde foi colocada no lugar, ficando imobilizado por 10 dias. Na época o veterinário disse que o meu cachorrinho sofria de necreose asséptica da cabeça do fêmur. Como voltou ao normal, não tive mais grandes preocupações.
    Se alimenta bem, brincava muito, corria pela casa, mas, atualmente, percebendo que estava muito parado: passa o tempo deitado, mas se alimenta e se levanta se chega alguém, faz festinha, etc
    Resolvi tirar o Raio X da cabeça do fêmur e chegou o seguinte resultado que me deixou muito preocupada.
    LAUDO RADIOGRÁFICO
    IMAGEM RADIOGRÁFICA DAS ARTICULAÇÕES COXO-FEMORAIS E FÊMORO-TÍBIO-PATELARES

    – Presença de evidente deformação óssea (alterações osteoartrósicas severas) em cabeça/colo femoral (“cabeça em forma de cogumelo”) e borda/superfície acetabular direitas, com evidente incongruência (instabilidade articular) e irregularidade das superfícies articulares da articulação coxo-femoral direita. Imagem compatível com quadro de coxo-artrose direita severa, secundária à necrose asséptica da cabeça do fêmur direito (“Doença de Calve-Legg-Perthes”);

    – Articulação coxo-femoral esquerda de aspecto congruente (normal), sem evidenciar presença de alterações radiográficas visíveis;

    – Presença de evidente incongruência (instabilidade articular) de ambas as articulações fêmoro-tíbio-patelares (joelho), com deslocamento medial das patelas (incidência A/P). Imagem compatível com quadro de instabilidade articular (luxação) medial bilateral de patela em grau III/IV, à confirmar o grau clinicamente;

    – Demais estruturas ósseas de aspecto aparentemente normal, sem evidenciar presença de outras alterações radiográficas visíveis.

    OBS: Observa-se presença de evidente instabilidade (creptação) de ambas as articulações fêmoro-tíbio-patelares (joelho) durante à realização do exame radiográfico.

    Estou dando metade de Condromax Pet e 3 gotas de novalgina, pois acredito sentir dor.

    O que o senhor aconselha a cirurgia para retirada da cabeça do fêmur? No caso, ficaram sequêlas, ele voltará a ao andar normal (hoje levanta a pata direita e ao correr mantem, meu cãozinho corre risco de perder a patinha, quais os riscos da cirurgia e a recuperação?

    Desculpe-me por tantas perguntas mas adoro o meu Zeca – meu poodle.

    Agradeço a sua resposta, desejando boa semana

    • Olá Sônia!
      Seu animal possui 2 problemas distintos, a instabilidade das patelas e a incongruência da articulação coxofemoral direita, a correção desses 2 problemas é cirúrgica.
      O risco do seu animal perder a pata é muito pequeno, o que pode acontecer é por ele usar pouco esse membro, pode ocorrer uma atrofia da musculatura. Os riscos da cirurgia são os mesmos riscos de qualquer cirurgia, sendo feito todos os exames pré operatórios não existe nenhum problema em realizar o procedimento, a recuperação é bem tranquila. Cuidado com as medicações que utiliza no seu animal, consulte sempre um veterinário.
      Grato Dr. André Carneiro.

  9. Olá Doutor André
    Minha cadela (Pipoca) tem 6 anos, sofreu uma queda no petshop e teve que operar o fêmur, não sei bem o termo técnico, o fato é que já fez mais de 30 dias da cirurgia e ela ainda não voltou a andar nem pular normalmente como o cirurgião me informou. Procurei-o hoje, ele prescreveu Meticorten por 5 dias e disse não haver necessidade de fisioterapia no pós operatório, indicou apenas que ela caminhasse sobre a areia ou nadasse … porém aqui em Fortaleza não tem natação para animais, e ele não indicou qualquer outra opção. Estou muito aflita pois tenho medo dela ficar assim pra sempre. Uma veterinária amiga me disse que ela precisa fazer fisioterapia…Me dê uma luz pois estou desesperada com minha bebê.
    Abraço
    Daiana

    • Olá Daiana!
      Obrigado pela visita, vamos lá.
      Não sei qual foi a técnica cirúrgica utilizada, mas a média de tempo para uma boa cicatrização óssea é de 45 a 60 dias, sempre fazendo o acompanhamento radiográfico. Eu sempre trato os meus pacientes recém operados em conjunto com a fisioterapia ou acupuntura, dependendo do quadro, tenho uma colega veterinária que trabalha especificamente com reabilitação animal, isso diminui bastante o tempo de recuperação pós – operatória.
      Grato Dr. André Carneiro.
      Desculpe a demora pela resposta mas estava um pouco enrolado com o trabalho.

  10. Boa Tarde Dr.André
    Tenho um Boder Collie de 6 meses, faz uma semana q começou a subir escada e correr com as patas traseiras como coelho e dificuldade de levantar, a veterinaria informou a possibilidade da Displasia Coxofemural e a possibilidade de uma cirurgia. Estou aguardando o ortopedista para maiores informações. Ele está tomando Condroton. Mas estou preocupada com a cirurgia. Gostaria de saber se clinicamente falando ele terá uma vida normal? Não terá seclelas futuras? Aguardo informações para me tranquilizar
    Obrigada

    • Boa tarde Mara, Obrigado pela visita!
      Vamos lá, para fazer um diagnóstico de displasia será necessário radiografar o seu animal. Esses sinais clínicos de dificuldade em levantar e correr como “coelho” podem ser atribuídos a displasia. Em confirmada a displasia e sendo feito o procedimento cirúrgico, seu animal terá uma vida absolutamente normal e sem dor, o que é mais importante.
      Mande notícias, de onde você é?
      Grato Dr. André Carneiro

  11. Dr. André
    Minha cachorrinha poodle toy tem 6 anos e pula bastante corre faz bastante festa principalmente qdo chego e num desses dias começou a correr derrepente deu um gritinho e começou a mancar e não parou, se passaram 15 dias dei analgésico pq percebi q ela tava com dor eu estava no interior e aonde eu tava só tem casa agrícola e eu não quis levá-la de medo deles darem remédio forte pra ela pois ela é pequena tem 3,5kg. Já faz 1 mes e ela continua mancando,na minha casa tem escada ela sobe e desce todo tempo. Que devo fazer?

    Obrigada!!

    • Olá Shirley,
      Primeiramente gostaria de alertá-la em relação a auto medicação do seu animal. Quem garante que você não fez uma superdosagem de medicamento ou uma subdose? Alguns medicamentos não podem ser usados por cães, portanto cuidado, leve sempre o seu animal para ser avaliado e medicado por um veterinário.
      Vamos ao caso da sua cadelinha. Esse quadro que você me descreve é bem semelhante a um quadro de Luxação patelar, ou também uma ruptura do ligamento cruzado anterior do joelho, devemos descartar a possibilidade de luxação coxofemoral, o diagnóstico dos dois primeiros problemas relatados pode ser feito clinicamente através de exames no consultório, a luxação coxofemoral requer uma avaliação radiográfica. Como você disse já se passaram 30 dias e seu animal ainda está mancando, então já é hora de procurar um veterinário para uma avaliação mais criteriosa do seu animal, até porque essa “manqueira pode ser por dor, e não é legal ficar sentindo dor todo esse tempo. Procure um veterinário o mais rápido possível, alguns problemas podem piorar com essa demora.
      Grato e obrigado pela visita, mantenha-me informado, quando tiver novas notícias corre aqui para me avisar!
      Dr. André Carneiro

  12. Boa Tarde Dr. André.
    Meu cachorro de 8 meses, raça Pit Bull com Rotwailer foi atropelado e fraturou os 2 femur e a bacia, segundo o veterinario em zona de crescimento. Fez cirurgia retirou as 2 cabeças do femur. Gostaria de saber se ele corre riscos de não voltar à andar NORMALMENTE novamente? E quais os cuidados pós operatórios em casa? No segundo dia após a cirurgia ele ja levantou e se apoiou um pouquinho, devo deixar ele se movimentar já nos primeiros dias?
    Desde já agradeço.

    • Olá Lilian, obrigado pela visita!
      Por ser um filhote a calcificação óssea se faz bem rápido, em relação a andar normalmente não tenho como lhe dizer não vi as radiografias e nem o animal, mas já atendi alguns filhotes com fratura de bacia que voltaram a andar sem problemas. Realmente os animais da raça Pit Bull, ou seus cruzamentos, tem um limiar muito alto para dor, mante-los quietos é bem difícil mas o indicado é limitar ao máximo seu espaço e sua movimentação, pelo menos nos primeiros 15 a 30 dias.
      Grato Dr. André Carneiro
      De onde vc é?

  13. Olá, sou de Vacaria Rio Grande do Sul, a cirurgia foi feita em Caxias do Sul.
    O filhote já está em casa, ele é muito tranquilo bem quietinho e obediente.
    Muito obrigada pela sua atenção, vou seguir os conselhos.

  14. Bom dia Dr. seguinte o cachorro da minha filha tem 3 anos e é um York… ele começou a mancar e conforme ele andava e parecia que esquentava ele parava de mancar mancou por 2 dias , minha filha levou no vet e foi constatado rompimento de ligamento cruzado, porem o cachorro agora está andando normalmente, pedi para minha filha exames porem ela informou que o Raio X não iria sair o ligamento rompido… é normal nesse caso o cachorro com o ligamento rompido andar normalmente?

    Fico no aguardo
    Obrigado

    • Olá Mauro, obrigado pela visita, vamos lá!

      Realmente a ruptura do ligamento cruzado anterior ou cranial não é vista no exame de raio-x, o que se tem é um deslocamento cranial, ou seja, para a frente da tíbia em relação ao fêmur com isso pode-se sugerir uma ruptura do ligamento cruzado, o diagnóstico de ruptura é clínico através do exame da articulação do joelho com dois testes: o de gaveta e o teste de compressão tibial.
      Os animais pequenos e mais leves podem sim apresentar sinais clínicos como mancar durante algum tempo e depois voltar a andar normalmente, sendo que a estabilidade da articulação não está mantida e isso pode trazer problemas no futuro para ele, pode-se desenvolver uma artrose no joelho rompido bem precocemente. Se há ruptura do ligamento o ideal é estabilizar com a cirurgia, que é rápida e tem resultado bastante satisfatório. Depois da uma procurada no blog que postei uma vez um filme demostrando o exame clínico de um joelho com ligamento rompido.
      Espero poder ter ajudado e continue nos visitando, divulgue aos seus amigos.
      Grato Dr. André Carneiro.

  15. Olá, tenho uma poodle toy de 3 meses caiu da carma e quebrou o femo, passou por cirurgia no dia 157\11, deste então noto que ela está triste e se apetite.

    • Boa noite Leila,
      Recomendo a você procurar o veterinário que realizou a cirurgia e relate o caso a ele, pois ele poderá avaliar melhor o caso do seu animal.
      Grato desde já e obrigado pela visita.
      Dr. André Carneiro

  16. Boa noite Dr. André,

    Deste já agradeço por responde, hoje eu levei a Belinha no veterinário para tira o pontos ele disse que ela esta recuperando bem Graças a Deus, como na cirugia dela prescisou de colocar pino interno ele pediu que ela ficase mais vinte dias de repouso.
    Agora noto que ela esta mais alegre e voltou a comer, eu acho que era os antibioticos muito forte.
    A Belinha é muito pequeninha tem só 3 meses e pesa 900 gramas, não imagina que poodle fosse tão frágel assim
    Obrigado por tudo que Deus abençoe

  17. Boa noite Dr. André, somos de Brasília, também estou bantate feliz em ver a minha filhotinha ser recuperando bem, por ela ser tão pequeninha é bastante forte.
    Que Deus te proteja!

  18. Necessito sua ajuda.
    Micha cadela fracturou o femur e o veterinario aconselhou placa e parafuso mas não resultou porque o osso estava em muito mau estado, teve então de por fixador externo e ela chora todo dia e toda a hora apesar de estar a fazer medicação para as dores, me pode dizer o porque de ele não parar de chorar 1 segundo, nem mesmo para dormir

    • Olá Bruno, obrigado pela visita.
      Infelizmente nesse caso não conseguirei ajudar a vocês, recomendo que você procure o veterinário responsável pela cirurgia do seu animal e peça para fazer uma reavaliação. Veja com ele a possibilidade de modificar ou associar medicamentos para o controle da dor.
      Desculpe não poder ajudá-los.
      Grato Dr. André Carneiro.

  19. De qualquer maneira, obrigado.
    Meu animal já tomou todos medicamentos possiveis para a dor e mesmo assim chora que se farta. O veterinário diz que é impossivel ela ter dor.
    Ela como é muito mimada eu penso que chora para lhe tirarmos o fixador ou talvez para se sentir mal em não conseguir mover a pata.
    De qualquer maneira sinto-me grato por ter disponibilizado tempo para me responder.

  20. DR. bom dia .

    Estava fazendo uma pesquisa sobre cães com pata quebrada, e encontrei o seu bolg .
    Eu queria saber, tenho uma cadela pittbull minha filinha de 8 meses, aconteceu um acidente com ela, o portao da minha casa abriu
    e o carro estva passando no momento, e ela correu de frete para carro .
    dai levei ao veterinario constatou que ela tinha quebrado a pata direita, e agora ela esta usando tala, nao teve que fazer cirugia.
    mas eu estou muito com muita pena da minha cachorra, sera que ela vai volta a andar como antes, ela vai consequir apoiar a pata novamente, porq mesmo com a tala ela ainda nao esta apoiando a pata ja se fizeram uma semana do acontecido .
    Conto com sua atençao .

    Obrigado .

    • Olá Rafael bom dia!

      Obrigado pela visita, vamos ao caso do seu animal. Por ser um filhote, geralmente a recuperação é bem satisfatória. Não sei qual foi o tipo ou a gravidade da fratura, mas se o veterinário apenas imobilizou deve ter sido uma fratura simples, a probabilidade do seu animal voltar a apoiar a pata normalmente é grande. Deve-se fazer um acompanhamento periódico com o veterinário responsável para avaliar a fratura e sua consolidação.
      Grato Dr. André Carneiro.

  21. Ontem, eu ja achei ela bem melhor tava mais animada brincando, mas quando chegou a noite ela chorou muito.
    Mas estou confiante na recuperação, acho que ela vai recupera rapido, mas devido ao seu peso, pode demora mais pra ela volta a apoiar a pata ela tem 32.kl ?
    Mas de gualquer forma Dr.Andre agradeço pela atencão e profissionalismo.
    Obrigado.

  22. OLá, Boa noite. Temos uma pastor alemão…..que foi diagnósticada com necrose da cabeça do fêmur. Foi feito a cirurgia..de retirada da cabeça do femur…mas ela não voltou a andar……teve infecção logo em seguida…..a perna dela ficou muito edemaciada…..ficou internada…..tomando antibiótico…..O tempo foi passando e oveterinário q fez a cirurgia disse q ela andaria, mas ela ficou até hoje arrastando a perna….isso fez com q criasse uma ferida……já tentamos de tuddo e ela não anda mais com essa pata. Levmaos em outro veterinário e o mesmo disse q foi lesado um nervo…….e q ela nao anda mais……estmaos tratando a ferida….e ele disse q ela depois faria fisioterapia……..estou mito triste, pois ela era uma cachorra tão alegre e hoje vive deitada. è de cortar o coração,,,,,,ela realmente não andará mais? e o q fazer com esta perna q ela agora arrasta…..quando ela pisa é com os dedos da pata voltados para t´ras. Estou muito muito desesperada com esta situação. Grata. Ana.

    • Boa noite Ana Paula, obrigado pela visita!
      O caso do seu animal é bastante complexo, não tenho como afirmar a você que seu animal apoiará esse membro, pois não examinei ou avaliei qualquer tipo de exame dela. Esse apoio com a ponta dos dedos voltada para trás significa que ela perdeu a propriocepção, isso geralmente ocorre quando existe lesão neurológica, e dependendo do tipo de lesão ela é irreversível. A fisioterapia e de grande valia nesses casos, e a acupuntura também. Se nenhuma dessas terapias obter resultado satisfatório, realmente a probabilidade de retornar a sensibilidade do membro é muito pequena.
      Espero poder ter ajudado, e aguardo novas e boas notícias em breve!
      De onde você é?
      Dr. André Carneiro

  23. Oi, Doutor!
    A 6 meses ganhei uma cachorrinha maltês. A Fany me conquistou totalmente desde o primeiro dia. Ela virou a filhinha que eu adoro mimar e ela realmente pensa que é gente. É fofo de ver. De alguma forma ela herdou minha energia nervosa. Ela é tipo assim: 220 volts, 24 horas do dia. Incapaz de ficar no mesmo lugar por 2 segundos.
    Enfim, 21 dias atrás, durante o banho, o rapaz do pet a deixou cair. O resultado dessa distração foi uma patinha quebrada. Não estava em casa na hora, por sorte ou por azar. Minha mãe (que é uma pessoa totalmente mais controlada que eu) levou a Fany pro vet. Ele teve de colocar um pino dentro da patinha dela.
    Quando recebi a noticia entrei em pânico, chorei e me culpei e então comecei a pesquisar sobre o assunto e encontrei um monte de artigos que não me ajudaram em nada, só me deixaram muito assustada, até que encontrei seu site. Gostei bastante de suas explicações e decidi lhe escrever.
    Quando voltou para casa ela conseguiu ficar 30 minutos em repouso e então voltou a destruir tudo e mexer em tudo e agora corre a casa de ponta a ponta quando eu chego. Minha alegria em vê-la assim é infinita, pois li relatos de cachorrinhos que entraram em depressão.
    O problema é que apesar de toda essa energia, ela ainda evita por a patinha no chão. Qualquer coisa que exija um pouco mais de esforço e ela encolhe a patinha. Vai ser necessário retirar o pino? Estou apavorada com a idéia de ele abrir a patinha dela de novo. Ela é tão novinha.
    Também tenho dúvidas com relação ao vet. Às vezes acho que ele operou sem necessidade, Acho até que nenhum raio x foi tirado. A operação, a olho nu parece ter sido feita a perfeição, talvez eu esteja implicando pq só fiquei sabendo depois de que tudo tinha sido feito. Enfim, escrevi esse texto (E peço desculpas pelo tamanho dele) para tirar essas dúvidas. Quando é necessário por pino? E o que acontece depois? É preciso retirá-lo?
    Desde já agradeço,
    Victória.

    • Olá Victória, obrigado pela visita!
      Se ela anda e corre a casa toda, como você mesma disse, é sinal de que a cirurgia realmente foi feita de forma perfeita. Então vamos lá. Qualquer tipo de fratura em animais é passível de correção cirúrgica, tendo em vista o que você mesma constatou, eles não ficam em repouso como nós, se for feita apenas uma imobilização a probabilidade do animal conseguir retirar ela é grande. Em relação a poupar o membro quando exigido um maior esforço, pode ser devido e cirurgia ter sido feita recentemente e a cicatrização óssea ainda não estar completa, 21 dias para uma cirurgia ortopédica é um tempo curto. Quanto a retirada do pino, não sei qual técnica foi utilizada na cirurgia mas pelo seu relato deve ser um pino intramedular, só existe a necessidade de retirada se esse pino migrar de alguma forma.
      Espero poder ter ajudado.
      Grato Dr. André Carneiro.
      De onde você é Victória?

  24. OI dr andré boa noite meu nome é hélio e tenho um rotweiller e ele esta com displasia eu queria saber se após a cirurgia ele volta a andar normal ele tem 2 anos de idade um muito obrigado pela atenção eu sou de sp

    • Olá Hélio! Obrigado pela visita!
      Geralmente sim, alguns demoram um pouco mais outros menos, o peso do animal influencia bastante numa boa recuperação, quanto mais pesado o animal mais demorada pode ser a recuperação. Sempre recomendo no pós-operatório acompanhamento com fisioterapia e /ou acupuntura.
      Espero poder ter ajudado.
      Dr. André Carneiro

  25. Oi, Doutor!
    Agradeço pela ajuda. Levei a Fany pro vet. O pino se moveu e estava ameaçando furar a patinha dela, por isso ontem foi feita uma cirurgia para retirá-lo. O vet me disse que a patinha dela estava bem cicatrizada e que não seria necessário colocar outro pino no lugar. Na sua resposta o Sr. disse que 21 dias era pouco tempo para a cicatrização, então pode imaginar como está minha cabeça, ne?
    Ela corre o risco de quebrar a patinha de novo (Já que o tempo foi pouco)? Enfim… Acho que sem o pino ela está se movimentando muito melhor, embora continue recolhendo a patinha. Ela pode ficar mancando? Quando ela apóia a patinha, eu tenho a impressão de que ficou meio torta.
    O vet passou um antiinflamatório/analgésico chamado Meloxivet. Dou duas pílulas para ela por dia e ela sempre fica meio lesadinha depois que toma. Esse medicamento é muito forte?
    Será que posso passar algum tipo de pomada na cirurgia? (Que ficou aberta a propósito) O buraquinho é pequeno considerando o tamanho da cirurgia, mas vocês não fazem nenhum tipo de curativo? Ela não corre o risco de pegar alguma bactéria?
    Desculpe pelo texto enorme, e agradeço novamente.
    Victória.
    Ah, sou de Fortaleza, Ceará. (A Terra da Luz)

  26. oi dr,olha estou tao preoculpado,hontem meu amigo levou meu cachoro de 8 meses para andar,na rua um carro atropelou ele,olha eu levei no vet eles tiraram rx,disse que quebrou pata da frente so,bom ele disse que va ter que fazer uam cirurgia,colocar pinos etc,,bom dr me diz sera que ele vai fcar normal correr pular apos recuperaçao,pois ele gosta tanto de correr pular,olha aqui em casa minha mae adeceu e eu estava em depresao,ai minha amiga disse compra um cachorrinho,eu comprei shinalzer,dr eu nem saia mais com chegada dele eu comesei a sai,e graças a deus me recuperei,a alegria voltou na minha casa,agora fiquei tao triste com oque aconteceu,oque o dr acha,ele podera fcar normal,andando correndo pulando ele adora correr brincar,hje ele vai operar,me ajude em informaçao cm sua experiencia,obrigado pla atençao sou de Goiania-go

  27. Boa noite Dr. André Carneiro,

    Tenho um cão pointer (aproximadamente 28 Kg) com 10 anos que foi operado no dia 11 de Outubro a uma luxação coxofemoral com remoção da cabeça do femur devido a uma displasia, desde então o cão continua com muita dor e sem apoiar a pata no chão. Iniciamos a fisioterapia e a dor aumentou muito nessa noite. O que devo fazer? os meus veterinários não sabem o que dizer , e por isso continua a tomar analgesico….É normal ele continuar com tanta dor, qual o tipo de fisioterapia que posso fazer em casa?
    Faço estas perguntas pois sou Portuguesa e em Portugal a ortopedia está muito no inicio e pouco se sabe, e o cão já esta com a musculatura da perna toda atrofiada e penso que se não fizer nada ele não volta a colocar a pata no chão.

    Muito obrigada por o seu site existir, e por nos ajudar.

    Isabel

    • Boa Noite Isabel, obrigada pela visita!

      Em relação a fisioterapia não poderei te ajudar pois encaminho meus pacientes a um outro colega veterinário que é o responsável pela elaboração do tratamento fisioterápico.
      Se o animal ainda apresenta quadro de dor, seria necessário uma reavaliação com novos exames para se ter ideia do que possa ainda causar dor a ele.
      Em Portugal existe uma clínica veterinária no Bairro da Bicuda, em Cascais, onde existe um veterinário chamado Dr. Marcos Falcão, que no Brasil foi professor universitário e hoje reside em Portugal. Ele trabalha com ortopedia e tem vasta experiência na área, tendo em vista que foi professor de cirurgia na faculdade em que lesionava no Brasil.
      Segue o link da clínica do Dr. Marcos Falcão, entre em contato e agende uma consulta se possível.

      http://site.cvbicuda.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=51&Itemid=2

      Grato pela visita e me mande notícias se possível após a reavaliação.
      Dr. André Carneiro

  28. Boa noite Dr,

    Estive com o veterinário que o operou e relativamente à operação da remoção da cabeça do femur descobriu-se que o cão está bom e não tem dor, mas a dor existente é proveniente do nervo ciático (e pensa-se que é um cancer no nervo), por isso é incuravél e não há tratamento, e a ideia dos 2 veterinários é eutanasiar o cão, coisa que eu não quero fazer por que o adoro, sabe se há alguma solução ou tratamento?

    Obrigada e cumprimentos

    • Olá Isabel!
      Para se diagnosticar definitivamente, o ideal seria realizar uma tomografia e avaliar se realmente há um tumor. Se houver o tumor fazer uma biopsia para diferenciar se é benigno ou maligno e só assim pode-se ter ideia do que acomete seu cão.
      Grato Dr. André Carneiro.

  29. Oi Dr. André Carneiro,

    Desculpe a demora em responder, fim de período minha vida tá uma loucura, terminando a última etapa na osteotecnica. Eu sou de Recife, mais Curso veterinária na UNIVASF em Petrolina. Obrigada mesmo pelo blog, é um presente pra nós Discentes e profissionais da área. Me ajudou na elaboração de um seminário, que explanei na terça-feira, cuja minha nota foi 9,5. Obrigada, Obrigada e Obrigada. Coloquei as referências como é o certo e continuarei divulgando seu Blog com maior carinho. Abraços e me aguarde que sempre estarei por aqui.

    Nayanna T.

  30. Ola dr to desesperada meu cachorro foi atropelado e um coocker de 7meses e quebrou a pata traseira na canela ele fez a cirurgia mas ja faz 10 dias e ainda nao teve alta o vet falou q a pata tava enchada e precisava drenar isso e normal sera qye pode ter acontecido alguma coisa errada me ajuda

    • Bom dia Priscila,
      O edema no pós operatório é normal, não tenho como ajudar muito a você nesse caso, converse com o veterinário responsável e peça para ele esclarecer todas as possibilidades. Um trauma por atropelamento pode levar a diversos outros problemas que não só a fratura.
      Grato Dr. André Carneiro

      • Dr obrigada por responder ja me ajudou o fato dele nao colocar a pata que tava quebrda n chao tambem e normal

      • Dr muito obrigado ele rejeitou o encherto q foi feito ele agora depois de 1 5 dias ele optou por fazer outra cirurgia de pino isso e normal ou ele demorou muito para essa decisao

      • Olá Priscila,
        A cirurgia ortopédica requer um tempo para sabermos a resposta do organismo do animal ao implante usado, cada caso tem uma avaliação individual.
        Grato Dr André Carneiro.

    • Pessoal!
      O blog não tem o intuito de oferecer consultas virtuais, tenho apenas a pretensão de informar e ilustrar, para melhor compreensão, os casos que atendo e que outros colegas me repassam.
      Grato Dr. André Carneiro.

  31. Boa noite Doutor André!,meu gato apareceu mancando, a patinha dele não estava quebrada e nem inchada, levei na veterinária e ela aplicou um anti-inflamátorio, como não havia deixado de mancar ela pediu um Rx, antes do Rx, havia me dito que ele poderia ter ficado com a pata presa em algum lugar e forçou muito, que causou uma lesão,mas no Rx ela dagnosticou displasia do cotovelo.Ele tem 1 ano de idade,gostaria de saber sobre essa doença e tratamentos específicos para cura.A doutora recomendou uma tala , só que essa tala sai toda hora, ele fica totalmente desequilibrado e cai toda hora .
    O que posso fazer ?como agir diante deste problema?
    Me de uma orientação como resolver ?
    Muito grata Regina

    • Boa noite Regina!
      Foi bom você abordar esse tema agora, eu estava fazendo um material justamente sobre isso.
      Vou postá-lo amanhã ou no mais tardar na 5ª feira.
      Continue nos visitando sempre.
      Grato Dr. André Carneiro
      De onde você é?

  32. Boa noite dr André tenho um gatinho de aproximadamente 8 meses, ele foi atropelado e fez uma cirurgia para retirada da cabeça do femur. Gostaria de saber qto tmpo leva para ele voltar a vida normal e se depois dessa cirurgia, ele voltara a andar pois tem 20 dias de operado e não coloca a patinha no chão. Ele esta meio amoado perdeu 1 kilo não esta comendo como comia, e anda meio agressivo. Embora volte no veterinario dele gostaria de saber sua opinião porque ele era tão alegre, comilão. E agora tão triste magrinho eu tenho ate vontade de chorar por não saber exatamente o que ele esta sentindo e se esse quadro dele é normal e se é apenas uma questão de tempo porque vejo que ele esta bastante assustado. Por fazer se possivel me de retorno pois estou muito anciosa, e desde ja agradecida por existir seu blog Simone Cassal.

    • Olá Simone, obrigado pela visita!
      Primeiramente é preciso saber se houve apenas uma luxação da articulação coxofemoral, ou se há outras lesões concomitantes como fraturas e luxação sacro-ilíaca. A cirurgia de colo-cefalectomia tem uma recuperação bem rápida, temos que ter a certeza de que não há nada associado, nos atropelamentos podem haver lesões neurológicas que só são percebidas depois de algum tempo, devido ao quadro intenso de dor do animal não conseguimos diferenciar muito bem. Muito interessante também no pós operatório é a realização de fisioterapia, melhora e otimiza muito o tempo de recuperação.
      De onde você é Simone?
      Grato e espero poder ter ajudado.
      Dr. André Carneiro.

  33. Dr. André Carneiro, boa tarde.

    Fiquei impressionado com a quantidade de informação do seu blog.
    Não sou veterinário, sou leigo no assunto, mas o conteúdo é interessantíssimo e fico contente de saber que ainda existem profissionais interessados e dedicados como o senhor.

    Está de parabéns pela postura profissional que apresenta nos artigos e por essa iniciativa louvável!

    Tenho plena certeza de que seu blog é de grande valia para muitos profissionais da sua área e pessoas interessadas, como eu.

    Agradeço em nome de todos. Obrigado!

    FELIZ 2012 para o senhor!
    Um forte abraço.

    • Olá Felipe!
      Muito obrigado pelo comentário, o intuito do blog é justamente ajudar aos colegas de profissão e esclarecer possíveis dúvidas de proprietários.
      Espero que em 2012 possamos postar mais e melhores artigos aqui.
      Um grande abraço e um 2012 cheio de realizações para todos os leitores!
      Dr. André Carneiro

  34. Boa tarde, Dr. André,

    Fiquei surpresa com a atenção dispensada aqui! Parabéns ao dr.
    Bom, então aproveitando mais um pouco da sua abençoada boa vontade:
    – Tenho uma cadelinha que adotei da rua com a pata traseira deslocada provavelmente por um atropelamento, isso foi há quase cinco anos, ela devia ter uns 3,5 a 4 anos quando a resgatamos. O que acontece, dr., é que esta pata (direita traseira) ficou uns 6cm mais curta e agora ela está apresentando dores na pata traseira sadia, além disso, o vet. ortopedista disse que ela irá apresentar problemas na coluna. Ela passou quando resgatada por uma cefalectomia e a articulação do joelho foi travada com uma placa e 9 parafusos. DR. ELA PODE APOIAR NORMALMENTE A PATA ASSIM? POSSO FAZER UMA PRÓTESE PARA ELA PARA COMPENSAR A DIFERENÇA ENTRE AS PATAS TRASEIRAS? E POR ÚLTIMO O DR. TEM ALGUÉM PARA INDICAR NA CONFECÇÃO DA PRÓTESE AQUI EM SÃO PAULO OU GUARULHOS?
    Muito obrigada,
    Que DEUS abençõe o dr. pela boa vontade em ajudar e orientar!
    Abraço,
    Daniela Vieira.

    • Olá Daniela,
      Obrigado pela visita, tento atender a todos no menor tempo possível, que bom que estou conseguindo!
      Vamos lá, o seu animal pelo que me conta deve ter passado por uma cirurgia de artrodese no joelho, essa cirurgia visa realmente “travar” a articulação para manter a funcionalidade do membro. O encurtamento da pata pode ser devido a perda de massa óssea secundária ao trauma. Ela pode sim apoiar essa pata normalmente, realmente o que a colega veterinário disse é verdade, ela pode desenvolver problemas na coluna devido ao desvio. A prótese pode ser uma boa saída mas não conheço ninguém que faça isso. Dei uma pesquisada na internet e vi alguns trabalhos falando sobre prótese em veterinária, faz uma busca bem minuciosa na internet e procura por algum veterinário que faça. Procure também nas faculdades USP, UNESP.
      Grato desde já, aguardo seu retorno com boas notícias.
      Dr. André Carneiro.

  35. Adotei uma cadelinha de 10k com 1 ano e meio com uma recem cirurgia de femur direito com pino, segundo o veterinario ela iria amdar normalmente, mas faz 5 meses que estou com ela e ela nao apoia a pata no chao e a musculatura esta atrofiada. O que devo fazer, ela vai andar normalmente?

    • Bom dia Ana, obrigado pela visita!

      Você deve levar o seu animal ao veterinário que realizou a cirurgia para uma reavaliação. Se você já o adotou com a cirurgia feita, e não sabe onde foi realizada, procure um veterinário para poder avaliar. Será necessário fazer um Rx para ver onde está o pino. O retorno ao uso do membro é uma coisa que não tenho lhe precisar, o que ocorreu para esse animal fraturar a pata? atropelamento, queda, cada caso deve ser avaliado separadamente.
      Espero poder ter ajudado
      Grato Dr. André Carneiro.

  36. Bom dia Dr. André. A minha cadelinha poodle de 13 anos caiu e a radiografia indicou fratura na bacia. Gostaria de saber por quanto tempo devo mantê-la em repouso e a partir de quantos dias posso deixá-la se apoiar sobre as quatro patas. Há necessidade de algum suplemento com cálcio ou apenas a alimentação é suficiente (ela só come arroz com carne moída ou frango cozido)?

    Grato, Romero Azis
    Nova Friburgo – RJ

    • Olá Romero, obrigado pela visita!
      O tempo de recuperação vai depender do tipo e de onde foi essa fratura. Em relação ao apoiar-se sobre os membros, o próprio animal é quem vai estabelecer esse tempo, quando ela sentir segurança e já houver alguma estabilidade da fratura fará isso naturalmente.
      A alimentação está bastante errada e desbalanceada, procure o veterinário que a atendeu e pergunte se ele julga necessário o uso de suplementos.
      Grato desde já e melhoras para sua cadelinha.
      Dr. André Carneiro

  37. Que bom enncontrar pessoas que realizam um otimo trabalho com animais e ainda tira tempo pra ajudar nas dúvidas de pessoas como eu(que amam seus bichinhos e têem várias dúvidas).
    Tenho um poddle de 10 anos que está com um problema de um caroço perto do anus, que coça muito e agora estorou uma ferida e deu bichinho,levei ele ao vet e estamos tratando esta ferida e o vet deu como indicação operação de glândula anal,gostaria que me explicasse como se da a cirurgia,o pós operátorio .Desde de já estou muito GRATA…..CRISTIANE

    • Olá Cristiane! Obrigado pela visita.
      Vamos lá! Os cães possuem duas glândulas, uma de cada lado do ânus, que são as glândulas adanais. A cirurgia consiste na retirada dessa glândula, é uma cirurgia relativamente tranquila mas com um pós operatório um pouco chatinho, por estar numa área muito próxima ao ânus o risco de contaminação é alto, requer um cuidado pós operatório com maior atenção, mas mantendo os curativos diários tem uma recuperação rápida.
      Grato Dr. André Carneiro
      De onde você é Cristiane?

  38. bom dia
    tenho uma rottweiler de 7anos, ha 5 dias foi diagnosticado displasia bilateral,ela nada se arrastando e faz suas necessidades deitada, ja esta sendo medicada com meloxican e condroton mil todos os dias co possibilidade dela voltar a andar.

    • Olá Cláudia, obrigado pela visita.
      Depende do grau de displasia, do tempo de evolução do quadro, do grau de atrofia muscular que seu animal possui, uma série de fatores influenciam na recuperação. Quem pode dar a você um parecer melhor sobre isso é o veterinário que detectou o problema, ela foi radiografada para o diagnóstico? Com base no Rx pode-se ter uma boa referência do prognóstico.
      Grato Dr. André Carneiro.

  39. Olá Dr. André!
    Gostei muito do site! Extremamente esclarecedor, parabéns!
    Tenho um cachorro SRD de 7 anos, 25kg. Há quase 2 anos ele caiu da lage da minha casa e não morrreu só por Deus. Na época, levei ao Hospital Vet da FMU aqui em São Paulo, tiraram radiografia e viram que ele não tinha nd na coluna, mas sim na pata dianteira direita, que ele claudica. Na ocasião o medico disse q não era necessário cirurgia, deram metcorten e ele melhorou e não manifestou mais nd por muito tempo, a não ser claudicar a pata direita. Mas logo chegou o inverno. Com isso algumas complicações, ele passou a ficar molinho, só querer ficar deitado. Levei ao vet e ela disse q ele tava com dor nas articulações, passou condroton. Ele ficou bem, mas do natal pra cá, este remedio passou a não adiantar mais e ele sente dores. Levei no Hosp Vet da UNISA e la fez radiografia da coluna cervical ñ deu nd, fez das patas dianteiras também não deu nada. Mas num exame de apalpamento o vet disse que achava que era um problema de ligamento. Passou meticorten 3/4 do comprimido e disse que é para ele tomar por 7 dias e voltar para avaliação com um ortopedista da casa que atende em dias marcados. Só que qdo liguei para marcar, descobri que ele está de férias. DÚVIDA:Qdo passar os 7 dias, devo manter o remédio até conseguir consulta com o medico ou devo suspender no 7º dia? E se eu suspender e ele ainda ñ tiver melhorado, o que devo fz? Mantenho o metircorten?

    • Bom dia Valéria, obrigado pela visita!

      Se o veterinário responsável prescreveu por 7 dias utilize por apenas 7 dias. O Meticorten é um anti-inflamatório esteroidal, ou seja, a base de corticóides ( Prednisona ), portanto não deve ser utilizado por tempo prolongado. Se utilizado por um tempo prolongado existe a necessidade de se fazer uma retirada gradual, para evitar possíveis complicações endócrinas no seu animal.
      Grato Dr. André Carneiro.

  40. Oiii Dr.
    estou muito preocupada,
    tenho um coelho,
    e ele foi atacado por uma cachorro, e parace que ele foi mordido pelo cão.,
    e ainda andou normalmente, e ficou muito
    assustado que ficou dentro da toca a noite inteira
    e não pudemos pega-lo para vê-lo.
    Só no outro dia de manha que pude vê-lo,
    e ele não estava mais andando normal,
    apenas movia-se arrastando a parte do quadril, sabe?
    as duas pernas,
    e na cidade onde moro não tem veterinário apropriado,
    então eles mandaram aplicar um anti-inflamatório, e leva-lo lá
    pra eles ver ele.
    Será que ele quebrou o quadril? Ou só a perna?
    eu apalpo e não sinto nada de osso quebrado.
    Ele vai andar normal ainda.?
    Estou triste, pois quero que ele fique bem!

      • Haaaaaaaa. as vet daqui não tem nada de aparelhos, a cidade que tem fica a 200 Km.
        O sr. nunca viu caso assim? O que aconteceu com o animal? Só me diga, mesmo sem o diagnostico preciso ,
        porque meus pais acham que o bichinho é insignificante pra mim,
        e não estão dando nem moral pra mim, e se eu falar que quero levar ele no vet q fica a 200 km, eles vão me magoar! e vão querer fazer mal a ele.
        amo demais ele, quero ve-lo em pé de novo. to falando sério!

  41. Boa noite, meu filhote de bull terrier ( 2 meses ) quebrou o braço esquerdo ja foi feito a imobilização por tala e dado os remedios necessarios. Minha duvida e se ele ira voltar ao normal vai correr sem mancar. ja faz duas semanas e agora esta muito dificil de segurar ele eu solto um pouco e ele sai correndo pulando e eu deixo um pouco porque ele precisa gastar um pouco da energia ele ficou uma semana fechado em um espaço de 2 metros quadrados e agora ja apoia a pata normal mais o meu medo e prejudicar a recuperaçao dele. Desde já agradeço. abraços

    • Boa noite Rafael, obrigado pela visita!
      Se ele já está apoiando o membro a possibilidade de voltar a usá-lo normalmente é grande. Seu cão é filhote então pode ter uma boa e rápida recuperação.

  42. Oii Dr. Eu levei o coelho no veterinário,
    ele examinou e falou que não tinha nada quebrado,
    era apenas uma inflamação grave, não fez raio-x porque não tem aparelhos aqui,
    estou aplicando anti-inflamatório, e coloquei ele em um espaço de 1m,
    para ele não se movimentar muito,
    o vet falo pra aplicar o remédio por 6 dias, e se ele não melhorar
    é pra leva-lo de novo.
    quantos dias demora pra uma inflamação sarrar?
    e quando desinflamar ele vai andar dinovo neh?
    grata!

  43. Boa tarde dr. Preciso de sua ajuda. Minha cachorrinha vira-lata de 4anos, pesa 10kg e fez na segunda 23.01 remocao da cabeca do femur. Hj faz 4dias e ela ainda nao coloca a patinha no chao, isso e normal? E ela esta muito triste, e qnd anda com as tres patas cansa logo isso tambem e normal apos a cirurgia? Ela pode se levantar de vez em quando?desde ja muito obg pelo seu trabalho.

    • Olá Samara, obrigado pela visita!
      Sim é absolutamente normal, a cirurgia está muito recente. Ela pode se levantar quantas vezes quiser, as caminhadas breves são muito bem vindas, não havendo outras complicações seu animal voltará a andar normalmente. Sempre recomendo e encaminho meus pacientes para avaliação do fisioterapeuta e sessões de acupuntura para ajudar no controle da dor pós operatória, a recuperação fica bem mais rápida, pergunte ao veterinário responsável se ele não tem como indicar um colega fisioterapeuta animal.
      Grato Dr. André Carneiro

      • Muito obg. Dr andre, vc nao imagina como sua resposta aliviou meu coracao. Falarei com o vet. Sobre a fisioterapia. Que Deus abencoe sua vida e esse lindo trabalho que vc presta a sociedade. Att samara

  44. Dr. Apos a remocao da cabeca do femur o cao volta a ter uma vida normal, correr com as quatro patas? Caso nao tenha outras complicacoes envolvidas?

  45. Minha cachorra foi atropelada a 4 meses eu levei ela no vet e fizeram todos os procedimentos ,,,,limparam e fizeram uma raspagem deram ponto e foi levando ela toda a semana durante 1 mes acompanhando !!e marcaram a cirurgia e acabou que nem levamos achamos q nao iria precisar pois ela ja estava andadndo normal e ja estava bem ….mas agora depois de 4 meses eu queria saber se tem alguma lesao algum problema ….

    • Bom dia Naiara, obrigado pela visita!

      Realmente não poderei ajudar a vocês nesse momento, vocês devem retornar ao veterinário que atendeu seu animal para uma nova avaliação, tendo em vista que havia sido marcada uma cirurgia e vocês não retornaram.
      Grato Dr. André Carneiro

  46. Boa noite Dr André, primeiramente quero parabeniza-lo pelo excelente blog, extremamente esclarecedor! E principalmente pela sua boa vontade..(sou enfermeira, mas me encanto com veterinaria..)
    Enfim estou com uma duvida, tenho uma cadelinha q ja tem quase 10 anos, ela eh “poddle” misturada, deve pesar aproximadamente uns 4 kg no maximo…. eh a minha inseparavel companheira, mas tive q pegar um plantao em uma cidade proxima onde eu resido (interior de minas), e a deixei com meu pai q mora em um condominio, enfim…(desculpa pelos detalhes…) ela foi atropelada nesse domingo agora (eu nao estava presente) como a cidade eh pequena, foi um custo achar vet q atendesse no domingo….meu pai com mto custo conseguiu, a vet avaliou, e pediu para retornar no dia seguinte, ja q aparentemente nao havia nenhuma hemorragia interna e essas coisas (estou falando o q meu pai me relatou)..no dia seguinte ela pediu o raiox, no qual a minha cidade nao tem esse suporte, levaram ela pra ipatinga q eh o lugar mais proximo, onde se ve nitidamente no raiox, um deslocamente do Fêmur, nao houve fratura, nada…apenas o deslocamento, da pata traseira direita, ela esta sendo mantida com antinflamtorio e analgesico desde entao, cheguei ontem, e a levei novamente ao vet, que disse q se fosse ate seis horas após o acidente, daria para coloca-lo de novo no acetabolo(igual gente ne…)…. mas como ja passou muitos dias, teria q fazer uma cirurgia, q a retirada da cabeça do femur e q ela ira ficar manca, eu nao entendi, pq as funçoes da patinha dela estao preservadas….ela so nao consegue apoiar com ela….mas ela coça com a patinha….encosta um pouquinho no chão…..enfim…..fora q leigamente falando, pra mim, eh uma judiação deixa-la manca ja que viveu 10 anos com as 4 patas….será q nao tem outra alternativa? como eh essa cirurgia?….sera q nao tem como fixa-lo com cimento osseo? (igual gente..r.s)..ou com pino???…..o q for preciso fazer para dar conforto e uma boa qualidade de vida a ela eu faço sem pensar duas vezes……e mais uma duvida, sem querer abusar…..tem alguem no qual vc me recomenda aqui em Minas, para a cirurgia?…..obrigada…e desculpa o incomodo!!..abraços Letícia.

    • Olá Letícia, obrigado pela visita!
      Existem sim alguns tipos de cirurgia que são feitas preservando a cabeça femoral, mas para um animal leve como o seu não vejo nenhum problema em fazer a Colocefalectomia. A cirurgia consiste na retirada da cabeça e colo femorais, aquela articulação antes sinovial transforma-se em uma pseudo-artrose, já realizei diversas cirurgias como essa e nenhum animal ficou “manco”, após a cirurgia é bom fazer uma fisioterapia se possível, isso otimiza em muito a recuperação. Infelizmente não conheço ninguém para recomendar em MG, procure nos Hospitais Universitários, sempre são uma boa referência.
      Grato Dr. André Carneiro.

  47. Boa Noite! Dr. tenho um cocker de 12 anos, pesando 17 quilos ele sofreu trauma em cotovelo direito só que ele tem artrose severa. O primeiro veterinario que levei disse que nao teria o que fazer que a pata iria ficar torta para sempre que viveria a base de antiinflamatorios, nao aceitei o diagnostico e procurei um veterinario que é especialista em ortopedia animal, ele analisou o raio x e o meu cachorro e fez a cirurgia colocando pinos hoje faz 10 dias que foi feita a cirurgia e meu cachorro nao esta andando ainda, fez duas sessoes de fisioterapia e notei maior inchaço.Falei com o veterinario pois o meu cachorro nao consegue levantar nao esta apoiando a pata operada e nem as duas patas traseiras que tambem notou estarem com artrose , o medico disse para dar antiinflamatorio por sete dias e leva-lo novamente para avaliacao neurologica o que sera que esta acontecendo Doutor…………….

    • Olá Claudinei, obrigado pela visita!
      Infelizmente não conseguirei te ajudar muito, seu animal já realizou exames pós-operatórios? Será necessário um exame radiográfico para melhor avaliação. Faça o recomendado pelo veterinário responsável e retorne nas datas previstas pelo veterinário.
      Grato Dr. André Carneiro.

  48. Obrigado pela atençâo Dr., ele fez a cirurgia na terça e na sexta da mesma semana o veterinario pediu outro RX para ver a posição do pino e disse que estava tudo ok. Mas minha preocupação é sobre as patas traseiras que ele não consegue firmar será que terei que fazer radiografia do cachorro inteiro para saber onde esta o problema? Pois agora meu cachorro esta com tres patas sem poder firmar ,antes da cirurgia era 01 agora são 03 será que houve algum erro médico ou por ele ser idoso e obeso a recuperação será mais dificil?
    Esta situação é normal? O fisioterapeuta disse que ele precisará de 03 meses de fisioterapia e que voltará a andar, so que estou muito preocupado com a situação pois faço massagem nele todo dia para circulação pois ele se mexe mas não levanta, o fisioterapeuta tambem pediu para ficar tentando faze-lo ficar de pé mas ele fica todo molenga e não consegue.O Dr. já viu algo parecido com algum de seus pacientes? Houve recuperação ou cada caso é um caso? Estou pensando em leva-lo para outro veterinário fazer avaliação nele ou é melhor continuar com este veterinario? Desculpe mas é que vendo meu amado cachorro nesta situação fico desesperado. Ele ainda sente muito dor no cotovelo.

    • Bom dia Claudunei,

      Se for necessário sim, você terá que radiografar o seu animal todo para saber onde está o problema. Certamente a idade e o excesso de peso tornam a recuperação bem mais difícil. O fisioterapeuta disse a você que ele retornará a andar, portanto aguarde o tratamento completo. A procura de uma segunda opinião é um direito do proprietário.

      Att

      Dr. André Carneiro

  49. Boa noite! Tenho um Pincher de 6 meses(1,8 Kg) que foi diagnosticado com Necrose asseptica.Ele ficou tomando o 1/2 comprimido de ketojet e de condromax , mas continuava com muita dor. A cirurgia foi feita sexta -feira (17/02), a Vet passou penicilina (2 ml) em 12-12 h por 7 dias, 1/2 comprimido de Ketojet 5mg por 3 dias, 1/2 comprimido de condromax a cada 48h, 1/4 de Dorless V 12mg em 8-8h por 7 dias. A questão é q parece q o remédio de dor não tá funcionando, ele passa quase o dia todo gemendo de dor e a noite para a madrugada ele não dorme só fica gemendo ou latindo de dor e só pega no sono pela manhã umas 2 horas apenas e volta a gemer e quer ficar no sol direto! É normal sentir tanta dor depois da cirurgia, mesmo tomando o remédio para dor?

    Obrigada!!

    Stefane Almeida

    • Boa Noite Stefane,obrigado pela visita!
      Você deve entrar em contato com o veterinário responsável pela cirurgia e relatar o fato a ele, só ele pode modificar a dose dos analgésicos e/ou antinflamatórios que seu animal está utilizando.
      Grato Dr. André Carneiro

      • Boa noite e obrigada Dr André.
        Aparentemente o veterinário disse que acha que ele não está sentindo essa dor
        insurpotável e sim que ele tá com algum problema comportamental, pois ficou em observação na clínica e não ficou chorando escandalosamente, mas quando chegou em casa, parece q o cãozinho tá morrendo de dor!!!

        Atenciosamente

        Stefane Almeida

  50. Boa Noite André, eu tenho um cachorrinha que tem 5 meses, ela caiu do colo e quebrou as duas patas dianteiras eu levei ela ao veterinário e colocaram talas na duas patas, só que a pata direita dela estar inchada a 4 dias é normal a outro estar bem nem tem mal cheiro e nem inchou, Agradeço por tirar minha dúvida…

    • Bom dia Roseli, Obrigado pela visita!
      Não sei qual tipo de fratura ocorreu no seu cão, mas no período de pós-trauma, os primeiros 3 ou 4 dias, ocorre sim um edema no local devido a fratura. Retorne com seu animal ao veterinário responsável para que ele possa fazer uma reavaliação.
      Grato Dr. André Carneiro.

  51. Boa Noite Dr. André Carneiro,o senhor pode tirar-me uma dúvida?Tenho um cachorro que quebrou a pata em uma briga,levamos ao veterinário,ele foi medicado e fez um raio x que comprovou que realmente estava quebrada,e não foi possivel fazer a cirugía naquele momento,passaram-se mêses em recuperação e hoje ele vive com a pata sem consseguir apoiar ao chão e dá para perceber que a fratura ainda está esposta.Gostaria de saber se mesmo depois de muito mêses ainda dá para fazer a cirugia na pata dele.
    Obrigada pela ajuda.
    Keila.

    • Boa Noite Keila, obrigado pela visita!
      Isso vai depender do tipo de fratura e condição que essa fratura se apresenta nesse momento. A realização de cirurgias após a cicatrização óssea é perfeitamente possível, mas você precisa levá-lo ao veterinário para avaliar a fratura

  52. Boa noite André, eu peguei um cachorro da rua de 45 dias disse um veterinario, ele tem um problema, tem uma pata que foi quebrada e ficou torta e cicatrizo torta e quebrada, ele não anda muito por isso, fica só deitado e eu não estou satisfeito com isso, não gostaria de ter uma perna torta, então não desejo o mesmo pro bixinho, e essa perna quebraram chutando, então ele merece tudo de melhor de agora, gostaria de saber se quebrar denovo tem chance dela ficar perfeita sem pino? por ela ser nova? ou apenas como pino? e quanto será que é o preço disso? se a minha condição não estiver ao alcance, onde eu posso recorrer? muito obrigado.

    • Bom dia Lennon, obrigado pela visita!
      Sim, existe a possibilidade de realinhar esse membro. O fato dele ser filhote ajuda muito na consolidação óssea, nas fraturas em cães principalmente nesses casos é necessário sim o uso de materiais ortopédicos como fixadores externos e/ou placas e parafusos, eles têm a finalidade de manter o alinhamento e o eixo ósseo. O custo da cirurgia vai depender do material utilizado, nos hospitais universitários o custo sempre é mais baixo.
      Grato Dr. André Carneiro.

  53. Boa noite Doutor André, tenho um Bull Terrier de 04 meses e ele tem a perna direita torta, levei ao veterinário e ele me pediu pra aguardar um pouco pois ele era muito novo (02 meses) e poderia com o crescimento o problema desaparecer, só que ao invés disso, o problema piorou, a perna ficou mais torta ainda, levei então a outro veterinário, que depois de solicitar raio-x do local me informou que o problema era uma fratura antiga e não havia solução para o problema e que a perna do cachorro ficará torta pelo resto de sua vida, descartando a cirurgia e me orientando a confinar o filhote em um espaço de 01 metro quadrado e fazê-lo comer pouco para evitar sobrepeso. Queria saber sua opinião sobre isso e se existe solução para o meu filhotinho, desde já agradeço.

    • Boa Noite Antônio, obrigado pela visita!
      Tenho uma opinião completamente contrária a essa, a ortopedia veterinária dispõe de inúmeros tratamentos para casos como esse. Sendo seu animal um filhote a possibilidade de melhora é grande, não vi seu animal mas se a fratura for em algum osso longo como fêmur, tíbia ou rádio a probabilidade de melhora é grande, sendo uma fratura articular o prognóstico é mais reservado.
      De onde você é? Do RJ?
      Mantenha-me informado sobre o caso do seu animal, procure um veterinário especializado em ortopedia para avaliar o seu animal.
      Att

      Dr. André Carneiro

  54. Mais com o uso do material esses parafusos essas coisas, isso vai machucar ela, vai fazer ela ainda andar manca? ou ela ficara perfeita e sem dor? sobre o osso colocar essas coisas, acaba com o osso ou não tem nada aver? desculpa a segunda pergunta doutor, é que quero ficar bem informado e fazer tudo certo, obrigado.

    • Se vai ficar perfeita ou não vai depender do tipo de fratura e como está consolidada. Procure um veterinário ortopedista para avaliar seu animal e só assim você terá todas as respostas.
      Att
      Dr. André Carneiro

  55. Boa Noite Dr André!
    tenho uma amiga que acolheu um gatinho para sua filha. o gatinho deve ter de 3 a 4 meses, é muito carinhoso e doce, conquistou a todos. Não sabem o que aconteceu mas um belo dia ele apareceu com as patinhas de trás imobilizadas, como se tivesse fraturado a coluna. ele caminha tentando apoiá-las mas não consegue muito bem, uma perninha está inchada e na outra se sente um osso fora do lugar. infelizmente, devido às condições financeiras dessa família, ele não foi levado ao veterinário. isso aconteceu há uma semana. ele está se apoiando melhor no chão em comparação com os primeiros dias após o trauma e aparentemente não sente dor. sei que é difícil me dizer algo sobre isso visto que não viu o gatinho, mas gostaria de saber se é aconselhável fazer uma massagem com arnica na perninha inchada, ou isso pode agravar a situação.tem alguma coisa que possa ser feita em casa para ajudar este gatinho… vi em um vídeo, que usaram uma espécie de suporte de tecido para “levantar” o gato, enquanto caminha, de modo a não forçar as patinha machucadas…até que estas ganhem mais força e auto-controle…algo do tipo poderia ser feito sem atrapalhar a recuperação “natural” do animal?
    a filhinha está tão triste por esta situação…..que pena!
    obrigada!

    • Boa Noite Andréia, obrigado pela visita!
      Realmente não poderei ajudar muito a vocês, seria necessário radiografar esse animal, pelo histórico parece ser um trauma.
      Se for algo na coluna o animal precisa de repouso. A arnica não tem problema.
      Desculpa não poder ajudar muito.
      Grato Dr. André Carneiro.

  56. Obrigada pela resposta!
    vou tentar ajudá-lo com as massagens.
    Parabéns pela iniciativa de usar este espaço virtual para ajudar as pessoas e seus animais queridos!

  57. Caro doutor, boa noite. Gostaria de saber o tempo aproximado de recuperação após a realização de uma cirurgia de correção de ligamento cruzado de membro posterior. Trata-se de um poodle de 9 anos, aproximadamente 5,9 kilos. A cirurgia faz hoje, 03/03/12, 43 dias. Percebo que se ele está feliz e faz festa, dá pulinhos e rodopia, usando, nesses casos, a perna operada também para apoio. No entanto, nas caminhadas comuns, em casa ou na rua, ele anda com a pata levantada, apoiando-a apenas levemente a cada 4 ou 5 passos, mas recolhendo-a logo em seguida. Acha que é necessário buscar um fisioterapeuta? Ou esse tempo decorrido é normal? Fico muito grata por qualquer informação.

    • Boa Noite Rita, obrigado pela visita!
      Com 43 dias decorridos normalmente o animal já apoia o membro, tendo em vista que ele apoia a patinha, já possui estabilidade na articulação. Os cães leves, como é o caso do seu animal, geralmente precisam ser ” Lembrados ” que possuem 4 membros, pois com o pouco peso tanto faz andar em 3 ou 4 patas. Sempre encaminho meus pacientes para a fisioterapia no pós operatório o mais breve possível, o resultado é muito bom, otimiza bastante a recuperação dos meus pacientes.
      Grato Dr. André Carneiro.

  58. Boa tarde Dr., levei meu bull terrier de 04 meses a um hospital veterinário aqui em Brasília com as radiografias que tirei da perna direita dele, lá fui informado pelos veterinários que meu filhote tinha uma falha no crescimento (as radiografias mostram espaços entre os ossos tipo fraturas mesmo e um espaço grande na tíbia que ele me disse que era perda óssea já), me deu o pior dos prognósticos e que o meu filhote ia precisar talvez de três cirurgias para corrigir o problema na perna dele. Dr., ele é um animalzinho muito ativo, anda, corre, pula, brinca normalmente, não sente dor alguma e tem uma vida normal igual a de qualquer outro filhotinho. O que me deixou preocupado foi o veterinário aqui ter informado que depois de fazer as cirurgias ia ver se o problema tinha sido corrigido. O primeiro veterinário a que levei meu filhote disse que o problema era grave e não tinha solução, já esse afirma que o filhote tem que passar por até três cirurgias e só depois ver se resolveu o problema. O que queria saber do senhor é o seguinte, se meu filhote tem condições de viver normalmente com esse problema (mesmo com a perna direita torta pra fora) ou se devo mesmo sujeitar o animal a tantas cirurgias e mesmo assim correr o risco de não ver o problema dele resolvido. Desculpe pelo longo texto, desde já agradeço.

    • Boa Noite Antônio, obrigado pela visita!
      Não tenho como ajudar a você pois não examinei seu animal, mas pelo relato parece ser um problema ortopédico grave, uma falha no crescimento ósseo do seu animal. As cirurgias ortopédicas não podem ter um prognóstico muito bem definido, tendo em vista que dependem de muitos fatores, não só a técnica conta nesses casos, temos também os fatores orgânicos e ambientais. Se você ainda não consultou um veterinário especializado em ortopedia, faça isso, ele poderá esclarecer todas as suas dúvidas.
      Grato Dr. André Carneiro.
      Se for possível mande fotos do Rx do seu animal, não consegui entender muito bem o que explicou.
      email: drandrecarneiro@gmail.com

  59. Boa noite Dr, meu cachorrinho 1 poodle de 7 meses foi atropelado e teve a pata traseira fraturada na região do femor, como uma cirurgia estava acima das minhas condições financeiras o vet indicou o uso da muleta de thomas, ja que segundo ele a tala nao resolveria, acontece q a muleta nao encaixou perfeitamente nele vindo a prensar outros mebros do corpo, e ele q antes da muleta andava com 3 patas p la e pa ca agora nem se mexe e xora o tempo tdo me corta o coração, o q axa q eu devo fazer, mantenho a muleta?se eu retirá-la quais as xances de ligamento ele teráMe ajude por favor, desde ja mto obrigada.

  60. Boa noite Dr. André
    Lendo seu blog, vi umas fotos de cirurgia de um gato que tinha hematúria (grandes e densos coagulos de sangue) na bexiga e apenas um pequeno calculo que obstruia a uretra.
    O fato é que minha cachorra cocker spaniel de + ou – 10 anos, vem apresentando urina com grandes coágulos de sangue. No exame de sangue foi detectado apenas nivel de plaquetas abaixo do normal, no ultrassom nenhum calculo, apenas que as paredes da bexiga estavam espesas e com material turvo no seu interior. Hoje ela fez a cirurgia, que coreu bem. Foram removido os coagulos, a bexiga estava muito inflamada mas nao tinha nenhum calculo. Está a base de antibioticos. Tenho medo de daqui a algum tempo o problema reaparecer. Sei que é muito dificil discorrer a respeito de um paciente que nao examinamos, mas pela sua experiencia, apos uma cirurgia como essa, onde não foi detectedo o problema, os sintomas podem reaparecer posteriormente? e em quanto tempo?
    Agradeço sua atenção e aguardo seu retorno.
    Parabens pelo blog!

    • Bom dia Hianna, obrigado pela visita!
      Nesses casos os problema pode sim reaparecer, agora em quanto tempo não podemos dizer, cada animal responde de uma forma diferente.
      Precisamos saber também a causa primária da doença, se foi apenas uma cistite bacteriana os medicamentos irão sanar o problema.
      Grato
      Dr. André Carneiro

  61. Dr. André, tenho um Golden de 3 anos que foi diagnosticado com displasia coxo femural de grau 2 quase 3. Entretanto, depois de 2 meses de tratamento medicamentoso e de 3 sessões de acunpuntura ele não apresentou melhoras sequer na tremedeira em uma das patas que continua sem apoiar direito e no stand test regrediu.
    O veterinário que inicialmente disse para aguardarmos um tempo para se pensar em cirurgia mudou de opinião e diante do quadro indicou a cirurgia de protese imediata.
    A minha dúvida é a seguinte, a cirurgia realmente resolve o problema? Quais os riscos de não dar certo (fora os riscos normais de uma cirurgia)?
    Pois não gostaria de colocar meu animal em risco antes de tentar tudo.
    Tenho feito acunpuntura e medicado com Cosequin DS, além de um remédio homeopático chamado garra do diabo da Herbarium (indicado pelo canil Goldentrip).
    Além disso ele toma tramadol e carpoflan nas crises.
    Se a cirurgia realmente resolver acho que é o caminho, mas gostaria de saber dos riscos.
    Obrigado

    • Bom dia Daniel, obrigado pelo visita!
      Além dos risco normais que existem em qualquer tipo de cirurgia, existe uma possibilidade pequena de rejeição da prótese, tendo em vista que é confeccionada com material testado e aprovado para tal uso. A cirurgia de prótese total de quadril, que envolve cabeça, colo femoral e acetábulo, tem um resultado muito satisfatório.
      Grato Dr. André Carneiro.

  62. Olá dr Andre! Tenho um gatinho de 7 meses que caiu da janela e quebrou a pata traseira, levei-o no vet e ele fez uma cirurgia para colocaçao de um pino e que apos 120 dias sera retirado. Gostaria de saber mais sobre o pos operatorio, como cuidar do meu gatinho pois ele é muito levado. Desde ja agradeço pela atençao!

    • Boa noite Dilierge, obrigado pela visita!
      Sim os gatos são bem mais ativos que os cães, você deve evitar que faça muito esforço com o membro fraturado. Não deixá-lo subir ou pular de qualquer lugar, isso pode levar a uma migração do pino e prejudicar a recuperação. Siga as orientações e medicações prescritas pelo veterinário responsável e ele terá uma boa recuperação.
      Grato Dr. André Carneiro

  63. Prezado Doutor,

    Tenho uma gatinha que está passando por um verdadeiro martírio. Foi atropelada em agosto do ano passado, quebrou a patinha traseira. Colocou pinos mas como é muito inquieta, mesmo estando ‘presa’, se assustou e quebrou novamente. Colocou pinos, intramedular inclusive e enxerto. Todo cuidado com ela foi pouco, quebrou novamente.

    Um veterinário queria amputar a sua patinha mas achei um expert que sugeriu colocarmos uma placa moderna cujos parafusos se fixam no osso e na própria placa. Isso ajudaria já que o osso está em estado muito ruim etc

    Ela fez revisão hoje mas eu fico tão tensa que esqueci de perguntar o seguinte:

    1. há possibilidades do parafuso sair mas como? Só se ela se agitar e não fizer repouso, certo?

    2. fizemos um cercadinho e estamos mantendo ela ali. Bem nos moldes do gatil onde ficou pós-cirurgia. Ela apóia a patinha mas muito pouco ainda. E só a movimento ‘no ar’ quando a pegamos pra dar remédio. Algum problema? Estamos agindo certo?

    3. outra dúvida: quanto tempo ela deva ficar de repouso absoluto a fim de não correr mais riscos?

    Estamos na torcida e muito traumatizados com tudo.

    Obrigada!

    Cláudia

    • Boa noite Cláudia, obrigado pela visita!
      Esse tipo de placa se chama placa bloqueada, a possibilidade dessa placa soltar os parafusos é bem pequena, seu animal deverá fazer exames periódicos para acompanhar a calcificação dessa fratura, o tempo não se pode precisar uma vez que já houve cirurgia anterior e fraturas subsequentes no mesmo local. Siga atentamente as orientações do veterinário responsável e certamente seu animal terá uma ótima recuperação.
      Grato Dr. André Carneiro

      • Obrigada Doutor!

        Estamos esperançosos desta vez! Ela já pisa bem devagar e cautelosamente com a patinha. Porém, tem ficado agitada dentro da cerquinha por estar ‘enjaulada’.

        Vou verificar a possibilidade de um calmante natural talvez pra quando ela estiver agitada e andando de um lado pro outro. Quanto sofrimento!

        Muito obrigada, e qq coisa volto a escrever!

        Cláudia

      • Olá Doutor,

        15 dias se passaram (da cirurgia para colocar a placa bloqueada) e a minha gatinha já encosta a patinha no chão porém percebemos que ainda sente.

        Ficou ‘presa’ dentro de um ‘berço’ que fizemos para evitar qq problema já q ela é muito levada. O vet – que aliás é um excelente profissional aqui do RJ – recomendou que ela passasse a andar para evitar atrofias e etc mas com ressalvas!

        Andamos com ela numa coleira algumas vezes durante o dia e de pois ela fica presa novamente. Daqui há 1 mês faremos raio x para verificar a calcificação

        Tanto medo da placa soltar, estamos traumatizados! Estamos no caminho certo Dr André?

        Att,

        Cláudia
        Obrigada!

      • Boa Noite Cláudia! Que boa notícia!
        Sim é necessário que o animal faça caminhadas leves pois além de não deixar atrofiar a musculatura, a calcificação é estimulada.
        Depois me mande o nome do colega veterinário que realizou a cirurgia e de onde ele é, as vezes precisamos encaminhar para outros colegas e tendo uma boa referência nos ajuda.
        Continue seguindo as orientações do veterinário responsável e quando tiver novidades me mande notícias.
        Att
        Dr. André Carneiro

      • Olá Doutor, obrigada!

        Quem a operou na 3a vez em que fraturou a perninha foi o Dr Júlio César de Oliveira Cruz que atende na Clínica West Care, no bairro de Campo Grande, no Rio de Janeiro, tel 21 2413-3504. Como o vet dela não trabalhava com placas indicou o Dr Júlio. Ele é excelente pessoa e profissional. Há também o Dr Ricardo Siqueira da Silva da UFFRJ mas era mais longe pra mim.

        Hoje ela fez a caminhada matinal mas está apoiando menos a patinha, já estou preocupada… É assim mesmo né? Tendo em vista o estado do osso, acho que a recuperação vai demorar mais…

        Vou tentar falar com o Dr Júlio pra acalmar o coração…

        Obrigada pela atenção! É bom dividir as angústias!

        Abraços

      • Olá Cláudia!
        Conheço sim, são excelentes profissionais, o Dr. Vinícius que é dono da clínica da aula na mesma universidade que eu. O Ricardo também conheço, outro grande profissional e bastante experiente.
        Seu animal está em ótimas mãos, siga todas as orientações!
        Um grande abraço!

  64. boa noite dr. espero q possa me ajudar,tenho um filhote de gato em casa q achei na rua de aproximadamente dois meses ,essa semana percebi um inchaço na pata posterior e q andava com dificuldade ,examinei e ao tocar vi q tinha um ferimento talvez causado por uma mordida ,pois tenho outro gato .limpei e apliquei uma pomada q tenho em casa para esses fins ,mas o quadro se agravou ,tenho a impreçao q o tecido esta morrendo sei q devo levar ao vet mas tenho medo de de q precise amputar ou ate mesmo sacrifica o q devo fazer
    obrigado desde ja

    • Bom dia, obrigada pela visita!
      Como você mesma disse precisa levá-la o quanto antes ao veterinário, quanto antes fizer o diagnóstico melhor para o seu animal.
      Grato Dr. André Carneiro.

  65. ola meu labrador de 4 meses sofreu uma queda de perto de 5 metros, da qual ele deslocou o femur, rompendo o ligamento o vet faloume que cortar a cabeça do femur seria a melhor opçao mas me referiram que tb se podia ter feito a reconstruçao do ligamento ?

    • Boa Noite Vitor, obrigado pela visita!
      Sim existe uma técnica que se chama “Pino em Cavilha” que funciona como uma substituição do ligamento redondo que é rompido quando há luxação coxofemoral.
      Att Dr. André Carneiro.

  66. olá dr Andre, ja tinha tirado algumas duvidas aqui no blog e hoje estou com mais uma. Meu gatinho quebrou a pata e fez a cirurgia para colocaçao de um pino e agora graças a Deus ele esta bem, esta comendo direitinho e esta de repouso e por incrivel que pareça esta bem comportado, eu é que estou morrendo de dó de deixa-lo preso, tive que coloca-lo dentro do box do meu banheiro porque na gaiolinha ele nao ficou de jeito nenhum, rsrsrs, mas la ele esta muito tranquilo. Gostaria de saber quanto tempo geralmente um gatinho de 7 meses fica com a tala e o pino? O vet disse que é de 3 a 4 meses, mas nossa é muito tempo assim mesmo? Obrigada!

    • Olá Dillierge, lembro do caso do seu animal!
      Vamos lá, se você quebrasse seu pé e colocasse uma placa ou pinos no seu pé, o médico mandaria você ficar pelo menos 1 mês sem apoiar o pé no chão, só com o pé para o alto, sim é esse o tempo necessário, precisa haver cicatrização de todos os tecidos ao redor da fratura e consolidação total da fratura.
      Siga as recomendações do veterinário responsável pela cirurgia e boa recuperação!
      Att Dr. André Carneiro.

  67. Olá Dr…Meu lhasa de 6 anos, teve uma briga feia c meu outro lhasa de 2 anos, em 2 fevereiro. Corri p o vet, pois estava todo retalhadinho e mancando c a patinha da frente. Avaliaram, fizeram curativos, remédios de dor, e disseram q talvez tivesse afetado um nervo da pata da frente. Realmente, ele está mancando bastante, principalmente, depois de ficar algum tempo deitado, as vezes levanta a pata, qdo está parado, estou muito preocupada…Piorou depois de semana passada, parece q deu uma travada num salto enqto ele corria, bateu c as duas patas de frente numa muretinha, caiu e começou a gritar de pernas p cima, levei p o vet, pois coloquei no chão e só levantava as perna traseiras e as dianteiras no chão. Deu um nó na garganta….e no fim, depois de 1h30 do ocorrido, saiu andando de lá… É grave??? tenho q ir fazer um RX???Por favor me ajude….E muito obrigada….

  68. Olá Dr. André!
    Tenho uma mestiça q adotei em um abrigo, ela se chama Lila e tem em torno de 10 meses e pesa entre 7 a 8kl, o q acontece é que levei ao pet shop para um banho e ela acabou caindo, no momento o medico apenas colocou tala e atadura e afirmou q nao era nada grave apenas luxação passou remédio (meloxivet 2mg e condrix) porem ao chegar em casa ela chorava muito de dor e não achei normal, acabei levando a outro veterinario onde fizemos o raio x e cosntatou fratura (laudo: EM RADIOGRAFIA SIMPLES, PROJEÇÃO DORSO-VENTRAL E MÉDIO-LATERAL, REGIÃO DO MEMBRO ANTERIOR ESQUERDO, OBSERVA-SE FRATURA COMPLETA EM TOPOGRAFIA DE FACE DISTAL DE RÁDIO E ULNA, ASPECTO GALHO SECO). A dúvida é a seguinte, o veterinario q fez o raio x indicou cirurgia urgente para colocar pinos internos e externos, porém voltei ao veterinario q deu o banho onde ela quebrou a pata e ele alegou q nao precisava de cirurgia e q imobilizando e dando medicamentos o osso q voltaria ao normal ( o fato é q nao acredito mais nele pois agil de má fé qnd enviou minha cadelinha para casa dizendo q nao havia nada de grave e qnd tiro o RAIO -X tomo um baita susto!?como assim? SE ELE NAO TINHA CERTEZA DA SITUAÇÃO PQ ALEGOU NAO HAVER NADA, JA QUE PODERIA INDICAR UMA RADIOGRAFIA DE FATO?). A cirurgia foi marcada, para quinta-feira agora dia 05.04.12, mas confesso q estou em dúvidas precisando de alguma resposta, se essa cirurgia realmente é necessaria, ou pelo fato de ter 10 meses esse osso poderia calcificar e voltar ao normal? Tenho medo q ela viva com dores, o q fazer doutor? Só quero o melhor para ela q já sofreu tanto em abrigos, nao merece sentir mais dores gratuitas.
    Obrigada! E aguardo respostas ansiosamente

    Emmanuelle Travassos

    • Boa Noite Emmanuelle, obrigado pela visita!
      A fratura não seria em “galho verde”, nunca ouvi falar de fratura em galho seco. Não avaliei seu animal mas se existe fratura a possibilidade de cirurgia é bastante provável.
      Grato Dr. André Carneiro

  69. Dr.,

    Tenho uma poodle de 14 anos. Em janeiro, ela se acidentou e perdeu o coxim da pata esquerda traseira. O veterinário que consultamos indicou a aplicação da pomada furanil diariamente com a realização de curativos. A ferida está quase fechando, mas percebe-se que a pata como um todo está enfraquecida na musculatura. Apesar disso, minha cachorra estava andando normalmente.
    Ontem, levei minha cachorra para uma consulta de rotina. Levou 1h40min p ser atendida. Nesse tempo, ela ficou no meu colo, meio que agitada. Em nenhum momento a coloquei no chão. Ao chegar em casa, percebi que minha cachorra não estava apoiando a referida pata no chão. A pata parece solta, bamba. Apalpei p ver se sentia dor, mas não houve nenhuma reação desse tipo. Ela agora só está andando se alguém ficar a amparando, pois não demora muito e cai, já que a pata não está firme. A pata está sem reflexos e com aparência magra, enfraquecida, ela não apoia mais a pata no chão.
    O que pode ter ocorrido? Será que houve alguma luxação de patela?

    • Bom dia Carolina, obrigado pela visita!
      Pode ter havido um problema que se chama atrofia por desuso, o animal não utiliza o membro com frequência e ele acaba atrofiando, como você disse a pata está muito fina e enfraquecida, pode ter havido esse problema. Mas é necessário um exame de um veterinário e realização de alguns exames para se saber o que realmente houve.
      Grato Dr. André Carneiro.

  70. Olá, Dr. André.
    Moro no interior do MT e verifiquei através de resposta sua a um dos posts acima, que você possui um contato em Cuiabá que realiza raio X e cirúrgias ortopédicas. Tenho uma golden e preciso fazer um Raio X para confirmar uma suspeita de displasia, mas na cidade que moro não há essa aparelhagem. Obrigada

    • Bom dia Daiana, obrigado pela visita!
      Sim tenho um colega veterinário que possui uma clínica em Cuiabá, o nome dele é Guilherme mas não tenho o endereço ou o contato nesse momento, entrarei em contato com ele e passo para você.
      Grato e boa sorte!
      Dr. André Carneiro.

  71. BOA NOITE, VENHO LHE PEDIR ORIENTAÇÃO, POIS VEJO Q O SR. É ÓTIMO NO QUE FAZ. MINHA CADELINHA DE 5 MESES FRATUROU EM TERÇO PROXIMAL DE FIBULA E FISSURA EM LINHA METAFISÁRIA PROXIMAL DA TÍBIA. DIREITO COM FRATURA EM LINHA METAFISPAIRA EM TPIBIA , AVULSÃO EM CRISTA CRANIAL TIBIAL E FRATURA EM TERÇO PROXIMAL DE FIBULA. GOSTARIA DE SABER MAIS SOBRE O QUE ACONTECEU E SE ELA TERÁ SEQUELAS. E SE ELA VOLTARÁ A ANDAR NORMAIL. A VETERINÁRIA DISSE Q ELA SÓ PRECISA DE REPOUSO E NÃO PRECISAIMOBILIZAR. JÁ GASTEI MUITO, E NÃO TENHO CONDIÇÕES NO MOMENTO EM IR A OUTRO VETERINÁRIO. MUITO OBRIGADA PELA ATENÇÃO.

    • Bom dia Janine, obrigado pela visita!
      Nesse caso não poderei ajudar muito você, não avaliei ou examinei seu animal. Siga as orientações do veterinário responsável e se notar algum problema leve-a para uma reavaliação.
      Grato Dr. André Carneiro.

  72. Dr. André, boa tarde
    Minha filha, uma rott de 10 anos perdeu uma unha da pata dianteira direita e logo após começou a ter um inchaço no dedo, levei ao vet e ele me disse que teria que amputar o dedo pois é um cancer. estou desesperado pois ele me disse que talvez ela não suporte a cirurgia e o dedo nao para de inchar, não tenho coragem de passar por essa cirurgia mas também não posso ficar vendo esse sofrimento. Será que esse suposto tumor após a amputação não irá se desenvolver para outra região da pata? Me ajude pelo amor de DEUS ESTOU TOTALMENTE DESNORTEADO NÃO SEI O QUE FAZER.
    Aguardo seu apoio, obrigado e boa páscoa para você e sua família.

    • Bom dia André, obrigado pela visita!
      A cirurgia pode ser feita e é comum fazermos esse tipo de cirurgia. Se todos os exames pré-operatórios estiverem normais pode-se realizar sem problema algum. Para sabermos qual tipo de célula existe nesse tumor só fazendo uma biópsia, os animais se adaptam muito bem a essa cirurgia.
      Grato Dr. André Carneiro.

      • Obrigado Dr André, mas o problema é que o vet não fez nenhum exame em relação a biópsia, pode ser pela experiencia que ele tenha determinado que seja um tumor. Agradeço suas palavras que me confortaram bastante, e fique com DEUS.

  73. Bom dia Dr. André. Tenho um labrador com 6 meses, e há um mês percebei que ele não colocava a pata esquerda no chão e chorava de dor. Quando levei ao veterinário, ele disse que não havia fratura que poderia ser Displadia mas não solocitou RX, apenas medicou Meloxivet e Condotron 1000mg, e mandou que eu não deixasse ele brincar com outro chachorro que tenho por o período de uma semana. Depois desse tempo meu labrador ficou ótimo sem sentir dor. Mas ontem quando ele estava brincando ele voltou a mostrar o mesmo sintoma. E ao pesquisar sobre displasia fiquei muito preocupada. Gostaria de saber se devo fazer o RX logo, já que ele só tem 6 meses, e se caso for confirmado que ele tem displasia, obrigatoriamente terá que passar por uma cirurgia, ou há casos que só um tratamento será suficiente? Devo deixá-lo separado do meu outro cão, sempre evitando que ele faça esforço, ou ele poderá ter uma vida normal?

    • Bom dia Paloma, obrigado pela visita!
      Se o seu animal com 6 meses já apresenta sintomas de displasia, é indicado fazer um rx para avaliar o grau dessa displasia e se realmente é só isso que acomete seu cão. O tratamento definitivo para displasia é a cirurgia, principalmente em cães tão jovens. Operei um labrador de 8 meses a 45 dias atrás e ele está ótimo.
      Grato Dr. André Carneiro.

  74. Boa noite Doutor
    Levei minha gata para castrar no sábado, ela já voltou da anestesia, porém ela não come e não consegue se levantar. Verifiquei na cirurgia e está tudo aparentemente regular, mas quando mexo na perna direita ela grita de dor e ameaça morder. Pelo que percebi podem ter aplicado alguma injeção dolorida ou errada, mas também não sei se é normal.. como posso ajuda-la, pois desde ontem ela também não faz suas necessidades…
    Obrigada

  75. Boa noite Doutor, tudo bem?

    Tenho uma cadelinha que se chama Meg. Em julho do ano passado ela foi atropelada e fraturou a coluna. Na época foi feita a cirurgia para colocação de pinos e depois de algum tempo, com a ajuda de uma fisioterapeuta (de gente, pois aqui por perto não temos nenhuma fisioterapeuta veterinária), ela voltou a andar. O único problema é que ela não recuperou a propriocepção.
    Foi feito a cerca de dois meses a cirurgia para encurtamento do tendão, porém sem sucesso. Repetimos a operação e, nesta semana, tiramos as talas e ela ainda vira as patinhas. Gostaria da opinião do senhor, será que há solução? Será que existe talvez um sapato resistente para que ela não se machuque? Usamos talas, porém as mesmas a machucam por serem muito duras… O senhor já atendeu casos assim? O que normalmente ocorre?
    Obrigada

  76. Bom dia Dr. André!!
    Tenho um poodle de 9 meses,(7kg), que caiu ao descer da cama e quebrou a patinha esquerda da frente. Levei ao vet que imobilzou e disse que precisaria fazer uma cirurgia para colocação de um pino. Fiz o RX que evidenciou muito bem a fratura na patinha. Procurei um ortopedista que me disse a mesma coisa do vet, marcando a cirurgia para o dia 03/03. Após a intervenção cirúrgica ele tomou antibiótico, antiflamatório e ele receitou um calmante para que ficasse quieto.
    Com o tempo eu notei que o calmante deixava ele triste e sem apetite, daí eu só dava um pouco antes dos curativos já que ele tem o hábito de dormir quase o dia inteiro mesmo sem calamante.
    Na últma consulta que foi no dia 05/04, o ortopedista notou que a patinha está calcificando um pouco curva e disse que deverá fazer uma nova cirurgia para consertar. E vc sabe como é filhote, nas horas que vagas ele estava não só comendo as ataduras e esparadrapos, como também mordeu os ferros dos pinos, tirando eles do lugar.
    Daí está o meu dilema, sinto que vai ser mais um sofrimento uma nova cirurgia, pois ele vai morder tudo novamente e tudo voltará a ficar como agora.
    Ele falou que ele não poderia colocar a patinha no chão para não forçá-la, mas como ele não sente dor, as vezes ele anda normalmente com a patinha no chão nos deixando apavoradas, mas sem saber como evitar.
    Se ele está bem saudável, correndo a casa toda vc acha mesmo necessário uma nova cirurgia, só para consertar uma patinha torta.
    Eu sei que estou desesperada para que tudo isso acabe logo, mas o que tiver que fazer para o bem do meu filhote, eu farei, apesar de achar que 3 meses são uma eternidade.
    Desculpa o texto enorme e desde já agradeço.
    Lucilana

    • Boa Noite Lucilana, obrigado pela visita!
      Quem vai dizer a você a necessidade ou não de uma nova cirurgia é o veterinário que está acompanhando o caso. Não avaliei seu animal nem vi os exames, se houver um desvio muito grande que comprometa a função do membro é sim necessário realinha-lo.
      Grato
      Dr. André Carneiro

  77. Boa tarde Dr. André
    Tenho um cachorro mestiço de 9 anos de idade, porte grande. Desde novembro do ano passado ele vem sofrendo de otite (a doença melhora e volta), já foram utilizados todos os medicamentos possíveis e não resolveu. Inclusive foi realizado exame para verificar a sensibilidade ou não aos vários tipos de antibióticos existentes. Ele continua com uma inflamação no conduto auditivo. O médico informou que a única solução agora é fazer uma cirurgia e encaminhar para biópsia, pois pode ser um tumor no ouvido. Será que devo consultar mais um médico? Fico preocupada de expor novamente meu cachorro ao risco de uma cirurgia com anestesia (ele foi castrado há 8 meses), será que não há mais outras opções?
    Desde já agradeço!

  78. Boa Noite Dr. André,

    Comprei uma cachorrinha maltês com 40 dias e após 4 dias ela começou a mancar e não pisar
    com a pata traseira direita no chão. Eu já havia percebido que ela andava feito coelho, pulando, mas achei que fosse normal. Mas agora ela manda e nao consegue ficar em pé por muito tempo. Já tive uma Maltes que apresentava luxação patelar ocasional, mas os sintomas apareceram quando ela já estava adulta. Estou preocupada pois me parece que é um problema congênito e como nesta cachorra está acontecendo muito cedo pode ser mais grave, com sequelas importantes. Gostaria de saber qual providência a ser tomada e como eu poderia ter um diagnóstico mais preciso. Pensei em contactar o canil pois o mesmo me entregou o animal sem nenhuma garantia de saúde.

    Obrigada,
    Paola

    • Bom dia Paola, obrigado pela visita!
      O seu cão pode sim ter uma luxação patelar congênita, ou uma displasia coxofemoral congênita. Primeiramente você deve levar o seu animal ao veterinário onde serão feitos todos os exames clínicos, e solicitados os exames necessários para o diagnóstico do seu animal.
      Quando você tiver um diagnóstico mais preciso é bom avisar ao canil.
      Grato Dr. André Carneiro.

  79. Olá, hj meu cachorro um doberman foi atropelado pensei que a pata tinha quebrado, mas tipo a parte inteira da pata ele não consegue mexer levei na veterinaria ela analisou e disse que era caso de cirurgia, ela disse que fraturou em varias partes, estou muito preocupado com ele, queria saber se a cirurgia deixara ele caminhar normal novamente e enquanto tempo ele podera voltar a caminhar? ele pesa em torno de uns 45kg a 50kg.

  80. Bom dia Dr. André

    Dr. tenho uma Dalmata de 1 ano , quando pequenina ela caiu em machucou uma patinha ficou por 1 semana tomando um analgesico mas melhorou de lá pra cá toda vez que ela fazia alguma brincadeira que fosse um pouco mais brusca ela caia cima desta pata e fica mancando novamente , mas a coisa ficou mais seria , percebi que a alguns dias mais ou menos 20 dias ela passou a comer deitada , em seguida ela começou a não apoiar mais a pata traseira que mecionei acima , depois disse passou a ter dificuldades para levantar , se levantava chorando acho que dor chegou a vir se arrastando ate mim , chamei a vet ela me disse que poderia ser deficiencia de calcio , passamos a aplicar varios medicamentos do tipo , corticoide , vitamina B1,e meloxican no primeiro dia do tratamento ela ficou otima nem mancar mancava mais mas do segundo dia em diante ela passou a mancar novamente ai notei que ela tbem tinha dificuldades para apoiar a pata dianteira contraria da traseira , hoje ela mau consegue caminhar esta evitando pois ela ñ ta conseguindo apoiar as duas patas no chão , minha duvida é será que pode ser DISPLASIA COXOFERMURAL …qual seria o melhor a fazer..

    obrigada Dr tenha uma otima semana

    • Bom dia Luciana, obrigado pela visita.

      Sim, pode ser um caso de displasia. O melhor a fazer é levá-la a um veterinário especializado em ortopedia, assim ele vai solicitar os exames necessários para um perfeito diagnóstico do seu animal.
      Att Dr. André Carneiro.

  81. boa noite Dr André
    tenho gato siames de 3 anos e meio, acho q ele foi atropelado por que fraturou varios ossos da perna e femur tb, ele fez cirurgia faz uns 25 dias, já cicatrizou os ponto,( colocou pino e os ossos q estava fraturado em varios lugares o dr falou q amarou com barbante de aço) mais ele ainda esta mancando, ele come super bem, faz 25 dias q ele esta preso, gostaria de saber se posso deixar ele solto dentro de casa? ou ainda tenho q deixa-lo preso dentro de uma gaiola? vc sabe me dizer quanto tempo pode demorar para o osso cicatrizar?
    muito obrigada pela sua atenção abraços
    marcia

    • Boa Noite Márcia, obrigado pela visita.
      A cicatrização óssea depende do tipo de cirurgia que foi realizada, mas deve demorar pelo menos 60 dias. Quanto a deixar ele solto, siga as orientações que o veterinário responsável lhe deu.
      Grato Dr. André Carneiro

  82. oi, meu namorado pisou na minha cachorra e acabou quebrando a bacia, teve que colocar placa e pino. A minha cahorro anda um pouco mais sempre com a pata ruim levantada e dificil deixar ela presa, ela esta vomitando e com diarréia.levei ela no dia seguinte da operação para o veterinario para ver um dos pontos que tinha aberto, ele falou que não tem problema que não e nada, mas em casa sai umas aguinhas e um pouco de nada de sangue desse ponto aberto, e parece que a pomada nebacetim (acho que isso) nao esta fazendo efeito. Acha que mesmo ela andando com a pata levantada e ruim, os pinos podem ja ter saido? e se esse ponto aberto deve ser fechado ?ese e normal ela esta vomitanto e com diarreia por conta dos remedios ?

  83. a operação foi domingo agora que passou!!!!!por favor me responda logo estou muito preocupada.Parece tambem que no vomito saiu um pouco de sangue, ou sei la acho que to tão preocupada que to vendo coisa, mas ela vomito tudo que comeu hoje!!!

    • Boa Noite Giulyane, obrigado pela visita.
      Se seu animal está apresentando vômito e diarréia, procure o veterinário responsável pela cirurgia urgente e relate isso a ele. Possivelmente ele está fazendo uma reação grastrointestinal ao medicamento.
      Grato Dr. André Carneiro

  84. Boa tarde, Dr.André
    Meu cão lhasa apso de 11 anos passou ontem por uma cirurgia no intestino delgado para tirar o excesso daqueles ossinhos brancos que ele andou comendo. Está se recuperando bem, segundo a veterinária, passou a noite sem dores. Mas está muito, muito abatido, o que tem me deixado desolada e ansiosa. Quanto tempo demora esse pós-operatório? Quando ele voltará a abanar o rabo e ter uma vida normal? O que eu posso fazer pra ajudar? Grata. Mariana

  85. Boa Noite!
    Tenho um gato com 6 meses, a uma semana ele apresentou uma dor na pata traseira, dei cetoprofeno para dor, ele levantou e continuou brincando como sempre, no outro dia ele brincou, deitou no pátio mais ainda mancando um pouco, notei que a noite ele começou a ficar quieto, já que é muito ativo, no dia seguinte ele acordou e quase não conseguia ficar de pé, corri para o veterinário que tirou examinou e disse que ele estava com sintomas neurologios(não sei se é isso mesmo) bateu RX que constatou um edema, não apresentava fratura e nem luxação, no outro dia parou de andar, não faz xixi e nem cocô mais tem reflexo, começamos com o tratamento conservador, amanhã faz uma semana e acredito não ter melhoras, ou melhor, não sei se isso pode ser considerado melhora( ele estica as patas traseiras quando se espreguiça e ele não fazia isso, quando fazemos cosquinha ele movimenta os dedos, mais não mexe o rabo, embora tenha dor) minha dúvida é o seguinte, quanto tempo é a recuperação? Qual é a chance dele não voltar a andar? E se caso o tratamento conservador não der resultado pode ser feita cirurgia? Quanto tempo de tratamento conservador para se ter ideia de que não está adiantando ou está? Perguntei sobre fisioterapia para o veterinário mais esse não indicou por ser uma lesão recente.
    Obrigada pela ajuda!

    • Boa Noite Fabiana, obrigada pela visita.
      Seu animal precisa de uma avaliação mais precisa, com realização de mais exames e avaliação neurológica, pode ser algum tipo de compressão nervosa.
      O prognóstico dele só poderá ser dado após todas essas avaliações.
      Att
      Dr. André Carneiro

  86. Boa noite. primeiramente parabéns pelo blog e por sua gentileza em responder as mais variadas dúvida. Minha cadela Lili da raça pincher vai fazer 4 anos.Ela cruzou com o sobrinho e teve o seu primeiro filhote em 12 de março de 2012, a cachorrinha ainda não consegue andar e se estremeçe toda principalmente a cabeça, ela não se equilibra, quando colocamos ela no chão ela se bate de um lado para o outro tentando se erguer.Aparentemente ela não sente dor. Me falaram que ela pode ter displasia. É possível um pincher nascer com essa doença? O grau de parentesco dos pais tem influência? O que fazer?

    • Boa noite Andréia, obrigado pela visita.
      Sim o animal pode ter um displasia congênita, mas apenas um mês de vida acho muito cedo para tal sintomatologia. Pela sua descrição pode ser um caso neurológico, uma hidrocefalia quem sabe. Em relação ao parentesco pode sim ter influência em doenças congênitas.
      Leve o mais rápido possível esse seu filhote ao veterinário para uma avaliação.
      Grato Dr. André Carneiro

      • Drº André obrigada pela atenção, fiquei muito feliz em receber seu retorno.Vou levar a cadelinha amanhã mesmo ao veterinário.Assim que eu tiver um diagnostico volto a entrar em contato.Seria muito bom se todo profissional amasse o que faz, vc é um exemplo a ser seguido.
        Andreia.

  87. Boa Tarde

    Escrevo de Portugal e venho por este meio pedir-lhe a sua opinião..Tenho um gatinho que caiu da minha janela do 3º andar e levei-o de imediato ao Vet. Ele tinha sangue na parte exterior da coxa e depois de fazerem rx foi detectado que não tinha hemorragias internas mas que tinha a bacia partida. Sugerem uma operação e penso que irá ser efectuada ainda amanhã.Ele está apenas a levar desde ontem analségico e soro e penso que amanhã será operado mais tardar. Gostaria de saber se nestes casos os gatos recuperam, se não ficam com mazelas ou se há o risco de ficarem com alguma deficiência motora visto que ele não movimenta neste momento as patas traseiras. Como é depois o pós-operatório? ele fica imobilizado, fica com talas, como se processa depois a recuperação e mobilidade dele? Obrigada e bem Haja pela sua disponibilidade e amor aos animais..que todos fossem assim como o Dr e em todas as áreas que exercem.

    • Bom dia Fernando, obrigado pela visita.
      Não sei qual tipo de fratura houve no seu animal, mas geralmente os gatos se recuperam bem de fraturas em bacia. A recuperação vai depender do tipo de cirurgia que for feita. Siga todas as orientações prescritas pelo veterinário responsável e tudo ficará bem.
      Conheço um grande cirurgião ortopédico em Portugal, o Dr. Marcos Falcão, tem uma clínica em Caiscais que se chama Veterinária da Bicuda: http://site.cvbicuda.pt/
      Att.

      Dr. André Carneiro

  88. Bom dia Drº. primeiramente quero lhe parabeniza-o pelo incentivo de criar um blog do qual favorece informações tão ricas para nossos queridos bichinhos.
    Gostaria de informação a respeito de fisioterapia após cirurgia de displasia coxofermural.
    Tenho um chow-chow de 7 meses e se submeteu a essa cirurgia recentemente na pata traseira esquerda sendo a direita com o mesmo problema. No raio-x que foi feito diagnosticaram grau 4. Desde muito pequeno cuido dele com leite de cabra, e vitamina Condromax. Apos a cirurgia ele nao tem apoiado a pata operada no chão, acredito por ainda ser recente, porem todo o peso do corpo ele apoia na outra que também tem o problema e será operada quando a esquerda estiver melhorzinha, meu medo é esse sobre peso na pata direita que ele já esta mancando por sinal.
    A veterinária me indicou como fisioterapia a natação porem na minha cidade não existe uma clinica especializada para a realização desse tratamento, gostaria de obter informação de que tipo de atividade posso fazer com ele.
    Tenho evitado caminhadas pq faz um mês que ele operou e ele precisa emagrecer já que ele com 7 meses pesa 25kg.
    O que me indica?

    • Bom dia Talita, obrigado pela visita.
      Todos os meus pacientes ortopédicos encaminho para realização de fisioterapia com a Dr. Tatiana Bergamine, aqui do RJ, eu não prescrevo ou indico qualquer exercício. infelizmente nesse caso não poderei ajudar a você.
      Att.

      Dr. André Carneiro

  89. Ola! Dr Andre,no dia 18/04 foi atropelada uma cachorrinha em frente a minha casa pois a pessoa que atropelou nao socorreu, eu peguei ela e levei no veterinario, pois o diagnostico foi que ela havia quebrado a bacia, fiquei muito preocupada,mais ela esta reagindo bem pois a veterinaria receitou antiflamatorio, e um calcio para ela comer junto com a raçao, pois optei por traze-la para cuidar em casa, ela e muito docil, so que estou com muito medo que ela nao ande mais.Ela tem aproximadamente um ano,pois a vet disse que e mais facil a recuperaçao por ela se filhote.

    • Boa noite Natália, obrigado pela visita.
      Não avaliei seu animal, mas dependendo de onde for a fratura nem é recomendada a cirurgia, na grande maioria das fraturas de bacia recomendo apenas repouso e restrição de espaço para uma melhor recuperação do animal. Sem dúvida o fato de ser filhote contribui ainda mais para uma rápida recuperação.
      Att
      Dr. André Carneiro

  90. Bom dia Dr,
    Minha gata de 5 anos foi diagnosticada ontem com fístula, e pesquisando na internet vi que é igual a esse que o sr postou no dia 03/08/2011 (fístula de glândula adanal). Moro no interior do interior. Gostaria de ter mais informações sobre isso. O que é, o que causa, como tratar, o tempo de recuperação e como devo me portar. Tenho outra gata de 1 ano. A veterinária receitou: rifocina spray 2 x ao dia, pomada vetaglós 2 x ao dia e o colar pra ela não ficar lambendo o local. A ferida está com uns 3,5 cm de diâmetro perto do ânus. Ontem que vi esse ferimento e a levei imediatamente à veterinária. Minhas gatinhas são minhas paixões, por favor me ajude.

    • Bom dia Keila, obrigado pela visita.
      A fístula pode ter vários motivos, o principal é a inflamação da glândula adanal. O tratamento inicialmente é esse mesmo, curativo e pomada cicatrizante, se não houver melhora se faz a cirurgia de retirada da glândula.
      Att.
      Dr. André Carneiro.

  91. Olá Dr. Andre, gostaria que me orientasse sobre cirurgia nas mamarias em felinos…
    Tenho uma gata, praticamente uma filha pra mim, que encontrei na rua cheia de problemas, cuidamos dela, foi realizada a castração e remoção do útero, e ela se recuperou, atualmente ela tem 10 anos aproximadamente e a mais ou menos 6 meses começou a aparecer alguns nódulos nas mamas, até então normais, só que começou a vazar, levei-a ao vet e ele recomendou a cirurgia e remoção de todas as mamas e dos nódulos, será que devido a idade dela e tudo mais, ela consegue passar por uma cirurgia tão grande’ assim?
    Aguardo respostas…

    • Bom dia Luana, obrigado pela visita.
      Qualquer tipo de nódulo em mama é recomendado fazer a mastectomia de toda cadeia mamária afetada. Em relação a idade e os riscos cirúrgicos, certamente o veterinário irá solicitar exames pré-operatórios e com os resultados obtidos, vai avaliar se a cirurgia pode ou não ser realizada.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  92. Boa -tarde Dr. André!! Venho através daqui pedir-lhe ajuda.. Tenho um gato de 7 anos, há 2 anos ele começou a se lamber na barriga perto da pata traseira, desde aí , por onde ele se lambe se machuca, é como uma compulsão, lambe lambe e nao pára, está machucado por todos os lados.. Já fizemos exames de sangue, também uma raspagem da ferida (resultado negativo para sarna), já o levamos em vários veterinários, todos indicam corticóides, o último indicou cefalexina por 21 dias , agora o veterinário injetou corticóides e disse que é de longa duração; melhora, pára de coçar , mas em alguns dias volta tudo. Para ajudar, entre o corpo e o rabinho está muito inchado, ele odeia que toque, parece que tem uma dor enorme naquele lugar, inclusive ali sempre está inflamado. Por favor, peço alguma sugestão, algum conselho, estamos muito cansados, ele sofre muito… Aguardo. Muito obrigada!!! Atte. Marcia

    • Boa noite Márcia, obrigado pela visita.
      Você já procurou ajuda com um dermatologista veterinário? Pode ser necessário fazer uma biópsia de pele para descobrir a possível causa.
      Att.
      Dr. André Carneiro

      • Bom – dia Dr. André, muito obrigada por responder. Sim, já fizemos uma biópsia, mas o veterinário disse que o resultado foi negativo para sarna, mas geralmente nessa biópsia o que inclui? Aguardo. Obrigada novamente. Marcia.

  93. Ola doutor, tenho um gato de onze meses que quebrou o femur por cair do 5o andar do predio, fez a cirurgia e esta com pino, mas hoje o pino furou a pele e saiu sangue com liquido…tem 14 dias desde a cirurgia e ele nao apresenta sinais de dor. O que eu faco?

  94. Olá Dr. Andre, gostaria que me orientasse.pois tenho uma cadela da raça doberman de 9 meses,e ha dois meses atras ela foi atropelada.levei na veterinária e a mesma me orientou que fosse feito uma osteossíntese,porem o custo ficou muito alto, aqui no DF, não pude fazer, já tem 60 dias e ela esta se recuperando bem apoiando a pata, só que quando ela força estufa como se fosse a cabeça de um osso na traseira e imaginei que poderia ser a cabeça do fémur que esta fora do lugar,pois não foi feita nenhuma radiografia.qual a melhor procedimento a ser tomado neste caso ?sera necessário mesmo uma cirurgia? grato Ângelo.

    • Boa noite Ângelo.
      Pode sim ser a cabeça do fêmur que está luxada devido ao trauma. Retorne ao veterinário para uma reavaliação, a necessidade de uma cirurgia só será descoberta após a realização dos exames necessários.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  95. bom dia dr André.
    retornei ontem mesmo fiz os procedimentos necessários e foi notado
    que o fémur não se colou, pois uma das pontas esta por cimo da outra,
    só que agora esta aparecendo algo como se fosse um furúnculo com sangramento. o vet me explicou que pode ser ostiomelite , e possivelmente terá que amputar o membro.qual nao entendo porque se o mesmo esta com suas funções normais.sera mesmo necessário este procedimento?retornarei hoje pra saber a resposta do especialista da upis .

    grato pela atenção

    Ângelo Sales

    • Bom dia Ângelo,

      Não examinei seu animal, mas a osteomielite pode ser tratada com antibióticos a amputação é um último recurso quando o tratamento medicamentoso não tem o efeito esperado. Converse com o veterinário e esclareça todas as suas dúvidas em relação a todas as possibilidades de tratamento.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  96. Boa noite Doutor André. Obrigado pela iniciativa do blog, nos ajuda muito a esclarecer várias duvidas. Sou de Santa Maria/RS. Tenho uma rottweiler com 3 meses que esta ficando com pata direita da frente torta, e com uma saliencia, que até parece ter nas esquerda mas bem menos. Começamos notar a uns 20 dias atras, e agora ela começou a mancar, mas só da pata direita logo que levanta ou quando caminha ou corre bastante, mas não chora, nem quando é apertada a patinha. Levamos ela hj pra fazer um raio-x aqui na UFSM, o médico/professor ortopedista não estava, vamos retornar terça pra falar com ele. Mas a médica residente que nos atendeu acredita que pode ser por causa do crescimento dela, e falou q se fosse isso colocando uma tala por 1 mes, e trocando a cada 7 dias isso resolveria. Mas tambem falou q o problema pode ser uma fratura antiga, como a mãe ter pisado nela quando filhote, e o osso estar crescendo torto. Voce ja teve algum caso parecido? Tem alguma idéia do que pode ser?

    Obrigada.
    Att, Maria

    • Bom dia Maria, desculpe a demora.
      Nunca tive nenhum caso assim. Não sei quem é o veterinário ortopedista da UFSM, se for o Dr. Jorge Castro, que inclusive foi meu professor aqui no RJ, é um excelente profissional. Você esta em uma instituição de referência, siga todas as orientações dadas pelos veterinários e tudo ficará bem.
      Att.
      Dr. André Carneiro.

      • Boa noite Dr. Andre, agradeço dede ja por sua atenção e por sua resposta. O ortopedista que nos atendeu é o Dr. João Eduardo, ele analisou os raio-x e falou que o problema foi uma fratura que ela teve a uns 2 meses(antes de pegarmos ela), mas somente na pata direita e que calcificou torta, a esquerda esta normal, mas mesmo agora ela estando apenas com 3 meses e 10 dias ele não aconselha fazer nehum tipo de cirurgia, acha mais conveniente esperar ela crescer pra ver como vai ficar. Mas o fato de ela mancar logo q acorda e quando corre/caminha demais será q ja não é um sinal q esta com problemas, ou isso pode passar a medida q ela crescer? Tenho medo por ser um cão de grande porte. Gostariamos muito que ela pudesse ter uma vida normal, de podermos levar ela pra passear, jogar bolinha… pq eles tem muita energia, e fico com medo que esse ‘probleminha’ possa prejudicar sua vida no futuro.
        Obrigada Dr. André.

        Att. Maria

  97. Olá!!! Tenho uma cadelinha SRD de aproximadamente dois anos .Ela foi atropelada no dia 20/02/2012,e quebrou a pata esquerda traseira.Levei para o veterinário e ele disse que teria que fazer uma cirurgia no fêmur,e foi colocado um pino.Ela passou dois meses com o pino,até o osso se recuperar.No tempo determinado retornamos ao veterinário e ele passou uma radiografia para ver se o osso já tinha se reconstituído,observou e disse que estava tudo certo e poderia retirar o pino.Já faz uma semana que ele foi retirado,só que a pata dela está mole,e ele não consegue controlar os movimentos nem colocar a pata no chão. O que pode ter acontecido?Será necessário outra cirurgia? ela vai voltar a andar??

    Obrigada

  98. Boa Tarde Dr. André!!

    Meu cãozinho, hoje(12/05/2012), fez uma microcirugia, para retirada de um nódulo. O corte deve ter mais ou menos uns 4cm e está um tanto inchado. O que posso fazer para desinchar?

    Att.,
    Mayara

  99. Boa noite,Dr.Andre.

    Comprei um pastor que hoje esta com 7 meses e a pouco mais de 1 mês vi que ela não estava comendo como antes,e comecei a observar que ela estava andando de forma irregular.Fiz um raio-x na Provet e foi constatado como displasia bilateral severa..ela ira passar por cirurgia.
    A minha duvida é:
    -Sendo tão nova essa displasia pode ser adquirida?Pois irei pedir os custos dos procedimentos a quem me vendeu a minha cadela,que de acordo com o canil,os pais tem controle de displasia e ela possui pedigree.
    -E mesmo apos a cirurgia ela terá uma vida normal e sem dor.

    Att

    Cristiane

    • Bom dia Cristiane.
      Displasia aos 7 meses de forma moderada a severa e bilateral, existe grande possibilidade de ser congênita. A displasia é uma doença hereditária, portanto apenas o controle dos Pais não é suficiente, deve-se fazer um controle mais rigoroso do avós também. Os animais jovens tendem a responder muito bem a cirurgia e vivem de forma normal após a ela.
      Att.

      Dr. André Carneiro.

  100. Boa Tarde Dr Andre! Minha cachorrinha foi atropelada faz mais ou menos 25 dias o diagnostico do vet foi que ela havia quebrado a bacia, porem ele me disse que a recuperaçao era so repouso, a alguns dias ela ja sente o rabinho, ja esta sentando, encolhendo as perninhas, So que ela nao esta firmando as patas isso e normal? Estou fazendo tudo conforme o vet me indicou, ela tbm esta tomando calcio junto da raçao, deixei ela com restricao de espaço para nao se movimentar.

    • Boa noite Natália,
      A grande maioria das fraturas de bacia em cães são tratadas apenas com repouso, 25 dias é pouco para uma recuperação total. Continue seguindo as orientações do veterinário responsável que tudo ficará bem.
      Att.

      Dr. André Carneiro.

  101. Boa noite, Dr André!
    Bom, vi um cachorro caindo de um viaduto e leivei em uma clinica veterinária. Ele teve as duas patas trazeiras quebradas e precisa colocar pinos. Isso foi dia21/04. O médico falou que se demorasse muito de fazer a cirurgia não ia ter mais jeito,mas não deu um prazo. Gostaria de saber se ainda há tempo de fazer a cirurgia? Parabéns pelo blog!!

  102. Olá Dr. André, meu cachorrinho sofreu um atropelamento há 10 dias, ficou com o quadril torto sem muita movimentação,levei-o ao veterinário e o mesmo falou que ele não havia quebrado nada, receitou o antiflamatório azium, aplicação durante 3 dias e depois somente repouso, no entanto o bichinho ficou muito nervoso, deprimido, apático, medroso, e tb parece-me que está muito dengoso, não sei se ele realmente está sentindo alguma dor ou se o problema pode ser psicológico e como faço para que ele volte a fazer as atividades que fazia antes, ele se movimentava bastante, brincava com uma bolinha o tempo todo e agora só fica deitado e com alguns tremores. Ele não fez raio-x. Me ajude Doutor.

  103. Dr. André , tenho um felino chamado Igor, que vai a noite pras baladas e sempre volta machucado . Em 2010 ele voltou com um furinho na perna esquerda e se arrastando .O veterinário disse que ele estava com uma fratura na bacia e o raio x confirmou isso . Não tive condiçoes finançeira para tal procedimento , mesmo porque, o furinho com 3 dias se tranformou em um buraco de 5 cm de diametro e com uma semana a parte interna da coxa dele abriu toda.A perninha dele estava necrosada e a veterinaria disse que as bactérias estavam comendo ele por dentro .Levou 6 meses pra cicatrizar . Eu gastei o que náo tinha pra cuidar dele . Ontem ele voltou pra casa com uma fratura na pata esquerda á mesma perna que custou tanto tempo pra cicatrizar, estou dando remédio para a dor, mas esta muito dificil arrumar o dinheiro para fazer os procedimentos necessários. Se o Senhor puder fazer essa cirurgia no Igor em doaçao eu ficarei eternamente grata .Pois não sei mais o que fazer , mesmo na suipa eu não tenho condiçoes de pagar .Já levei o Igor duas vezes pra castrar e não consegui porque ele está sempre com um machucado novo .Mais uma vez lhe agradeço e que Deus lhe abençoe sempre.

    • Bom dia Valéria.
      Você já procurou o Instituto Jorge Vaitsman da prefeitura na Mangueira? Lá os custos geralmente são bem mais baixos. As Universidades também costumam ter preços mais baixos.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  104. Doutor André,
    Tenho uma cadela rottweiler com exatamente seis meses. Há duas semanas Guisela vem mancando na pata dianteira direita, não sei se foi após uma queda ou tropeção, porém ultimamente está queixado-se e ganindo representando sentir dor. Guisela continua insistindo a andar por vezes insiste em correr, e logo repreendemos para não fazer. Levei a sua Veterinária ao qual é muito atenciosa e boazinha, receitou Artrix por 7 dias, sendo que continua mancando e continua sentindo dores, penso em imobilizar a pata, pois reparei há um dia que Guisela está começando a puxa a pata traseira direita também, e não sei se é do reflexo. Gostaria muito de uma segunda opinião, pois estamos muito sensibilizados com nossa Guisela estar sentindo-se tão mal e não sei como insistir com a Veterinária para partirmos para um exame mais detalhado e profundo. Entrei em contato com o Canil e o criador, foi muito solicito informando sobre o controle total da displasia…
    Obrigada pelo espaço e um ótimo dia!
    Vanessa

    • Bom dia Vanessa. Obrigado pela visita.
      Seria legal fazer uma avaliação com um veterinário especializado em ortopedia. Pode ser necessário a realização de um Rx para descartar qualquer possibilidade.
      Att.
      Dr. André Carneiro.

  105. Dr, tudo bem? Tenho uma cachorrinha vira-lata de cinco meses que foi atropelada e precisou passar por procedimento cirúrgico para colocar pino no fêmur. No entanto, hoje, após quatro dias da cirurgia, parece que o osso da bundinha dela, subiu! Está estranho, terei que retornar ao veterinário? Obrigado!

  106. Olá Dr.!
    Eu tenho um Border Collie, que trancou a patinha na porta do carro, e quebrou os ossinhos da patinha, e também rasgou aquela esponjinha que tem em baixo da patinha dele!
    Nós ja levamos ele pra bater raio-x, e realmente quebrou os ossinhos, mas o veterinário disse que é pra deixar assim mesmo, e não colocar nada.
    Ai ele está manco porque não consegue por a patinha no chão, e a patinha está daquele jeito, abertinha, e ele lambe muito!
    Nós achamos que devemos por alguma coisa pra não deixar pegar sujeira, o que o senhor acha?
    Aguardo resposta, obrigada!

    • Bom dia Jéssica.
      Você pode colocar um colar elizabetano (aquele que parece um cone) nele para evitar que fique lambendo, pois se ficar lambendo prejudicará a cicatrização.
      Att.
      Dr. André Carneiro.

  107. Olá doutor. Boa noite.
    Confesso que estou em lágrimas hoje o dia inteiro.
    Ganhei um gatinho, muito bonitinho.
    Ontem a tarde ele saiu a frente de casa e não sei como ele se machucou (se foi acidente ou maus tratos) ele quebrou uma pata traseira, acima do segundo joelho se é que me entende, e isso foi constatado por um raio x. pois um amigo se solidarizou em leva-lo ao vet para mim.
    O vet disse que tem que operar, Só que não tenho condições alguma disso, imagino que seja bem caro.. e tenho me angustiado muito com isso…
    o gato esta bem calmo, queietinho uma gaiola, a qual consegui emprestada, e tem até um brinquedinho que ele brinca bem triste.
    Doutor me responda, há alguma possibilidade de ele se curar somente em repouso??
    se não, quanto custa em média uma cirurgia ortopédica em gato ?
    Doutor eu tenho um apego imenso por este bichinho, e lamento não ter condições de pagar um veterinário. Se eu tivesse concerteza daria todos os cuidados necessários. mas infelizmente não o tenho. peço que me ajude me respondendo.
    obrigado desde já.

  108. boa tarde.. Tenho 1 gatinho de 1 mes e 4 dias ele caiu de uma altura alta para o chao ,ficou sem mover as 2 patinhas da frente fui com ele ao veternário disseram que nao podiam fazer nada deram uma ijeçao para o caso se iflamaçoes… E disseram para ir no dia seguinte lá para ver se ele ja tinha melhorado caso nao tivesse o tinha que o abater… Mas ele como e mexe com o resto do corpo apenas nao mexe com as 2 patinhas da frente… O que posso fazer?????

  109. Dr. Bom dia.
    Graças a Deus encontrei seu Blog para tirar minhas dúvidas.
    Ontem minha cadelinha de 6 meses (9kg), enquanto corria pela casa, prendeu a pata no portão e quebrou a patinha dianteira direita. Levamos no veterinário, e o mesmo disse que haveria a necessidade de fazer cirurgia de colocar pino. A minha pergunta é se os animais realmente voltam a andar e correr normalmente como se nada tivesse acontecido, ou fica alguma sequela, como mancar ou sentir alguma dor?
    Pergunto por que o local estava muito inchado e dava pra sentir o osso fora do lugar. Além de que a torção que quebrou a patinha foi grande.
    Desde já agradeço a atenção.

      • Boa tarde doutor.
        Muito obrigado pela resposta! Minha cadelinha já foi operada já faz uma semana. Agora tenho uma dúvida, a pata dela ainda está muito inchada e com os pinos, há dois dias atrás estava sangrando em um dos pinos, acredito que ela tenha feito alguma coisa e acabou machucando um pouco.
        A pergunta é a seguinte: É normal a pata ficar inchada por tanto tempo?
        Minha preocupação é por que ouvi dizer que em alguns casos foi necessário amputar o membro. Isto procede?
        Desde já, agradeço sua atenção.

      • Boa Noite Jr.
        Sim o edema após a cirurgia é normal, a amputação do membro é o último recurso e só realizada quando todas as opções se esgotarem.
        Att.
        Dr. André Carneiro

  110. Boa Tarde.. td bem?
    Queria tirar um dúvida com vcs, minha cachorrinha foi atropelada e precisou passar por uma cirurgia, pois teve hérnia traumática. Após 05 dias, a cirurgia abriu e ela está com a mesma hérnia que antes. A clínica disse que ela precisa de uma nova cirurgia, porém não tem garantia da anterior, sendo assim teremos que pagar tudo novamente. E não temos condição.. Isso é um procedimento correto? Ou eles deveriam me dar algum tipo de garantia da cirurgia? Afinal não fizemos nada de impróprio, mantivemos a cachorrinha em repouso, em ambiente pequeno, ela não correu, não pulou, mal conseguia andar pra se alimentar. Fico no aguardo. Obrigada

  111. Olá Doutor. Então, há duas semana meu cão saiu do tratamento que estava sendo feito nele, tratamento este para curar um ferimento a bala que veio a perfurar completamento o musculo da perna direita traseira proximo ao joelho, porém nao atingiu o osso so o musculo/carne. Por ele residir em uma chacara, apenas quando fui que pude traze-lo para Goiânia, estava bastante inchado, com inicio de miiase(acho que e isso mesmo, aguá de infecção com sangue), passou dois dias na clinica tomando soro e sendo medicado. Quando fui buscar ele a veterinaria passou os remedios para dar para ele explicou como que tinha que limpar o ferimento, etc. Semana passada, voltei na chacara ele esta bem melhor o ferimento fechou completamente, porém ele não coloca a pata no chão e a musculatura da perna parecida q atrofiou ou afinou não sei direito, e a região da jarrete/calcanhar ate a da pata se encontra um pouco inchada ainda. Liguei para a veterinaria e ela me informou que isso e infecção ainda e que eu teria que fazer massagem da pata em direção ao ferimento(ferimento já esta fechado, drenar essa infecção para onde?) e dar mais remedio chamado: não entendi o nome direito (Dermalex,Dermatec,Darmalex, alguma coisa assim). Gostaria de saber se há alguma vitamina que eu possa dar para ajudar na recuperação pois ele emagreceu muito também, e se corre o risco de ele ficar manco, ou não colocar a pata novamente no chão ou alguma coisa do tipo?
    Desde já agradeco!
    Obrigado

    • Bom dia Bruno.
      Ferimentos por arma de fogo podem causar lesões permanentes devido a temperatura que a bala atinge, quando penetra no animal ela causa queimaduras e lesões em muitos tecidos. Leve seu animal para uma reavaliação com o veterinário responsável e siga todas as recomendações.
      Att.
      Dr. André Carneiro.

  112. boa tarde dr, gostaria de perguntar que tipo de problema tem a minha poodle de 6 meses, pois ela tem o rabo visivelmente torto para um lado e nao o levanta ou abana como os outros caes. alem do mais parece q ela nao tem controle quando vai defecar, antes mesmo de acabar de faser ela sai andando meio abaixada com as patas abertas. agradeso se puder me dar alguma pista do que pode ser.
    obrigado.

    • Bom dia Cláudia.
      Pela descrição seu animal pode ter uma lesão neurológica congênita, pode ser alguma má formação. Leve-a para uma avaliação com um veterinário, pode ser necessário realizar exames de Rx da coluna.
      Att.
      Dr. André Carneiro.

  113. Boa Noite Dr.André Carneiro
    Estava procurando um site a respeito do problema do meu cachorro e achei este site muito bom.
    Bem, meu cachorro foi atropelado e está com a pata dianteira um pouco inchada e mancando, só que ele consegue apoiar um pouco no chão e está correndo pra todo lado, será que posso aguardar uns dois dias pra ver se ele melhora, antes de levá-lo ao veterinário??
    Da pra ver que não foi nada grave, mas fico com medo de esperar e dar algum problema futuro.
    Obrigada!!

    • Bom dia Karina.
      Você não deve aguardar para levar seu animal ao veterinário, podem existir lesões que não são percebidas e com o passar do tempo podem se agravar.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  114. Boa noite Dr. André,

    Parabéns pelo Blog!!!!

    Temos na família um labrador de 11 anos, que há alguns meses faz tratamento para perder peso e para cicatrizar uma ferida na pata dianteira esquerda. Esta ferida foi avaliada e através de exame foi diagnosticada apenas como uma dermatite grave, foi tratada com antibiótico e pomada, mas não houve cicatrização total. Há 1 mês ele caiu e começou a mancar da mesma pata, levamos no veterinário novamente e foi diagnosticado Artrose e iniciou tratamento para tal. Em 05 dias a situação piorou muito, ele perdeu completamente a sensibilidade da pata e hoje levamos para possível tratamento com fisioterapia, mas no raio-x foi diagnosticado que ele tem somente um pouco de Artrose, e o que está limitando o movimento é um caroço perto da axila que impede a comunicação com o membro. Foi coletado material para verificar se é malígno, o vet informou que se for podemos tentar quimio, mas que não existe possibilidade de cirurgia. Na verdade ele quer aguardar o resultado do exame, mas não foi muito otimista.
    Estamos desesperados, e não sabemos como agir, No último mês levamos em 03 vets e cada um deu um diagnóstico e encaminhou para outro. Será que o Sr. pode nos orientar, ou indicar um local em São Paulo para que ele possa ser avaliado??????
    Muito obrigada!!!!
    Ana Paula

    • Bom dia Ana Paula.
      As universidades são sempre uma boa referência, lá você tem tudo o que precisa em relação a exames e tratamentos. Procure a USP ou a UNESP são instituições de referência.
      Att.
      Dr. André Carneiro.

  115. Bom dia Dr. André sou de Portugal da ilha de São Miguel, tenho uma cadelinha “caçador de coelho” ela tem quaize um ano de idade. No dia 21 de Maio de 2012 ela teve dois ataques epilétricos e um cardiaco levamso ela para o veterinário, ela perdeu os sentidos e tudo nela parou , ficou com a lingua roxa e babava pois nã tinha ação em lado nenhum. Ontem dia 23 foi para casa sem melhoramentos, a cadelinha não anda nem consegue apoiar-se , tentamos fazer com que ela ande mas quando ela apoia-se caí para a frente. Não sei o que fazer a veterinária disseme para fazer fisioterapia em casa mas a cadela não apoia. Ajudeme. Fico guardando sua resposta. Obrigado

  116. Olá.
    Minha cachorra a algum tempo apareceu mancando da pata dianteira, achamos que era algum mal jeito que iria passar rapido, após alguns dias ela emagreceu um pouco e começou a perder a força nas pernas de tras e ter alguns tremores e vomitos.
    Levamos então ao veterinário para uma consuta, e depois de 2 exames de sangue não foi constatado nada fora do normal, nem apresentava febre nem nada.
    Agora ela parece mais animada, mas ainda não consegue ficar em pé e vomita as vezes, mas se alimenta normalmente.
    Suspeitamos que ela tenha fraturado talvez a coluna ou algo assim, ja que ela sempre escalava um portão para sair para a rua.
    Já que não foi constatado nenhum tipo de doença oque poderia ser?
    agradeço desde já.

  117. Olá Dr. Meu gato teve um problema, acho que ele caiu, não vi, levei ao veterinário e ele tirou chapa da coluna, falou que ele teve uma fratura na T13, agora ele não anda com as pernas traseiras, não mexe o rabo, faz as necessidades dele onde está, o Veterinário falou que ele não vai mais andar, o Sr. acha que tem solução? Será que pode ser feito alguma coisa a mais? Obrigada

    • Boa Noite Cristina.
      Fratura em coluna pode levar a lesão medular que é irreversível. As cirurgias de coluna devem ser realizadas o mais precocemente possível para tentar minimizar ao máximo o dano medular.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  118. Boa tarde, dr. André! Tenho uma cachorra de 12 anos, que fez uma cirurgia de retirada de um tumor na perna esquerda, mais precisamente na parte das nádegas. Isso foi há 3 meses. Ela começou se recuperando bem, só que com o tempo começou a mancar e agora levanta com muita dificuldade, fica o dia todo deitada, e me parece que a parte traseira dela está atrofiando. Fora isso ela come bem, só que o pelo começou a cair muito, as unhas cresceram, não sei se pode ser falta de tomar banho de sol. Lembrando, aparentemente não voltou tumor nenhum.

  119. Olá, Doutor! Seu blog é muito interessante e esclarecedor. Minha cachorrinha SRD, de 1 ano e seis meses caiu de um muro de três metros (minha casa fica acima do nível da rua e haviam pedras para obra encostadas no muro, onde ela subiu) levei imediatamente a uma clínica Vet e lá fizeram Raio X que diagnosticou luxação e rompimento dos ligamentos, foi indicado a cirurgia para colocação de um pino. Bom, na hora da cirurgia o Vet constatou que o fêmur estava quebrado, então não fizeram a colocação do pino e sim retiraram a cabeça do fêmur (colocefalectomia), fiquei arrasada, chorei muito pensando que a minha filhinha fosse ficar manca pra sempre, ela sempre gostou muito de pular, muito ativa, terrível mesmo. O Veterinário que a operou me disse que ela pode voltar a andar normalmente e nos explicou tudo direitinho. Como achei suas respostas bem coerentes, resolvi perguntar pro senhor também: ela vai ter uma vida normal? Vai poder pular e brincar como antes? Esse é meu sonho e peço a Deus que realize. Dr. André, que Deus abençoe seu lindo trabalho. Parabéns!

    • Boa noite Helen,
      Se a cirurgia foi só a colocefalectomia a probabilidade dela voltar a atividade normal é muito grande. Se não houve nenhum outro tipo de lesão ela voltará a ter uma vida normal.
      Att.
      André Carneiro

    • Doutor, também foi preciso fazer denervação(?) acho que é isso. Ela está se recuperando muito bem, graças a Deus. Obrigada pela ajuda, Dr. André.

  120. Olá Dr. Boa Tarde!, tenho uma cachorrinha york shire 3 anos e meio, segunda feira dia 28/05 passou por uma cirurgia de retirada de um nodulo na mama e tbm castração, ela estava ótima ate hj, brincando e muito alegre, só que agora começou a vomitar tudo que come,,,,,, é normal? não estou conseguindo falar com o veterinario que realizou a cirurgia. Me ajude por favor!

    • Boa tarde Elaine.
      Não é normal esse vômito, isso pode ser reação a algum medicamento que ela está usando. Insista em falar com o veterinário responsável pela cirurgia, se não conseguir leve-a a uma clínica de emergência.
      Att.
      Dr. André Carneiro.

  121. Olá DR. André!inicialmente gostaria de lhe parabenizar pelo blog, pela preocupação em tirar as dúvidas de inumeras pessoas preocupadas com seus bichinhos…
    Bem, não sei se tem experiência com coelhos mas talvez possa me ajudar…
    Minha coelha estava mancando e resolvi levá-la no vet que passou radiografia. O resultado foi: deslocamento médio craneal da patela esquerda, sugestivo de ruptura do ligamento tíbio patelar. Será comum em coelhos?Ela já teve luxação há 2 anos mas não precisou operar, apenas antiinflamatorio e repouso.
    O tratamento realmente é só cirurgico nesse caso? A vet me disse que dependendo da gravidade, ela não possa mais dobrar o joelho… será? Ela está se alimentando bem, as vezes até quer correr,brinca, mas também está deitando mais e de lado. Passou anti inflamatorio por 7 dias mas já acabou. Esqueci de perguntar ao vet, mas como tb tenho problema no joelho, estou colocando gelo todos os dias no joelho dela. Pode? parece que ela melhora após colocar fica mais ativa!
    Me disseram que a anestesia em coelhos é perigosa mas a vet que vai ser a anestesiologista, é especialista em animais sivestres, o que me deixa mais tranquila. Qual o melhor tipo de anestesia? inalatória ou venosa?

    grata, Martha

    • Boa tarde Martha.
      Não sou especialista em silvestres mas trabalho com muitos amigos que fazem atendimento especializado de silvestres, portanto tenho uma boa experiência de cirugia em coelhos. Se for uma ruptura completa do tendão patelar a resolução é cirúrgica. A anestesiologista sendo especializada em silvestres, saberá escolher o melhor protocolo anestésico para seu animal.
      Att.
      Dr. André Carneiro

      • Pois é..fala em “sugestivo” mas 2 vet especializados em silvestres dizem que deve fazer a cirurgia…nao se sabe exatamente se foi ligamento cruzado pois só vai ver na hora que abrir…o ortopedista acha que pela radiografia, nao parece que foi o cruzado! Será que ela corre o risco de ficar com a perna defeituosa? Qual o tipo de cirurgia mais indicado? O mesmo que vc indicou para cães nos videos? ou ali é só pra ruptura de Ligamento cruzado?
        obrigada por responder!

  122. Ola Dr. Andre Carneiro
    Tenho uma femea yorkieshire com 1 ano e meio de idade. Ano passado ele comecou a mancar e nao movia uma das patas traseira. Levei no veterinario. Diagnostico foi Luxação da Patela. O problema ja aconteceu umas 4 vezes e normalmente nao volta rapido, Imagino q senti dor pq ela nao se meche, fica mais deitada. Quando anda, anda mancando. Gostaria de saber mais sobre o processo cirurgico. E se o Dr. pode me indicar um bom cirurgiao? (Meu computador nao foi comprado no Brasil por isso minhas palavras nao tem acento,)
    Muito Obrigada

  123. Bom dia
    tenho um mini coelho e um cachorro da rua pegou ele pela cabeça,acho que vazou um olho e quebrou a boquinha,pois ela não consegue comer.O que posso dar para ele comer numa seringa.Favor me responder por e-mail.

    • Bom dia Martha,
      O prontuário é um documento da clínica e ele não pode ser retirado dela, mas você tem direito de solicitar uma cópia do prontuário de seu animal.
      Att.
      Dr. André Carneiro

      • Na verdade eu só queria ler na hora mesmo! Obrigada por responder!
        Ah, Madonna( coelha) não teve ruptura do ligamento, apena luxação e desgaste ósseo devido a artrose. Fez a cirurgia e está bem, com a perna imobilizada…

  124. Olá Dr. André, meu gato de 3 anos fraturou o calcanhar da pata direita, foi colocado pino intramedular e o dr.disse para ele ficar preso pelo menos 40 dias, eu deixo ele andar dentro de casa apenas e ele esta tendo melhoras, porém é muito levado gosta de sair p rua, tem algum remédio ou medicamento natural para que ele permaneça mais quieto ou sonolento dentro de casa, tenho medo de ele escapar e subir na arvore. Outra pergunta, o pino intramedular tem q ser sempre retirado? após isso tera q ficar preso para recuperação? grata desde já por qualquer informação.

    • Boa tarde Aline,
      Existem medicamentos homeopáticos que algumas pessoas utilizam para acalmar um pouco o animal, mas para isso você precisa consultar um veterinário homeopata.
      O pino pode ou não ser retirado, isso depende da técnica que foi utilizada.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  125. Boa tarde Dr. André.
    Tenho um Beagle que está com 110 dias. Há aproximadamente 15 dias percebi que ele estava pisando torto nas patinhas dianteiras, para dentro e apenas com a ponta dos dedos. Levei ao veterinário e ele disse que se tratava de má formação congênita. Sábado passado ele teve um crise nervosa, deve ter machucado as patinhas, pois não andava e não deixava tocar. Latiu muito e depois de 15 minutos começou a brincar novamente. Tenho a impressão que ele esta ficando mais manco, o veterinário sugeriu cálcio, fiquei com dúvida no tratamento, se o problema é genético, pode haver relação com a falta de cálcio? Na dúvida apenas providenciamos uma tala. Hoje vai ser o primeiro dia dele com tala, vamos ver como vai se desenvolver. Gostaria muito de uma opinião sua no caso. Não me senti segura com a consulta veterinária, o mesmo mostrou pouca experiência. Moro numa cidade pequena do interior e talvez o veterinário tenha presenciado poucos ou talvez nenhum caso semelhante. Obrigada, Marina

  126. Os meus parabéns pelo seu extraordinário blogue. Sem dúvida, para além de um precioso instrumento de auxílio, é invulgar a facilidade de transmissão de conhecimentos e domínio técnico com que se manifesta. Obrigada por ajudar. MLima – Portugal

  127. OLÁ DR. ANDRÉ, TENHO UM DOBERMAN, ELE TEM 9 ANOS DE IDADE, COMEÇOU COM DIFICULDADE PARA SE LEVANTAR, LEVEI AO SEU VETERINÁRIO, TIRAMOS UM RAIO X, INDICOU QUE ELE ESTÁ COM INÍCIO DE DISPLASIA, A VETERINÁRIA INDICOU CONDROTON 1000MG 2 VEZES AO DIA POR 30 DIAS, MAS PASSARAM 15 DIAS ELE PIOROU, ACORDOU ARRASTANDO A PERNA E NÃO LEVANTAVA MAIS A PERNA NEM PARA FAZER XIXI, A LESÃO ESTÁ PIOR NA PERNA DIREITA, LEVEI NOVAMENTE ELA INDICOU A MEDICAÇÃO CARPROFLAN 100 MG, DEPOIS DE 3 DIAS MEU CÃO TEVE UMA INFECÇÃO INTESTINAL TERRÍVEL E FICOU INTERNADO 2 DIAS, GOSTARIA DE SABER SE DEVO PARTIR PRA CIRURGIA OU DEVO ESPERAR, ELE E UM CÃO PESADO, PESA 53 KILOS, JÁ COMECEI A CONTROLAR A RAÇÃO DELE FAZENDO UMA DIETA RIGOROSA…VOCÊ SABERIA ME INDICAR ALGUM ESPECIALISTA EM CAXIAS DO SUL, QUE FAZ ESTE TIPO DE CIRURGIA?? AGRADEÇO DESDE JÁ PELA ATENÇÃO…ABRAÇOS DÉBORA.

  128. Olá Dr. André. Meu cachorro foi atropelado e quebrou a pata traseira, e depois de tirar o raio X o veterinario observou e disse que a fratura é grave quebrou e esmagou 2 partes ( ficou como se fosse uma ondulação no meio do osso). Que a unica alternativa seria amputar. Estou desesperada. Gostaria de saber se existe alguma maneira de não amputar.

    Obrigada.

    Mayara Gama

  129. Bom dia dr André,

    Tenho um poodle medio de 7 kg , ha 2 semanas, num sabado, sofreu uma luxaçao coxofemoral direita aqui na ITALIA, o veterinario fez, com a anestesia, a manobra de recolocaçao do osso enfaixando-o (bandagem de Erm) depois de 2 dias do acidente, mas nao adiantou, o osso saiu novamente do lugar.Ele tem 10 anos e è um cao cardiopatico ( exame cardiologico realizado no dia da recolocaçao do osso) que iniciou a terapia para o coraçao em fevereiro deste ano. Mas aparentemente é um cachorro bemmmm alegre e super ativo…superou a anestesia da manobra muito bem.O veterinario disse que ele teria q fazer a cirurgia para voltar a caminhar a 4 patas, so que eu arrisquei a anestesia da manobra e nao gostaria de arriscar uma anestesia para esta cirurgia pq tenho medo que o coraçao nao aguente. Ele esta caminhando com a patinha direita flexionada, mas quando eu saio com ele na coleira, ele apoia ja a pata direita no chao,quando ele esta parado vejo que a pata direita apoiada no chao treme…Queria saber se posso continuar a caminhar com ele assim e se este tremor é por causa do desuso da perninha, e (se ele futuramente) se adptara ao melhor passo…(pq sei que caes se adaptam facil aos acidentes) O vet disse que por mais que seja , a cirurgia ja nao sera precisa mais de emergencia…. Tenho saido com ele na coleira de proposito para ele usar a perninha como tem ja feito… e tem tbm subido escada muito bem… queria leva-lo ao mar p fazer hidroginastica…e caminhar na areia…Te agradeço muito pela orientaçao se puder me ajudar…

    ..

    .

    • Boa tarde Fernanda.
      O tratamento definitivo para luxação coxofemoral é a cirurgia. Se seu animal realizou todos os exames pré-operatórios solicitados, e tudo está ok, não vejo nenhum problema em operar.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  130. Ola dr, meu cachorro tem 2 anos e ja teve a inflamação da glandula adanal 2 vezes. O sr acha que ele deve fazer cirurgia? Porque isso ocorre com ele? É verdade que se ele for castr ado pode melhorar? Essa cirurgia é complicada? Teria que fazer um ultrasson para ver qual o problema?

    • Boa tarde Vanessa.
      Nunca li nada sobre a castração diminuir a incidência de inflamação da glândula adanal. Isso pode ocorrer devido a uma obstrução do canal da glândula que passa a reter o seu conteúdo gerando uma inflamação. Em relação a realização da cirurgia, você poderia conversar com o veterinário responsável pelo animal e expor isso a ele.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  131. Olá eu tenho uma mini coelha chamada Persefane ele tem +/- 2 anos de vida.
    Hj eu fui dar uma olhada e solta-la para brincar quando vi que sua pata da frente esquerda estava meio estranha, ela não fica apoiada totalmente nela isso é normal ou aconteceu alguma coisa com ela? Por favor responda!

  132. Olá Dr. , Meu gato apareceu em casa com a furos na pata , depois de 3 dias o pelo do local caiu. Acredito que não seja picada de cobra pois não houve sinal de envenenamento. Ele come como de costume, mas faz 1 dia que ele diminuiu a frequência com que se alimenta. Estou lavando com soro e passando um cicatrizante, mas não parece fazer muito efeito porque esta inflamado e saindo pus. Isso pode ser sintoma de alguma doença na pele dele ou algo parecido? Estou muito preocupada.

    Obrigada

  133. Ola! Dr. Minha yorkshire de 45 dias sofreu uma batida e acabou quebrando a sexta costela do lado direito,isso fez com que se formasse um coagulo no pulmão dela .Ela já esta sendo tratada com os seguintes medicamentos,Zalix (injetável),Dermacorten 5Mg,Biofloxacin(orais) ..Queria saber se vai ter que ter intervenção cirúrgica ou da pra tratar com os medicamentos…e se ela pode beber água normalmente … por favor me responda o quanto antes … Obrigado desde já . abraço.

    • Boa noite Vicente, obrigado pela visita!
      Geralmente as fraturas de costela, quando não há lesão pulmonar, não existe necessidade de cirurgia. A recomendação é acompanhar com exames radiográficos periódicos para avaliar a reabsorção desse coágulo. Não examinei seu animal, mas se só houve a fratura de costela, não vejo problema em beber água normalmente.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  134. Dr. André,
    Antes de mais nada, parabéns pelo excelente site. Um dos mais completos que encontrei e super acessível para o público leigo.
    Há quase 1 mes meu poodle toy de 7 meses começou a mancar, foi diagnósticado com necrose asseptica da cabeça do femur e há 16 dias fez a cirurgia de retirada da cabeça do fêmur. Ele tem feito fisioterapia 2 vezes por semana mas apenas raramente (e por poucos instantes) anda com a patinha operada ou a utiliza como apoio. Ele está mais do que acostumado a usar apenas 3. Estou super preocupada. Será que ele voltará a andar normalmente? Existe um prazo médio para isso?
    A fisioterapeuta disse que está preocupada com a sobrecarga na patinha boa que talvez também tenha que ser operada.
    O laudo do 1º raio x, quando foi a diagnosticada a necrose foi: “Alteração morfológica de cabeça femoral direita com discreta alteração de sua radiopacidade óssea (aspectos radiográficos que podem estar relacionados com necrose asséptica da cabeça do fêmur). Discreta irregularisade de superfície articular em coxofemoral direita. Maior incongruência articular em coxofemoral direita, quando comparada com a esquerda. Desvio medial de ambas as patelas, mais acentuado em membro esquerdo (luxação). Discos epifisários ainda abertos (animal jovem). Diminuição do volume de partes moles adjacentes ao fêmur direito (atrofia por desuso?).”
    Estou em panico com tudo isso. O que vc acha? Será que realmente temos que submetê-lo a outra cirurgia? E quanto a patinha operada, será que voltará ao normal? Qual a sua opinião?
    Muitissimo obrigada,
    Mayra

    • Boa noite Mayra, obrigado pela visita!
      Você não falou o tamanho do seu animal mas pelo visto deve ser um animal pequeno e leve, realmente para os animais leves andar com 3 ou 4 patas não faz muita diferença. O tempo de recuperação depende muito de cada animal, você disse que ele já está fazendo fisioterapia e isso é essencial para uma boa recuperação, a veterinária que faz os tratamentos pós-operatórios para mim trabalha muito com eletro-estimulação e tem um ótimo resultado. Geralmente a necrose asséptica é unilateral, um percentual pequeno (10 a 15%)apresenta de forma bilateral. Aguarde a recuperação total e após converse com o veterinário responsável para avaliar a possibilidade de uma nova cirurgia. Espero poder ter ajudado, mande notícias da recuperação. De onde você é Mayra?
      Att.
      Dr. André Carneiro.

  135. Dr. Andre tudo bem? Minha cachorrinha (cocker) de 7anos foi atropelada e quebrou o femur foi operada,ela esta com a perninha imobilizada e esta fazendo repouso,so que o corte da cirurgia esta sangrando,na barrihga dela do lado contrario esta inchadaela esta tremendo muito. Os medicamento que estou dando a ela eh o Dermacortem 20mg,bioflaxocim 150 mg e lisador 15gotas. . . Isso eh normal o que devo fazer sobre o sangramento do corte. Obrigada pela atenção

  136. Doutor André Carneiro,
    Por favor, Tenho minha Doberman com 9 anos. Fizemos uma operação para retirada do útero (apenas preventiva) e retirada de uma pequeno caroço na mama. Faz um mês com curativos diários e não cicatriza totalmente. A informação é de que o cão está rejeitando os pontos. Isso é possível? E qual a providência? M uito grato doutor. Atenciosamente, Benito.

    • Boa Noite Benito!
      Isso é possível sim, você deve retornar ao veterinário responsável pela cirurgia e conversar com ele. o importante é saber onde está essa rejeição.
      Att.
      Dr. André Carneiro.

  137. Olá doutor, tenho uma cachorra de porte grande, ela foi atropelada e quebrou a pata, a cirurgia custa em média R$900,00 e não temos condiçoes de pagar, tem alguma possibilidade da pata recuperar sozinha ?

  138. Olá doutor, preciso de ajuda, a minha gata pisou no cimento, quando fui lavar hoje estava com feridas e não consegui tirar todo o cimento, passei o Dermolene aerosol, o que devo fazer agora? grata pela sua ajuda.

  139. ola dr tenho uma rott de 5 anos faz alguns meses que ela vem apresesntando dor na pata traseira levei no vet ele tirou radiografia me falou que era um dedo que teria quebrado a algum tempo já me perguntou se eu tinha notado alguma coisa diferente eu falei que tinha ocorrido uma queda dela quando tinha uns 7 meses de idade ela pulou no muro quando caiu em cima da perna ela chorou mais depois disso nunca mais reclamou andava normal nas caminhadas todos os dias começou a mancar a alguns meses o vet me falou que na queda ela quebrou o dedo e colou sozinho devido isso ele colou torto agora que esta mais velha veio apresentar as dores ele mandou eu dar condroplex1000mg por 3 meses e carproflan 100mg por 10 dias sera que vai melhorar dr.

  140. Oi Dr. bom dia!

    Eu sou a Jéssika, dona de um lindo rottweiler de 10 meses, ele foi diagnosticado com displasia, ele até corre e brinca com os outros cães da casa, mas observamos que ele sente dor, pois passa a maior parte do tempo sentado ou deitado, o veterinário que o consulta, marcou uma cirurgia para amanhã, ele vai cortar o nervo, o nome do procedimento não me recordo agora, mas comecei a esquisar se essa era a melhor maneira de ajudar o meu cão, será que essa cirurgia realmente vai ajudá-lo? ele poderá voltar a sentir dores com o passar dos anos?

    Desde já, muito obrigada!!!

  141. Bom Dia Dr. André
    Tenho uma gatinha vira lata de mais ou menos de seis a oito meses que esta prenha, e gostaria de saber se ela corre risco de vida, e se pode haver complicações.

    Obrigada.

  142. Bom dia Dr.André
    Eu tenho uma coelha e ela aproximadamente tem 10 meses e ela acabou pulando da sua casinha e quebrou a patinho, eu queria saber se ela correria risco de more?

    Obrigada!

  143. Boa Noite!
    Tenho uma cadelinha da raça dachshund de 6 anos de idade. Ela foi castrada e tb foi retirada as mamas (só sobraram 2 mamas pequenas superiores) por causa de um cisto. Ela está aparentemente bem, se alimenta e dorme
    bem, porém a veterinária me disse que a cicatrização dela está um pouco demorada (20 dias de operada) e me passou uma pomada (vulketan) para passar até cicatrizar totalmente. Gostaria de saber quais os motivos que fazem a cicatrização ser demorada. Obrigada.

    • Boa noite Denise.
      A cicatrização pode ser retardada por uma série de fatores. Alguns medicamentos podem fazer isso, as infecções, alguns fatores nutricionais, vários são os fatores e dentre eles também tem a individualidade de cada paciente. A Vulketan é uma excelente pomada cicatrizante, siga as orientações da veterinária e tudo ficará bem!
      Att.
      Dr. André Carneiro

  144. Olá Doutor!
    Quero ser veterinária,mas ainda estou em dúvida.
    Como o senhor escolheu essa profissão? Está satisfeito com sua rotina e remuneração?
    Obrigada.

  145. Dr. André,

    Minha cadela, uma filhote de 3 meses, estava meio adoentada, levei-a ao veterinário que disse que era intoxicação e aplicou uma injeção intramuscular, ocorre que memso assim ela não melhorou e dei penicilina e agora ela está ótima, comendo e correndo, só que a pata em que a veterinária aplicou a injeção, ela não consegue movimentá-la, e anda arrastando essa patinha, eu vi que ela não sente dor nessa pata, mas anda com ela virada, já passei vários anti-inflamatórios e não resolveu, acho que ao aplicar a injeção a veterinária, atingiu o nervo da pata, isso pode ocorrer?

  146. Olá Doutor, bom dia!
    Estou com um problema em casa meu cãozinho o Enzo é um mestiço de labrador com 6 meses quebrou a patinha há 1 mês. A para direita de trás. Levei ao veterinário aqui e ele disse que o ossinho do “joelho” estava estralando, me receitou uma vitamina para ossos e um remédio anti dor e inflamação. Não temos raio-x em minha cidade, mas o veterinário me tranquilizou dizendo que ele iria se recuperar rápido e que era pra eu faze o tratamento por 10 dias. Fiz normalmente o tratamento mais o Enzo ainda não apoia a patinha no chão. Tenho medo dele ficar assim para sempre. O que fazer?

    • Boa noite Gleiner.
      Infelizmente sem um Rx é muito difícil sabermos. Não sabemos a condição dessa fratura e o que realmente ocorreu.
      Nesse caso não poderei ajudá-la.
      Att.
      Dr. André Carneiro.

  147. Caro Dr André, preciso de sua ajuda. Encontrei minha filhote de boxer de 3 meses com a pata quebrada no quintal. Não sabemos o que aconteceu. Quebrou a pata na parte superior, naquele ossinho que é mais fino. Ok. Usou uma tala por um mes. Quando tirou, a pata estava super estranha, pisava de forma que a pata parecia um pé de pato, dobrando a articulacao mais acima do que a outra pata. Voltei no veterinario, ele disse que era normal, que aos poucos a musculatia iria voltando.
    Passado 15 dias, a pata não só não melhorou, como machucou a outra. Achei q a veterinaria não estava dando a devida atenção e elevei em outro, que diz ser ortopedista. Esse outro disse que não poderiam ter colocado apenas uma tala, e sim engessado, o que fez que formasse um caroço no local ( de fato esta com um caroço enorme) e que a nova pata machucada era uma luxação por excesso de esforço. Deu medicamento para melhorar a pata e depois que melhorar quer novamente engessar a pata que foi quebrada, em uma tentativa de “arrumar”. Disse q esta tudo errado e que pode ir dando problema em todas as patas.
    Não sei em quem acreditar. Por favor, me de uma luz.

    • Boa noite Marcela.
      Você não disse qual pata foi fraturada…
      Mas vamos lá, você já realizou um Rx após a retirada da tala para avaliar como está esse foco de fratura? O que pode ter acontecido é um problema chamado de peseudoartose, no foco da fratura ocorre a formação de calo fibroso que não calcifica devido a movimentação do foco. Se for isso é necessário fazer uma cirurgia para fornecer estabilidade a fratura e assim ela possa calcificar. Não utilizo imobilizações ou talas, apenas elas, não fornecem sustentação necessária e boa estabilidade a fratura, elas podem ser utilizadas juntamente com a cirurgia. Nesses casos é indicado o uso de implantes, sejam eles placas e parafusos ou fixadores externos.
      De onde você é Marcela?
      Espero poder ter ajudado.
      Att.
      Dr. André Carneiro.

  148. Boa noite Dr.André! Tenho um filhote de maltês q nasceu 10/07 com uma das patas dianteiras torta,com 12 dias até agora foi colocada uma tala.Mas ao trocar essa tala,percebemos q a patinha é mais fina e sem apoio.serà que precisa d cirurgia?tenho dúvidas se ela andará normalmente.Gostaria d ter uma direção a seguir.Obg.

  149. Bom dia Dr,posso levar um filhote ao veterinàrio onde tem vários cachorros?dizem q antes de tomar as vacinas não pode sair na rua!É mito ou verdade?pois tenho q tirar raio-x para ver o problema da patinha.ela tem 39dias.Se for caso de operação,é melhor fazer logo ou deve esperar ela ficar mais adulta?Obg.

  150. Boa noite Dr André,tenho uma cadelinha srd,alias 3 rs,cheguei em casa as chamei e vi que uma estava quieta na casinha estranhei pois ela é a mais sapeca,ai chamei e abracei dai ela gritou,estranhei,dai ela saiu de perto de mim e vi que ela estava mancando fui ver a pata direita dela estava quebrada totalmente desgovernada,imediatamente liguei para a vet delas e ela estava viajando,então do meu jeito dei um lisador e imobilizei a patinha do meu jeito fui em outra vet da minha cidade ela disse que provavelmente ela pulou de um portão de mais ou menos 1.20 de alt,aqui da minha casa,porque ela não estava machucada ,então ela descartou a possibilidade de ter sido atropelada,então ela imobilizou a pata ah e estava bem inchada tambem é bem embaixo como se fosse no nosso pulso,deu injeção de anti inflamatório e mais compridos…e pediu pra fazer um raio x,que por sinal aqui na minha cidade o raio x só tem na ver das minhas cadelas rs,bom hoje fiz o raio x e a Dra disse que quebrou os dois ossos,acho que foi isso que entendi,então ela disse que precisa da cirurgia,eu gostaria de saber do Sr ,se é uma cirurgia cara,pois ela não me disse ainda porque tinha que falar com o anestesista ,gostaria de saber o procedimento e a recuperação,muito obrigada pela atenção Márcia Dutra,São José do Rio Pardo-SP

  151. Bom dia tenho uma coelha adulta já teve 2 gravidez a mesma meu marido brincando jogando ela pra cima quando ela voltou ele não consegui segurar e escorregou pela mão e caiu no chão ,estou com medo de ter dado uma lesão grave mais logo ela continuou andando com dificuldade e rastando acho que foi parte traseira pois de anteira esta bem só que no 2ºdia ela deitou e não quiz mais levantar ela não consegue se apoiar de pé,fiquei muito chateada com ele pois avisei tanto pra naõ brincar assim vou leva-la no vet mais ele esta sem tempo se sofro com isso será que ela vai ficar assim pra sempre ou tem jeito não quero perde-la pois se não andar mais vou sacrifica-la não quero ver minha bichinha sem andar só defecando e urinando no local sem poder levantar.

  152. Dr Andre, estou sem saber o q fazer , com um cãozinho de rua q peguei atropelado, levei no vet, fiz rx e constatou fratura de bacia, e deslocamneto do femur. Foi feita a cirurgia a 9 dias atras, e desde a cirurgia q ele demora até 2 dias para fazer xixi, da primeira vez, tive q levá-lo no vet, pra passar uma sonda, depois ficou mais de 30hs sem fazer.novamente está a mais de 40 hs. o remedio q o vet passou, não existe mais. Betanecol.Tenho medo q ele tenha uma falencia renal..O q pode ter acontecido? na cirurgia tem como ter feito algo de errado?

    aguardo resposta.
    obrigada
    lucia Moraes

    • Bom dia Lúcia.
      Por ser um atropelamento temos que levar em consideração outros fatores que não são visíveis ao raio x, uma lesão neurológica não é visualizada no exame. Esse animal teve um trauma na pelve e no fêmur, nada impede uma compressão nervosa no pós trauma, uma vez que existe a formação de edema. Informe ao veterinário tudo que está ocorrendo e faça o acompanahmemto cirúrgico com o veterinário responsável.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  153. Olá Dr. tenho um cachorro que peguei praticamente abandonado e levei pra casa, nesse tempo em que esteve abandonado passou fome e muita sede. A cerca de três semanas percebi que ele não estava bem pois não conseguia fazer xixi, levei ao veterinário e foi preciso retirar um cáculo da urétra e outros dois da bexiga. No momento da cirurgia para a retirada os veterinários perceberam também que um dos rins do cachorro também não esta com funcionamento normal, aparentava inchaço. com os cáculos deu tudo certo, mesmo ele não urinando ainda 100% como era antes, porém foi preciso retirar um dos rins, pois estava bem inchado e completamente comprometido sem funcionamento nenhum, retendo líquido o que também o estaria prejudicando.
    Quanto ao rim hoje me parece que ele esta bem também. Não me sai da cabeça que tudo isso que ele passou foi consequencia dos maltratos que ele sofreu antes de vir morar comigo. Mas estou meia ressabiada, os pontos estavam bem fechados porém de um dia pro outro começaram a inchar e sair uma aguinha suja. Levei ao veterinário e ele receitou mais um antibiótico e disse que talves ele tivesse rejeitado os pontos. Já faz dois dias que estou dando o antibiótico novo com auxilio de mais um antiinflamatório, e me parece que não para de sair sujera parecendo pus, o que devo fazer? Agradeço desde já a atenção.

  154. Boa Noite
    Dr André, minha cadelinha de sete meses foi atropelada ontem, imediatamente a levei no vet, foram tirado Raio X, e constatou fratura no focinho (no meio e entre os dois dentinhos da frente), e tambem quebrou a bacia, levei em dois veterinarios e me disseram que cirurgia seria uma solução porém é muito complicado, ou outro disse que imobilização e tempo fara a calcificação seria melhor solução, qual sua opinião?
    Desde ja, muito obrigado!!

  155. Boa tarde Dr. André,
    Comprei um bulldog francês e já peguei ele com 45 dias de vida com a criadora com tosse, os outros irmãos dele também estavam tossindo.
    A primeira veterinária fez um exame de sangue, e deu uma pequena infecção. Ele tomou azitromicina por 5 dias (1 ml por dia) e depois de uma semana fez outro exame de sangue e estava curado da infecção, mas, a tosse continuou. Ela passou um xarope chamado SEKI por 15 dias e 5 dias de dermarcoten (corticoide), passou 15 dias e nada da tosse melhorar. Levamos em outra veterinária, que disse que era tosse do canil, e deu uma injeção para tratar a tosse e passou 5 dias de um antiflamatorio chamado ———- . Já se passou uma semana desde que ele tomou essa vacina e a tosse continua. Hoje ele tossiu e saiu uma espuma branca, ligamos para vet, e ela passou 7 dias do corticoide merticoten. Daqui há mais uma semana está marcado o retorno nessa vet para tomar a outra dose da injeção da tosse do canil, e a primeira dose da vacina v10. Ele já tem 2 meses e 15 dias !
    Obrigado. Desde já agradeço muito.

    • Boa noite Luti.
      Nunca foi realizado um Rx de tórax do seu animal? Pode ser um colapso ou estenose traqueal, é um quadro bastante comum em cães braquicefálicos como os Buldogs.
      Att.
      Dr. André Carneiro.

  156. Olá, Dr André!

    Tenho dúvidas muito sérias com relação a minha cadelinha, que em novembro fará 6 anos.
    Desde o ano passada ela apresenta MUITA dificuldade no momento de evacuação.
    Cheguei a trata-la em diversos hospitais, incluindo o universitário da Universidade Rural do RJ e clinicas particulares.
    Até hoje, não tenho um diagnóstico ou um tratamento que resolva o problema.
    Paralelamente a isso, ela possui uma inflamação recorrente nas glândulas adanais, que penso em remover cirurgicamente.

    Minha maior dúvida é saber como proceder com relação a dificuldade que ela apresenta na evacuação, que independe das inflamações que ela apresenta.
    Mesmo quando não há inflamação ela sente muita dificuldade, faz muita força e os exames (ultra e raio x) não identificaram obstrução, além disso em fevereiro, por apresentar obstipação,e la foi submetida a uma cirurgia exploratória, que não encontrou muita coisa,a penas um pouco de papel alumínio.

    O que eu faço para que ela volte a fazer suas necessidades normalmente?
    Há como marcar uma consulta com o senhor ou com algum médico que o sr conheça e possua experiência com problemas gastrointestinais?

    • Boa noite Rejane.
      Precisaria avaliar o seu animal para ajudá-la. eu atendo na Clínica escola da Universidade Castelo Branco, fica na Penha.
      Tel:2209-3659, atendo as terças e quintas de 9:00 as 16:00 e quartas das 13:00 as 16:00. O atendimento é por ordem de chegada. Precisaria que levasse todos os exames realizados até o presente momento.
      Att.
      Dr. André Carneiro.

  157. 0LA DR ANDRE SOU DE RS PORTO ALEGRE TENHO UM CAO CRUZADO VIRA COM PIT BULL ELE QUEBROU A PATA TRASSEIRA NO DIA 30 08 LEVEI NO VET TIRARAM RAIO X ME DERAM 2 OPCOES TALA COM METAL UMA POR SEMANA DURANTE UM MES E ME DISERAM QUE ELE DEVERA TOMAR UMA NESTESIA ENJETAVEL CADA VEZ QUE FAZER AS TALAS EA CIRUGIA NESTESIA ILANATORIA COM PINO MAS DR TENHO MEDO DA CIRUGIA POIS ELE E UM CAO CASTRADO E GORDO 28 KL MINHA DUVIDA PORQUE NESTESIA PARA COLOCAR A TALA O QUE SERIA MELHOR DR ELE JA FEZ EXAME DE SANGUE DOU OK MAS TENHO MEDO DA CIRUGIA E A RECUPERACAO COMO E OBRIGADO DR UM ABRACO

  158. Boa tarde Dr ,
    Tenho um chiuaua de 15a. Ele sofreu um atropelamento e fraturou o femur. A solução dos veterinarios seria operar o femur, porem com a idade avançada e problemas renal acharam que ele não suportaria a cirurgia ou o pós operatorio.
    Então ele esta com o membro trazeiro imobilizado com bandagens que tem de ser trocado toda semana. A situação fisica referente ao rim e anemia esta praticamante normalizada. Começou a andar mesmo com a pata imobilizada, tendo uma vida normal. A minha pergunta é: como foi decidido não opera-lo. tem algum fixador para colocar na pata para ele se locomover sem ter que trocar os curativos com esparadrapo, gaze e algodão? me falaram de um “fixador de thomas”. Não encontro no mercado nada parecido, a não ser um aparelho criado para uma dissertação de mestrado mas para pata dianteira.
    agradeço a sua atenção..

  159. gostei muito do seu site! show de bola
    dr. meu cachorro poodle qbrou a pata esquerda tipo entre o cotovelo e a mao na parte do meio,ele tem 3 meses levei no veterinario ele disse que tem que operar pondo uma platina ou pino nao tenho condicoes financeiras de fazer a cirurgia sera que com o engessamento resolve

  160. olá meu gato esta com uma bola vermelha do ânus pra fora ele ficou quase um mês no veterinário e já foi operado três vezes e não melhora sai tudo de novo nâo sei mais o que fazer para ajudá-lo..por favor se tiver alguma sugestão eu agradeço muito ,pois não sei mais o que fazer,obrigada

  161. Olá Dr. André, gostaria muito de sua opinião. Tenho um golden retrivier fêmea de 8 meses, e há um tempo ela anda mancando. Fiz o exame de Raio X nela e o veterinário constatou displasia severa nas duas patas traseiras. Ele recomendou fazer a cirurgia agora, mesmo ela ainda não estando no tamanho adulto. O senhor recomenda esta cirurgia? Como é o pós operatório? Ela possui 27 quilos, e ele vai operar uma pata agora e depois de 3 meses a outra. O que posso fazer para ajudá-la no pós operatório e mininizar a dor dela? Existe algum medicamento ou alimentação para auxiliar a recuperação? Estou com muito medo desta cirurgia, não conheço ninguém que tenha um cão que já tenha sido operado.
    O veterinário vai tirar a cabeça do fêmur da pata. Quando estiver cicatrizado, ela poderá correr normalmente? Ela é muito ativa…
    Desde já agradeço pela ajuda.

    • Boa noite Natali.
      Essa é uma cirurgia amplamente utilizada, a recuperação é rápida e você pode ajudá-la com sessões de fisioterapia e acupuntura no pós-operatório, peça indicação para o veterinário responsável. Após a completa recuperação ela poderá correr o quanto quiser, e o melhor, sem dor.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  162. Olá Dr. André, tenho um schinauzer de 5 anos e 7 meses e o mesmo foi atropelado. Levei ele imediatamente para a clínica veterinária (Clinivet) onde fizeram diversos exames. Nos exames ficou diagnosticado que ele quebrou o cotovelo da pata dianteira esquerda. Ontem fizeram uma cirurgia nele onde foi colocado placas ou pinos, não sei ao certo, pois estou indo buscá-lo agora.
    A cirurgia correu tudo bem, porém agora preciso saber se terei que fazer algum tipo de fisioterapia ou não terá necessidade? Será que com esta cirurgia ele vai conseguir apoiar a pata no chão ao andar e correr futuramente?

    • Boa noite Natália,
      Possivelmente sim, ele voltará a utilizar o membro normalmente. A fisioterapia é importante para recuperação, mas converse com o veterinário responsável e peça indicação de um fisioterapeuta veterinário.
      Att.
      Dr. André Carneiro

      • Dr. André, obrigada pelo retorno. Ele já está apoiando a pata no chão, mesmo enfaixada, porém quando anda ainda não apoia. Está tomando medicamentos para dor e cicatrização. Foi colocado 2 placas para a formação do cotovelo. Estou deixando ele em lugar mai limitado para que não se esforce muito.
        Att Natalia

  163. Dr. André bom dia

    Minha gata foi atropelada ontem de manhã (segunda), levamos no hospital e tirou RX e viu que quebrou a pata direita diant. proximo do cotovelo da gata. O medico disse que precisa de cirurgia que não é emergencia, mas tem que ser feita logo. Ela está tomando medicamento para dor de 12/12h. Estamos cotado lugares para fazer a cirurgia, pergunta: quanto tempo a gata pode esperar até encontrarmos um lugar bom com preco acessível?

  164. Dr André,bom dia!
    Também queria sua opinião.
    Tenho uma golden retriver de apenas 4 meses.Como ela não tinha o costume de sair sem coleira,na quinta feira passada ela aproveitou uma distração da minha cunhada quando foi abrir o portão e correu para a rua,infelizmente não tivemos tanta sorte pois na hora estava passando um carro.
    Enfim,ela quebrou a tíbia em dois lugares da pata esquerda traseira.Um bem pertinho do pezinho e a outra mais em cima,como se fosse nosso joelho.O médico disse que ela quebou justamente a parte responsável pelo crescimento,o senhor confirma?

    E a pata direita ela apenas cortou,foi dado os pontos e estamos trocando os corativos…só que não está secando,podemos apenas limpar e deixar sem os corativos?
    Ontem ela fez a cirurgia e nesta parte que é como se fosse nosso joelho,foi colocado 4 pinos e na outra,perto do pezinho,como a radiografia que fiz foi na quinta e a cirurgia foi só na terça,ela já estava calcificada,o médico não operou essa.
    Quero saber se minha cadelinha vai ter uma vida “normal” e quais os riscos de essa pata não crescer?Ela vai fazer fisioterapia?Como é essa recuperação?
    Doutor aguardo ansiosa sua resposta,ela é minha vida!
    Desde já obrigada!

    • Boa noite Paula,
      Sim os animais filhotes podem fraturar justamente na placa de crescimento. Se ela vai ter uma vida normal ou não infelizmente não posso dizer, cada animal responde de uma forma diferente e cada fratura tem um prognóstico diferente. Essa informação pode ser passada a você pelo veterinário responsável pela cirurgia. A fisioterapia é muito importante na recuperação.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  165. Boa tarde Dr, achei seu blog em uma busca !
    Tenho um Pinscher misturado com Basset, ele começou a mancar, levei ao veterinario, o mesmo me disse que o ombro estava fora do lugar, colocou uma tala que ficou durante 15 dias e tomando as medicações pedidas.
    Ja tem 1 semana que tirei a tala e ele agora nem apoia a pata no chao.
    Antes da tala, mesmo machucado ele colocava a pata no chao, andava com dificuldade, mas colocava e depois que tirei, ele nem apoia mais.
    Agora nao sei, se ele nao melhorou ou se é normal ele ter acostumado a andar com 3 patas e está com medo ainda de apoiar a patinha.
    Me ajude, por favor!

    Grata

    Glaucia

    • Boa noite Glaucia,
      Seu animal realizou algum exame radiográfico?
      Realmente os animais leves podem apoiar em 3 membros. Para isso é necessário fisioterapia.
      Mas a causa da luxação deve ser esclarecida.
      Att.
      Dr. André Carneiro

      • Boa noite.
        Muito obrigada por responder.
        Vou ter que leva-lo ao veterinario de novo, pois ele continua sem apoiar a pata.
        Acho que continua fora do lugar, e nao fez nenhum exame radiografico !
        Grata

        Glaucia Goes

  166. Boa noite Dr. Andre, antes de mais quero felicita-lo pelo blog, eu xtava procurando mesmo algo assim parabens pela ideia brilhante.
    estou vivendo numa das provincias do interior de Angola onde a carencia de diversos tecnicos e nao existe clinica alguma de veterinaria, porem tenho um amigo trabalhando na fezenda de alguem como veterinario para ” bois” pedi ajuda a ele e ontem aplicou uma injecção ao meu cachorro viralata ( mistura de labrador com pastor alemão, tem mais traços de labrador ate atitude tambem) este, esta com toce seca, e cá em Angola começou a cair as primeiras chuvas, fazia ja 10 dias desde que o meu cachorro esta com toce porem consultei alguma coisa na net, encontrei alguns conselhos uteis como dar um charope de criancinha, se nao passar consultar um vet, ontem meu cachorro levou uma injecção na perna, porque o charope ajudou mas nao corou, portanto hoje nao xta conseguindo pousar a perna no chão, gostaria de saber se isso é normal a injecção foi de antibiotico, e ela é intra–muscular destinado para bois, com a marca comercial ”Tetradur”, fizemos isso na tentativa de minimizar a cituação porq xtou angustiado ao ver meu cachorro sem vontade de comer nada e sempre com toce com os olhos um pouco vermelhos com ramelas, as narinas humidas que são caracteristicos da doença .
    Então Dr.Andre sera ele vai perder a perna? esta com medo de tocar o chão com a mesma.
    Desde ja agradeço atenção dispensa e prometo divulgar o blog aos meus amigos. abraços de jilson.

  167. Boa noite Doutor,

    Estou passando por uma situação difícil. Tenho um gato que fará 12 anos e estava apresentando espirros. Tirei radiografias e no laudo consta a seguinte informação: “Aumento de volume homogêneo hiperdenso em espaço mediastínico, cranial à base cardíaca, discretamente deslocado para hemitórax esquerdo, melhor visualizado em projeção ventrodorsal – neoformação? / à esclarescer”. Não há evidências de nódulos metastáticos dispersos em parênquima pulmonar. Há mais de 3 semanas da radiografia, meu gato por enquanto não apresenta sinais clínicos e os espirros diminuiram 99%. Se vc puder me mandar um e-mail e me falar o que vc acha, se tem tratamento, se pode ser um cisto, um abscesso além da possibilidade de um câncer, eu agradeço. Os vets que o examinaram disseram que pela difícil localização que o suposto tumor se encontra, uma cirurgia seria muito arriscada e não daria para realizar nem mesmo uma simples citologia. Sendo assim, não sei o que fazer. Só me resta então esperar que meu gato piore até morrer? Aguardo ansiosamente um retorno.

    Att,

    Fernanda

    • Boa noite Fernanda,
      Se fosse possível a realização de uma tomografia de tórax o diagnóstico seria mais fácil. Essa massa pode ser uma neoplasia ou pode ser o linfonodo mediastínico, de qualquer forma o diagnóstico é muito difícil devido a localização e a cirurgia realmente é de altíssimo risco. Pode-se realizar um novo exame radiográfico após 30 dias para acompanhamento, ou volto a repetir, a tomografia seria a melhor opção.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  168. Boa Tarde, Dr. André

    Que bom ter um blog deste tipo, e que o Sr. se dispõe a nos ajudar neste momentos em que nos sentimos tão impotentes.Tenho uma gata que adotei que é muito arrisca, e que se machucou ao tentar escapar de outra gata que entrou em meu quintal pela grade e machucou sua pata direita dianteira. Levei imediatamente a um hospital aqui em Dourados-MS , mas só puderam dar remédio na tentativa de desinflamar algum nervo. Ela não mexe a patinha, não foi diagnosticado nada ósseo em dois RX e ela não sente nada na patinha direita. Neste período levei ao hospital veterinário de uma Faculdade na Cidade, mas o veterinário nada pode fazer além de tentar outro medicamento, pois no estado de MS, não tem equipamentos de ultrasom ou outro qualquer para uma gatinha pequena que pesa 3.100 gr, e não podem ver se é rompimento de ligamento ou nervo,e não teriam como operá-la. Comentei sobre levá-la para outro estado e eles acham interessante. No momento estou fazendo acupuntura e alongamentos numa tentativa de manter os músculos até que eu a leve a uma cidade onde tenha o equipamento necessário para pelo menos ver se há a possibilidade de cirurgia, ela deu uma melhorada com a acupuntura, parece ter sentido um pouco novamente e a mexer um pouco a pata no sentido de recolher, mas depois voltou a deixar largada, com a possibilidade de mutilar, pois corre e bate em qualquer lugar. Quero levar a BOO ( Nome da minha gatinha) para alguma capital próxima onde possa fazer a cirurgia, mas tenho uma dúvida, qual é o aparelho que tenho que achar? existe a possibilidade de cirurgia após 1 més do acidente? Pode me dar algum conselho neste momento? estou perdida tentando recuperar o movimento da patinha dela.
    Agradeço de antemão qualquer ajuda.

    • Boa noite Mary,
      Pelo relato que você fez pode haver algum tipo de lesão neurológica, uma lesão no plexo braquial é possível. Se isso ocorreu infelizmente não existe tratamento, a acupuntura é uma tentativa de estimular o retorno da sensibilidade.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  169. Doutor, meu gato de um ano foi atropelado por uma moto. Levei-o para o veterinário, na ultrassonografia foi verificado o deslocamento da bexiga. Foi feita a cirurgia urgente, o veterinário disse que a bexiga estava muito estragada e a reconstruiu. Disse que esperássemos 48 horas para ver se deu certo. Uma cirurgia dessa é muito arriscada? Quais as chances que ele tem de sobreviver? Quais os sintomas após operatória?

    • Boa noite Mirelle,
      Não posso ajudar muito nesse caso pois não avaliei seu animal antes e depois da cirurgia. Mas como em qualquer cirurgia as primeiras 48 ou 72 horas são importantes para uma nova avaliação.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  170. Boa Noite Dr. André,
    Achei seu blog por acaso pois estava procurando sobre tumores benignos em cachorrros. Sei que é especilaista em ortopedia mas como vi no blog participa ou divulga outras cirurgias para fins de estudos. A minha situação é a seguinte tenho um Border de 6 anos, forte e saudável que tem um tumor benigno na pata esquerda, este tumor está pendurado por um pequeno pedaço de pele e até pouco tempo não apresentava nenhuma auteração não soltava sangue ou líquidos, isto porque ele não tinha muita atividade pois eu morava em apartamento e ele só fazia exercícios controlados em suas idas a rua, agora moro em uma casa que tem um terreno grande e ele corre muito casa, roça com o abscesso na parede e etc, então de um tempo para cá passou a sair uma aguinha rala com sangue.Eu gostaria de retirar esse abscesso, mas com uma pessoa que tivesse experiência como o senhor. Ocorre que ele é um cão bravo e não é fácil de lidar com estranhos, muitos veterinários que já levei tem medo dele, e por isso fico com medo de darem uma anestesia mais forte nele para que ele não acorde durante a cirurgia. O senhor teria como me ajudar de alguma forma examinando ele para ver se pode fazer a cirurgia(na verdade não sei aonde o senhor trabalha além da Castelo Branco) ou me indicando alguém que também tenha experiência tanto quanto o senhor e possa fazer a cirurgia. Desde já agradeço e fico no aguardo de sua resposta. Luciana

  171. Boa noite,
    Tenho um gatinho, Thor, de 12 meses, moro num apto..ele brincando na varanda do meu apto, caiu de aproximadamente 8 metros de altura, quebrou o femur, junto a articulação( de acordo como raio x). Sofreu o acidente num dia, e operou no dia seguinte a noite, aproximadamente 36 horas depois do acidente. Minha dúvida em relação a recuperação..ele pode caminhar normalmente? já se passaram 3 dias pós a cirurgia de colocação de pino..ele já coloca a pata no chão, mas percebo q ele usa mais as outras patas…ele é hiperativo, tenho medo dele começar a pular na coisas, em cima da mesa, no sofá, em cima da cama…ou ele tem que ter a recuperação quase q 100% quietinho? quase impossível isso para um gato hiper ativo.
    grata!. Tamara, Bsb

    • Boa noite Tamara,
      Realmente é difícil manter um gato ainda filhote 100% quieto…
      Mas é bom evitar deixá-lo em locais onde possa ter acesso a cadeiras, mesas e principalmente janelas! Quem tem gato precisa colocar uma tela de proteção em todas as janelas para evitar esse tipo de acidente. Se possível mantenha num cômodo da casa sem nenhum desse obstáculos.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  172. Boa tarde Dr, achei seu blog em uma busca !
    Gostaria de tirar algumas dúvidas, a 10 dias minha cadela poodle de 10 meses quebrou a cabeça do fêmur da pata esquerda, levei ao veterinário ele disse que provavelmente terá que fazer a cirurgia de retirada da cabeça do fêmur. No momento estar tomando o remédio carproflan, a vet também indicou o nutricard por período indeterminado. Realmente é necessário o uso desse remédio? Tem a possibilidade da pata ficar boa sem cirurgia? E se fizer cirurgia ela poderá ter uma vida normal ( correr, pular etc).
    Espero retorno.

    • Boa noite Keila,
      A possibilidade do animal retornar as atividades normais sem a cirurgia é bastante remota. Siga as instruções e as medicações recomendadas pelo veterinário responsável.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  173. DR. André , obrigada por responder.
    Gostaria de tirar outra dúvida com relação a cirurgia, ela deve ser feita o mais rápido possível ou devemos esperar ela completar 1 ano já que tem 10 meses, pois a vet disse que é arriscado anestesiar o animal nessa idade.

  174. Boa noite, tenho uma cadela porte grande mestiça a rotvailer, ela esta com osteossarcoma, e dizem que a dor é muito forte, decidi por nao amputar a pata dela, porem o que me preocupa muito é se ela sente muita dor pois ela pelo menos nao demonstra ela manca, nao consegue apoiar a pata no chao, mas come, late. O veterinario q tirou o rx dela receitou tramadol 50mg, mas falei com outro vet, e ele disse que poderia dar o tramal que ja tenho em casa, ela esta tomando esse e mais procadyl, o tramal ela toma pela manha e a noite ela toma tbm um tramal com o procadyl, e antes de dormir(22:30) eu dou mais meio tramal (100mg)
    sera que isso é suficiente para ela nao sentir dor?
    O tramadol que foi receitado era para tomar 3 comp. de 50mg a cada 8 horas. Tramadol e tramal sao os mesmos?

    Obrigada, aguardo sua resposta , estou angustiada por causa disso!! Dessa dor que me falaram que é horrivel!!!

    • Boa noite Luciana,
      Sim Tramal e Tramadol são os mesmos medicamentos, o princípio ativo é o Cloridrato de tramadol.
      Realmente a dor causada pelo osteossarcoma é muito grande. se a dose prescrita foi de 3 comprimidos e você está dando apenas um, certamente está fazendo subdose e seu animal está sem cobertura analgésica. O tratamento para osteossarcoma é a amputação do membro, erve para impedir possíveis metástases e tirar o quadro de dor do animal.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  175. Boa tarde Dr Andre,
    Eu tenho uma Yorkshire de 8 meses e ela fraturou o femur, ela ira fazer a cirurgia amanha, a recuperação demora muito tempo?
    Obrigada

  176. Doutor boa noite, por favor tire uma dúvida, ontem no domingo minha gatinha com 3 anos quebrou a tibia, na qual levei ao veterinário, fizeram um rx e a doutora me disse que só fazendo uma cirurgia com pinos ou placas, nesse lugar a cirurgia custaria cerca de 1.000 a 1.500 reais, não temos condições no momento, ela só enfaixou a pata trazeira sem nenhum apoio, hoje levei em outro veterinario muito conceituado aqui em Mogi das Cruzes e ele olhando o rx disse que soente a tala resolveria o problema, estava lendo as perguntas nesse site e li coisas a respeito de cirurgia, será que para a correção a tibia é somente cirurgia?Tira-me a dúvida, agora ele só esta deitadinha e não quer que a gente mexe em sua patinha, só com a tala resolverá o problema, desde já agradeço.

    • Bom dia Samantah,
      Depende do tipo de fratura, a grande maioria das fraturas em pequenos animais depende da cirurgia para uma boa resolução.
      Mas continue seguindo as orientações do veterinário responsável.
      Att.
      Dr. André Carneiro.

  177. Ola doutor meu nome é Patricia minha cadelinha uma dachshund de 2 anos foi atropelada e quebrou a bacia em tres locai a 1 mes , o mais grave foi a asa do ilio, a cirurgia reparadora foi feita no mesmo dia, porem passados ja esse mes ela ainda nao apoia a pata no chao, parece que esta comecando a atrofiar, eu estou desesperada tenho medo que ela nao volte a andar normalmente nunca mais, tem alguma dica para me dar? :/

  178. Bom Dia Dr. André, Primeiramente gostaria de parabenizá-lo pelo site e pelo ótimo trabalho. As suas orientações nos ajudam muito e assim como os demais estou com um problema no qual gostaria de sua ajuda. Possuo um Maltês e ele tem 10 meses, muito ativo, adora correr porem quando ele para, manda da pata traseira esquerda. Levamos o cão num veterinário e depois num ortopedista, efetuamos o Raio-X e foi diagnosticado desvio das patelas porem num grau menor e “necrose asséptico do fêmur”. Então conversando com o ortopedista, fomos posicionados que a cura para a necrose seria a cirurgia porem teríamos duas opções, o corte da cabeça do fêmur ou a fixação de uma prótese. Diante tudo isso, ficamos com várias dúvidas, por exemplo: – Procede esses métodos de cirurgia? – Com esta idade (10 meses), não seria muito cedo realizar esta cirurgia? – E a recuperação do cão, ele volta a caminhar normalmente, sofre seqüelas? – Existem outros métodos ou opções para o tratamento? Agradeço muito a sua atenção e ajuda. Abraços.

    • Boa noite Saulo,
      Sim existem essas duas técnicas para a correção da necrose asséptica. A recuperação é bem rápida e o animal retorna a função normal do membro, o tratamento definitivo é a cirurgia.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  179. Olá André! Meu cão foi atropelado essa semana. A caminhonete passou por cima do pescoço e da pelve. Ele só fraturou a pelve, bem no encaixe do fêmur (coisa pequena q nao vai precisar de cirurgia) mas tem dores pelo corpo todo. Ele fica deitado o tempo todo e quando se mexe, só consegue se sustentar nas duas patas dianteirasmas, nao levanta. Ele vai precisar ficar 60 dias de repouso para a cicatrização da fratura. Gostaria de saber, como acomodar ele em diversas posições pois, deitado sempre de um lado pode amortecer e ocasionar feridas. Do lado da fratura ele pode deitar???? Obrigada desde já!

    • Boa noite Camila,
      Geralmente o próprio animal acha uma posição confortável para deitar-se, o que você pode fazer é colocar algum tipo de colchão para evitar as escaras de decúbito.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  180. OLA DOUTOR MEU NOME E ADILA MEU CACHORRO SOFREU UMA FRATURA NO FEMUR MAIS O VETERINARIO DAQUI DISSE QUE E SO COM CIRURGIA AI MINHA MAE FEZ UMA ATADURA E IMOBILIZOU A PERNA DELE EU QUERIA SABER SE VOLTA AO NORMAL SEM CIRURGIA?

  181. BOa noite, faz uns 4 meses que cuido de um cão idoso que largaram
    na minha rua, faço oq posso, eu vermifuguei,dou ração 2x por dia
    dei vitamina (bulvitan) enfim, esse domingo que passou ele aparec
    eu aqui com patinha de trás quebrada bem no meio, qdo ela anda
    ela fica balançando, dei a ele anti-inflamatorio de cachorro mesmo
    e dou dipirona para dor, ja desinchou praticamente td e até parece
    que ele não sente dor, pois deita no lado dessa pata quebrada,
    eu ja liguei p universidades que tenham curdo de vet p ver qto
    elas cobrariam na cirurgia e me decepcionei pq é absurdo o valor
    que chega a quase 1.000,00 oq eu não tenho nem em cartão
    de crédito….eu pensei será q se amputar ,visto que ele ja é
    velhinho e fica na rua não seria melhor e mais barato p mim?

  182. ok Dr. André, conseguimos um vet aqui no rj que nos ajudou com o problema do vira-lata atropelado, ele irá operar na segunda feira.
    Outra dúvida é que castrei minha cadela dia 25/10/12 porém ontem dia 16/11/12 ao pega-la no colo notei um caroço bem perto da cirurgia, oq não estava ali uns 4 dias antes pois tinha dado banho nela e não senti isso, hoje eu a levei no vet q a operou e ele disse que é uma Hérnia pq ela deve ter ficado pulando, ou fazendo esforço que não podia, oq realmente é verdade, ela não para nem mesmo eu reduzindo o espaço que ela fica. Minha dúvida é que ele disse p não me preocupar pq não precisa de cirurgia, até aí td bem, mais ao falar com minha mãe fiquei apavorada por ela disse que se estrangular ela morre, afinal é necessário operar? ou ela pode viver com isso desde que não sinta dor nenhuma? essa hernia tem algo relacionado com o fato de ela amamentar tbm?

    • Boa tarde Manuele,
      A hérnia depende da avaliação clínica, siga as recomendações do veterinário responsável. A hérnia é comum no pós-operatório de animais muito agitados.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  183. Após cirurgia de luxação de patela e fêmur com retirada da cabeça do fêmur, a ocorrência de trombose, iniciado na pata, em minha cadela de 8 anos cardiopata e com hipotireoidismo. Única indicação em trombose é amputação? Algum especialista no estado do MG ou RJ?

  184. operei meu cão com colocação de pinos ,pois ele quebrou a pata da frente,é normal sangrar, pois troco seu curativo tds os dias e sempre esta sujo de sangue.

  185. Olá Andre, meu Bull Terrier de 6 meses, está acordando de uns 2 meses para cá sempre mancando, porém, alguns minutos depois parece não sentir mais nada. Sempre na pata dianteira esquerda.
    Por favor, agradeço muito se der sua opinião.
    Obrigado.

    • Boa noite Rafael,
      Existem alguns disturbios do crescimento que podem levar a esse tipo de sintomatologia, seria interessante levá-lo ao veterinário para uma avaliação mais criteriosa.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  186. Bom dia!
    A minha sobrinha possui um gato filhote, 5 meses, que sofreu um acidente doméstico (uma madeira caiu sobre a perna) e quebrou a cabeça do fêmur. Gostaria de saber caso não seja feita a cirurgia (retirada da cabeça do fêmur ou reconstituição) haverá algum problema e se o gato conseguirá andar e saltar.
    Desde já agradeço

    • Boa noite Pedro,
      Pode ocorrer uma consolidação errônea, ou seja, seu animal pode ficar com a pata torta. Também existe a possibilidade de uma síndrome que se chama Não-união óssea.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  187. Boa Noite, tenho o gato e a dois dias ele apareceu mancando e arrastando a patinha da frente, dei uma olhada e acho que não quebrou, pois não inchou e mecho na mãozinha e ele não sente dor, só sentiu dor quando estiquei a patinha dele, parece que ele não consegue forçar ela. O que pode ser ? e o que posso fazer para ajuda-lo ? por favor estou preocupada.

  188. minha pit bull de dois meses, estava brincando com o gato (de um ano ) hoje e o gato acidentalmente enganchou uma pata na corrente dela, e ficou bastante agitado só que ela continuou brincando , brincadeirinhas de morder , e ele ficou bastante nervoso e atacou um pouco ela, ele machucou o nariz dela com a unha, e parece q a pata um pouco , logo depois que eu separei, ela saiu e brincou normal , correu etc porém a tarde a pata dela inchou muito ela não apoia a pata no chão, e quando tento esticar um pouco ela ”chora” estou colocando compressa gelada por enquanto , o que posso fazer em casa para tentar desinchar e melhorar ? tá certo usar compressa ?

  189. Boa noite doutor ! Minha cadelinha poodle foi atropelada . Fraturou a bacia e tem fragmentos de ossos espalhados ela tem 2 anos e 1mês o vet disse que foi uma fratura feia e mais de um lugar . Só que o ortopedista deles está de férias então não mostraram ainda o rx para ele , mas me disseram que vão deixar ela assim em repouso para que calcifique os ossos . Minha dúvida é : isso é mesmo possivel , e se os ossos colarem tortos e os fragmentos mais tarde não irão dar problemas pois são corpos estranhos e se sem cirurgia ela não ficará toda torta tenho medo de mais tarde prejudica-la .O atropelamento foi dia 25/12/2012

    • Boa tarde Rosangela,
      As fraturas de bacia são as que tem melhor resolução sem nenhum tipo de cirurgia. 99% dos meus pacientes com fratura de bacia eu não opero, aguardo a calcificação e faço acompanhamento a cada 30 dias com Rx. Após a calcificação total, se houver algum problema, como o estreitamento do canal pélvico que pode dificultar o parto em fêmeas, recomendo a castração desse animal.
      Feliz 2013
      Att.
      Dr. André Carneiro

  190. Bom dia Dr.André,
    Minha cachorrinha Mel de 2 anos, teve condrossarcoma e amputou a perna traseira direita a 3 meses, agora está fazendo quimioterapia de 21 a 21 dias, ( já fez 3 aplicações), nenhuma vez ela teve reação, porém ontem ela começou a mancar da perna direita dianteira, (do mesmo lado da amputada) parece que não tem força pra levantar a mesma, arrasta as unhas no chão, está mais quieta e bastante tempo deitada, normalmente ela está sempre brincando e fica andando atrás de nós o tempo todo, o que pode ser? será somente cansaço por fazer força extra na perna? ou pode ser alguma reação a quimioterapia? hoje não tem veterinário atendendo, daí não sei o que fazer.
    Obrigada
    Ana oliveira
    Porto Alegra RS

      • Bom dia Dr.André,
        Levei a Mel no veterinário no sábado, ela vai passar pelo neuro na quinta-feira, ela está melhor agora, mas vamos fazer novos exames.

        Obrigada pelo retorno,
        Feliz Ano Novo para o Sr.
        Ana

  191. oi tenho um lhasa de 3 meses meu marido atropelou ele levei ele na veterinaria ela disse que quebrou em 2 lugares, femur e tibia, ela pediu um raio x e disse que tem que fazer cirurgia.bom sera que depois da cirurgia ele voltara a andar normalmente, ou vai ficar na mesma… me ajudemmm. aguardo resposta..

    • Boa tarde Kely,
      Se for realizada a cirurgia provavelmente seu animal retorna as funções normais do membro sem problema algum. Isso claro se não houver algum tipo de lesão fora a fratura, como uma lesão neurológico por exemplo.
      Feliz 2013!
      Att.
      Dr. André Carneiro

  192. Olá Dr. André Carneiro, primeiramente quero lhe parabenizar pelo blog pois é muito atencioso infelizmente poucas pessoas são assim nesse mundo! Parabéns..
    Então tenho uma dúvida, tenho uma cachorra sem raça a famosa vira-lata com 2 anos e ontem ela caiu da laje e n coloca uma das patas traseira no chão, como está em época de festas minha cidade pequena n tem nada aberto, gostaria de saber se ela ainda tem chance de ficar boa, andar normal com todas patinhas no devido lugar? =( ela não estava comendo, mais agora já está se alimentando aos poucos e anda mancando…
    Desde já muito obrigada
    e Feliz 2013!!!
    Jully.

  193. Dr. André
    Depois de muito visitar a internet, encontrei seu site e li todos os comentários. Achei ótimo.
    Estou muito preocupada e triste pois me vejo sem saída. Minha rottweiler tem 11 anos e a um mês parou de andar – ela não se levante mas quando está em pé sai cambaleando. Choro dia e noite pois sei qual o problema e não vejo alternativa. Levantar ela com cerca de 60 kg todos os dias pra fazer as necessidades é muito complicado para mim e meu marido que estamos com nossos 55 e 58 anos. Qualquer coisa que eu pense em fazer o custo é alto. Cirurgia já nessa idade dela não consigo pelo custo e não recomendam. O que vai acontecer? Estou administrando o anti inflamatório que é o que consegue fazer com que ela não chore o dia todo. Estou sem saída. breve não terei mais a ajuda de meu marido para levantar ela – ele está fazendo uma bursite.
    existe alternativa ou o caminho dela é realmente o fim? Ela fica lúcida o tempo todo? O fato dela não conseguir fazer o xixi poderá ter tb um problema renal. Qual o tempo de vida normal dessa raça?

    • Bom dia Maria Luiza,
      O tratamento alternativo é uma boa opção, acupuntura é uma saída e tem um bom resultado. A expectativa de vida da raça é em torno de 12 a 14 anos.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  194. Boa noite,aqui perto da minha casa atropelaram uma cadela porte médio que ficou alguns dias se arrastando, porém após suas feridas sararem ela voltou a andar,só que ela faz xixi sem perceber, e quando agente vê ela ja esta toda mijada….´por que ela esta assim? as feridas nós cuidamos, estamos a alimentando + ela esta com essa sequela.

  195. Boa Tarde,
    Dr. André, me tire uma dúvida. Tenho uma york com 13 anos, depois de um banho no pet ela voltou mancando com a patinha esquerda, levei imediatamente no vet., lá foi feito um rx e o resultado foi uma subluxação no ombro esquerdo. O vet. não achou necessário imobilizar. Prescreveu antiinflamatório e analgésico por 5 dias e mandou aguardar.Depois dos 5 dias não teve melhoras,pelo contrário. Retornei no mesmo vet. perguntando se não poderia imobilizar pq ela sentia muitas dores. Ele não recomendou, disse q continuar nos remédios.Mas ela já estava gritando de dor,chorando muito. Levei em outro vet., fez outro rx e disse que estava luxado o ombro. Recolocou no lugar, imobilizou (por 30 dias),não indicou cirurgia por causa da idade dela. Agora ela não tá mais recalmando de dor,ainda tá imobilizada (faltam 15 dias),mas a patinha dela ficou mole, sem controle.O vet. disse que vai voltar ao normal com o tempo, que foi o ligamento que rompeu. Depois que o ligamento rompe ele volta ao normal sem cirurgia??E o ombro pode ficar saindo do lugar?

    Desde já agradeço.

  196. Boa tarde!

    Sou da cidade de Tietê – SP, e ajudo a cuidar de animais de rua. Já a alguns meses, vem aqui na empresa onde trabalho, todo dia, 2 cães – uma fêmea (a qual consegui mandar castrar faz 1 mês) e um machinho. Estive de férias até segunda-feira agora, e quando cheguei, soube que o macho tinha sido atropelado. Hoje, quando saí para procurá-lo, o encontrei animado, veio me ver. Levei pão, ele comeu… Mas a pata traseira direita está sem apoio no chão, e parece bem “molenga”. Procurei feridas, e notei que havia uma ferida na parte interna da perna, mas que está cicatrizada, sem nada exposto por ali. Penso que ele pode ter a perna quebrada…. a minha dúvida é: existe possibilidade de a perna se calcificar sem intervirmos (cirurgicamente ou não)? Teria necessidade de ele tomar algum antibiótico?
    Agradeço desde já sua atenção, e parabenizo pelo site!

    • Bom dia Laura, obrigado pela visita!
      Você precisa levar esse animal ao veterinário para radiografar e ver realmente o que está acontecendo, a ferida pode não estar aberta agora mas já esteve. Pode sim precisar tomar medicamentos pois se houver contaminação do foco de fratura pode ocorrer osteomielite, que é a infeccção óssea por bactérias, e isso é bastante grave.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  197. Boa tarde, doutor, meu nome é Mariana,
    há mais de um mes meu cachorro fox terrier sofreu atropelamento, na mesmo hora levei para o vet, mas ele disse que nao havia quebrado nada. Apos dois dias notei que ele continuava com dor e levei a outro veterinario que me falou que ele sofreu uma luxação e que precisa ser o operado para colocar o femur no local. A cirurgia foi no dia 14/01/2013, hoje faz 4 dias, noto que desde da cirurgia surgiu um calombo, isso é normal? essa cirurgia tem risco do meu cachorrinho nao andar direito novamente? Obrigada

    • Bom dia Mariana,
      Infelzmente não poderei te ajudar. Precisaria saber o que foi feito, qual tipo de cirurgia. Retorne ao veterinário responsável pela cirurgia e converse com ele.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  198. Boa noite, meu cachorro quebrou a perna, eu coloquei uma tala agora começou a inchar, o que eu faço agora com o meu cachorro? Eu não sei se eu tiro, porque ele esta chorando muito, por favor ajude! Deste já agradeço.

    • Bom dia Amanda,
      Retire a tala e leve seu animal com urgência ao veterinário. Ele precisa tomar medicamentos anagésicos, antiinflamatórios e possivelmente uma cirurgia para correção da fratura.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  199. Boa tarde, Meu cachorro Rhodesian, sofreu uma fratura no fêmur… levamos ao centro cirúrgico da minha cidade e sua cirurgia foi um sucesso com oito pinos no total… estamos no segundo dia de recuperação em casa… em um dos pontos sai um pouquinho de sangue… Gostaria de saber se isto e normal, e quais cuidados eu devo tomar para uma recuperação mais tranquila!!
    agradeço

    Paulo

  200. Boa noite, Li todos os comentários da página e não achei um caso parecido. Poderia me ajudar? Meu cachorro ficou machucado (“ombro” esquerdo) e o veterinário disse que poderia ser uma luxação (estou aguardando material na clínica para realizar RX). O médico então prescreveu Dorless (2 dias) e Meloxivet (5 dias, 4mg), em razão das dores e do inchaço. Ocorre que, hoje, após os 5 dias, a pata continua muito inchada e percebi que ele está com febre. Quando tento massagear a pata (longe da possível luxação) a pata parece massa de modelar, pois aperto e o inchaço vai desaparecendo, mas causou dor e eu parei. Nesse instante percebi a febre pelo focinho. Posso continuar o remédio pra dor e o meloxivet? Qual o motivo desse aspecto de massa de modelar da pata? Ja tentei o contato do veterinário, mas não atende. Provavelmente estará na cidade na sexta. Gostaria de ter alguma orientação para amenizar a dor.

  201. Oi, Dr.
    Essa noite, meu gato foi atacado pela minha cachorra. Consegui socorrê-lo e imediatamente levei-o ao vet. Segundo veterinário, meu gato, além de obeso, teve a traqueia perfurada. Ele sangrava muito pela boca e ficou internado. Já pesquisei em vários sites sobre o assunto mas nenhum diz nada sobre o assunto. Gostaria de saber se existe cura pra isso. Por favor, preciso de um esclarecimento. Estou com o coração não mão. Desde já agradeço.

      • Obrigada pelo esclarecimento, Dr. Mas infelizmente meu gatinho não resistiu e morreu. Acredito que tenha sido negligência no veterinário que o atendeu. Perdi um grande amigo.
        Enfim… adorei o site e continuarei acompanhando teus esclarecimentos. Mas uma vez, obrigada.

  202. boa noite!
    Há 9 dias minha gatinha de 7 meses foi castrada. Dois dias após a cirurgia ela surgiu com a pata traseira direita com um grande edema, levei ela imediatamente ao veterinário que me disse que isso poderia ter sido ocasionado por um trauma. há 4 dias ela está fazendo uso de antiinflamatórios e eu notei uma pequena melhora, o inchaço diminuiu e ela se apoia um pouquinho na perna para andar, mais a perna está ficando torta, como se estivesse atrofiada. Gostaria de saber se isso pode estar associado a cirurgia de castração? tem a possibilidade de ter sido lesionado algum nervo durante o procedimento? procurei na internet mais não achei nenhum caso parecido.

    Grata,

    Lara

  203. Boa tarde, tenho um caozinho YorkShire com ,6 semanad muito pequenino mesmo, tem luxuçao patelar na patinha traseira esquerda, o veterinário disse me que não podia fazer nada porque era pequenino demais só quando crescer, eu coloco no sítio e volta a sair logo, do lugar, a minha pergunta é sendo tão pequenino não se pode fazer nada sem ser operado? Não pode tomar nada? Obrigada :) aguardo uma resposta

  204. Olá, Doutor André. Estou com um problema com meu cão da raça Pastor Alemão. Desde ontem, que percebi, talvez domingo, que ele está andando com a cabeça torta. Ele já teve otite e não sei se pode ter voltado, pois domingo, por conta de uma obra na minha casa, deixei ele na minha varanda e precisei me ausentar de casa. Resultado, caiu um pé d’água e ele pegou uma BAITA chuva. Quando chegamos em casa, correndo, secamos ele, desmontei a casinha dele do quintal e levei para a minha varanda. Então, ontem quando cheguei em casa, percebi que ele estava andando com a cabeça torta, e quando acordei hj, continua. Estou sem carro nesse exato momento, mas estou preocupado. Você poderia me dar uma luz? Agradeço sua atenção.

  205. Bom Dia, parabens pelo blog.

    Tenho um filhotinho de Bulldog Inglês de 3 meses e uma semana, desde ontem está mancando muito da patinha dianteira, ontem sequer colocava a patinha no chão, hoje já melhorou um pouco, apoiando. Procuramos por caco de vidro, unhas quebradas, etc, e nada. Também não vimos ele cair. Reparamos que esta pata está bastante virada para fora, um pouco aberta. Ele deixa mexer na patinha, sem reclamar de dor. Marcamos o ortopedista para sexta feira, mas eu estou preocupada. Nosso piso é taco, ele não escorrega andando, mas as vezes quando corre para pegar o brinquedo sim. Damos ração super premium para filhotes. Alguma sugestão?

    Agradeço desde já,
    Julia.

    • Bom dia Júlia, obrigado pela visita.
      Nesse caso o ortopedista que vai avaliá-lo vai poder ajudar muito mais do que eu. Pode ser uma simples dor muscular ou um início de alguma doença articular.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  206. Olá, Boa Tarde Dr. André, minha gatinha apareceu com um inchaço no lado esquerdo do rosto, com a aparência de um bola, o pêlo em volta esta normal, eu lavei a região pra ver se não era mordida de algum inseto ou cobra… Mas não há nenhum tipo de marca de picada, Ela também não sente dor no local, apertei e ela não sente nada. Estou muito preocupada com o que pode ser, é possivel que seja um tumor?

  207. Boa Tarde Dr André, tenho uma Chiuaua de 4 meses, na ultima quarta de carnaval, ela caiu brincando com meu filho, e acabou fraturando a pata em dois lugares, fiz o RX ,mas é dificil, um fala que precisa de cirurgia outro fala que a tala resolve, oque faço?

  208. Olá, Dr. André. Tenho um gato com problemas na coluna, além do de uma vizinha, que ganha salário-mínimo e que necessita realizar uma Tomografia. Cuido de muitos gatos e certos exames são absurdamente caros, ficando difícil para uma pessoa só manter todos eles com saúde. Aqui no Rio, essa parte veterinária ainda é muito prejudicada, sem nenhum apoio público e pouco investimento particular, especialmente fora da Barra e Zona Sul. Diante dos poucos locais e preços irreais, os pets das pessoas mais carentes infelizmente ficam sem tratamento, levando ao agravamento da doença ou à morte precoce do animal. Eu gostaria de saber do senhor se há alguma alternativa, alguma clínica que realize essa tomografia no Rio de Janeiro, pois a única que encontrei na Barra da Tijuca cobra quase 1.000,00 pelo procedimento. Muito obrigado.

  209. Oi doutor há uns sete ou oito meses venho tendo problemas com o meu gato, ele tem 3 anos. quando ele tinha um ano e pouco bateram nele e quebraram o seu rabo, levei-o na veterinária e ela disse que se o rabo não tivesse atrapalhando ele não precisaria ser amputado, mas há uns oito meses o gato tem tido muita dificuldade de evacuar, fiz um ultrassom que não acusou nenhum problema. O comportamento dele está alterado ele era um doce muito tranquilo e dengoso mais agora ele tem se mostrado muito agressivo e nervoso.
    Queria saber com o senhor se o rabo pode estar causando essa dificuldade do gato em evacuar e se a amputação do rabo pode ajudar a resolver esse problema.

  210. Boa Noite Dr.André
    Tenho um pastor alemão com cinco meses,tive que levar minha mãe ao médico à um mês mais ou menos para retirada dos pontos de uma cirurgia ortopédica, quando retornamos a Rhada estava mancando e não punha a pata no chão,levei ao vet, ela disse que era uma luxação próximo a cabeça do fêmur, moro em uma chácara afastada de Campinas e a vet não tem raio x,como estava impossibilitada de sair, por conta da cirurgia da minha mãe,segui as recomendações dadas pela vet,restringi o espaço para que ela não se movimentasse muito, mas não foi colocada nada para imobilizar a pata,foi tratada com anti inflamatório e outro medicamento para o osso,ela sofreu muito nesse período,pois sentia dores e ficar deitada o tempo todo lhe incomodava, tentei amenizar isso o mais que pude com massagens na coluna e medicamento pra dor que a veterinária me aconselhou a não tirar de tudo a dor, pois a dor seria uma forma dela se manter imobilizada,nessa questão não segui a recomendação da vet,ela tem colocado a ponta da pata no chão, quando está na terra e na grama corre e anda com as quatro patas, mas na varanda e dentro de casa, anda só com as três patinhas,perecebí que a pata está atrofiando, perdendo massa muscular.
    Como minha mãe já se recuperou bem da cirurgia eu já tenho disponibilidade de tempo para correr atrás do tratamento da Rhada.Você acha que com fisio ela pode recuperar o movimento normal?Não moro aqui a muito tempo, mas descobri hoje que tem a Faculdade de Veterinária de Jaguariúna acho que talvez lá eles tenham esse atendimento, se fosse em São Paulo, tudo seria mais fácil, mas mesmo que eu tenha que levá-la para São Paulo para fazer a fisio e acupuntura não é problema.O que vc me recomenda, conhece profissionais nessa área em Campinas,o que pode ser feito pela Rhada,tenho mais oito vira latinhas e seis gatos,amo meus bichinhos e fico angustiada de vê-los doente,
    Grata pele sua atenção,Ah, vc está de parabéns o blog é incrível,utilidade pública pura,.mas quando amamos o que fazemos o resultado só pode ser esse,parabéns.
    Neiri – Campinas

  211. Bom dia Dr. Andre! O meu gato foi atropelado , levei no vet e ele tirou um raio x, segundo o exame ele quebrou a pelvis. mas faz 13 dias que meu gato não faz xixi normal, no sexto levei ele novamente, ele esvaziou a bexiga que estava cheia, e então prescreveu antibiótico chamitril por cinco dias por achar que ele estava com cistite, ele já tomou os 5 comprimidos mas nada de ele fazer xixi, só gotejando, ele também vai na areia faz força pra sair o coco e nada, já dei leite com mamão, oleo vegetal, ameixa pra ver se faz coco, mas nada, pra não dizer que não fez, tinha um pouquinho apontando no rabo dele, e eu consegui puxar, só saiu um pouquinho. Liguei para o vet e ela me disse que isso é normal devido o quadro dele, mas com o tempo ele vai conseguir. Mas esse xixi parado só gotejando pode fazer mal pra ele? Gostaria de saber se ele logo voltara a fazer xixi e coco normal com o tempo, e se é normal mesmo ficar desse jeito. Uma outra dúvida é sera que ele ainda vai conseguir pular o muro ou fica sequelas. Será que agora ele vai pegar trauma da rua? Se puder me responder agradeço desde já!

    • Boa Noite Ivete,
      Não tenho como ajudar muito nas suas dúvidas, precisaria avaliar seu animal. Tudo vai depender do tipo e onde foi essa fratura, e também como vai ocorrer essa calcificação. Siga as orientações dadas pelo veterinário responsável pelo caso.
      Att.
      Dr. André Carneiro

      • Bom dia Dr Andre! eu só sei que o vet me disse que é no íleo, eu também ja pedi um ultrasom, mas o resultado foi normal. só que hoje já faz 15 dias e ele não voltou a defecar e fazer xixi, o xixi tem que ajudá-lo, continuo dando mamão, ameixa e nada. Ele está andando, mas bem pouco, não tem firmeza , ele anda um pouco e cansa e ja volta pra cama dele.Infelizmente já acabou o dinheiro pra levá-lo novamente no vet. A minha dúvida é até quantos dias um gato consegue ficar constipado assim? ele pode morrer? por favor me ajude, eu não sei oque fazer, estou esperando pelo tempo mesmo, como disse o vet isso vai depender dele agora. Mas eu fico na dúvida, e é muito triste ver o bichinho querendo fazer e não conseguir. Se puder me responder eu agradeço novamente.

  212. Aprecio o seu trabalho Dr. André Carneiro!
    Tenho um problema com minha gata de estimação. Ela é mestiça e tem 1 ano e meio.
    Há menos de 1 mês ela foi atropelada na frente da minha casa por uma moto. Depois de passar pelas mãos de 4 veterinários, ela vai operar a bacia que foi fraturada em 4 partes nesta próxima segunda-feira (04/02) numa clínica veterinária da UENF de Campos dos Goytacazes. Apesar de ter tido excelentes referências sobre o cirurgião ortopedista de lá, no dia em que marquei a cirurgia não me lembrei de perguntar se a minha gata poderia se alimentar antes da cirurgia.
    Gostaria muito que o Dr. me respondesse antes da operação da minha gata. Obrigada :)

  213. Tenho um rotwailler de 4 meses, há um mês a atrá caiu da escada e fraturou cotovelo da pata esquerda, foi levado ao vet e colocaram uma tala na qual permaneceu por 15 dias, hj faz um semana e o meu cachorro não consegue apoiar a pata no chão, ele aparentemente está bem, se alimentando normal, está com cerca de 17 kg e boa pelagem, mas todo o peso está do lado direito do Rot, gostaria de saber qual o tempo médio de recuperação de uma fratura em filhote de Rot?

  214. boa noite! tenho um labrador de 9 meses que começou a mancar (pata esquerda dianteira) há pouco tempo. acho que há uns 2 meses. percebi logo no início e, após um rx, foi observado que havia um discreto desnível entre as superfícies de rádio e ulna, acompanhado de discreto aumento de radiopacidade em osso subcondral ulnar. iniciamos o tratamento com osteocart plus. esta semana repetimos o rx (após 2 meses) , mesmo porque ela continua mancando, e o diagnóstico foi o mesmo, embora não tenha avançado, mas a veterinária sugeriu o cosequin ds.
    será possível resolver o problema sem cirurgia? e se precisar de cirurgia,você aconselha esperar um pouco mais até a cadela tornar-se adulta ou é melhor agora?
    agradeço pela sua atenção.
    abraços,
    medeiros

    • Boa tarde Eliane,
      Seu animal possui uma incongruência da articulação do cotovelo, isso se caracteriza pelo crescimento desigual entre o rádio e a ulna, que é um dos quatro fatores geradores da displasia de cotovelo. O quadro tem resolução cirúrgica e deve ser corrigido o quanto antes devido ao processo degenarativo articular que ele causa.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  215. boa noite Dr. André,

    tenho uma bull terrier de 6 meses que sofreu fratura na tibia e fibula da perna esquerda, pq caiu de mau jeito brincando de pular. levei ao vet de minha confianca e ele disse que tera de operar dentro de no maximo 1 semana. meu bebe pode ficar com alguma sequela? tera de colocar pinos na perna? estou preocupadissima.
    obrigada
    rose

    • Boa tarde Rose,
      O implante cirúrgico depende do cirurgião, em relação a sequelas depende do tipo de fratura. Converse com o veterinário responsável e esclareça suas dúvidas.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  216. Dr Andre meu gato ja faz um mes que quebrou o íleo e até agora só fazendo enema e esvaziando a bexiga manual, e oque é preocupante também que a calda esta flácida.Nesses casos pode ser lesão de coluna? ou leva tempo para recuperar? já levei no vete, mas ele não responde só me diz que depende dele, na sua experiencia já houve casos de demorar tanto assim? só não quero que ele sofra, pois estou com o coração apertado.

  217. Olá,

    Tenho um filhote de pastor alemão de 4 meses. Há duas semanas percebi que ele estava coxeando com a pata direita dianteira, pórem ao mexe-la ou apalpa-la ele não se queixava. Hoje ele acordou mancando com esta pata e está com o coxim inchado, quase não apoia a pata no chão. O que pode ser isso?

    Obrigado

  218. Minha cachorrinha caiu e quebrou a patinha, é uma pincher de 4 mêses, a cirurgia foi tranquila porém estou preocupada em relação a pata dela que está muito inchada, eu sei que é normal inchar devido a fratura mas estou achando que tá inchado demais, é normal isso?

  219. Dica para Ivete Krepski (14/03/2013): A cachorrinha de meu sobrinho, uma dashauden de seis anos, ficou paraplégica por seis meses, arrastando-se pelo chão e machucando as patinhas traseiras. Descobrimos um Medico Veterinário Acumputurista, Dr. Rodrigo, que a curou: ela voltou a andar, retomou controle de fezes e urina e está ótima. Parabéns ao Dr. André pela excelência do site e das informações nele contidas. Abrs. CAPITU

  220. Dr. Andre, boa noite!
    Em busca de esclarecer minha dúvida pela internet, por ter perdido um pouco a confiança nos veterinários que me auxiliaram encontrei o seu blog. Minha cadela da raça Australian Cattle Dog pulou de uma ponte e fraturou a pata anterior, no primeiro atendimento o veterinário não identificou a fratura e apenas medicou. 15 dias mais tarde achei que havia uma fratura e a levei em um especialista que fez a primeira cirurgia (se não me engano a fratura foi no carpo) colocou uma placa. Em 7 dias essa placa se soltou e foi necessário uma segunda cirurgia realizada 20 dias após a primeira colocando uma nova placa. Após 15 dias da segunda cirurgia ela chegou a colocar a pata no chão mas parou, hoje estamos com 42 dias após a cirurgia e ela anda somente em três patas, parece que ela se acostumou dessa forma. Minhas dúvidas são: Será que ela não encosta a pata por dor? Será que ela voltará a apoiar a pata no chão? Seria interessante eu coloca-la pra nadar, se sim quantas vezes por semana e por quantos minutos?
    Desculpe a longa estória e agradeço a atenção.

    Renato

    • Boa noite Renato,
      Os cães não utilizarem o membro após as cirurgias ortopédicas é mais comum do que se imagina, como o cão anda em 4 apoios andar em 3 não faz muita diferença para eles. Converse com o veterinário responsável pela cirurgia e peça indicação de algum fisioterapeuta para acompanhar seu animal. Todos os meus pacientes de ortopedia encaminho para acompanhamento fisioterápico no pós-operatório.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  221. oi por favor me ajude meu cachorro de 7 anos foi atreopelado e quebrou o femor e o veterinario disse q tem de fazer um cirurgia pra colocaçao de placas com parafuso mas estou com muito medo da cirurgia dele nao voltar mais da nestesia e tambem o inchaço desceu td pra pata dele. por favor me de uma resposta de deixo fazer a cirurgia ou o osso cola com repouso tirei o raio x e apartou mesmo o osso.por favor me ajude ele fica tao quietinho nao sei se ta sentindo dor me corta o coraçao ver ele daquele jeito.É NECESSARIO MESMO A CIRURGIA?

  222. bom dia doutor !
    gostaria de saber
    meu cão de 7 anos raça vira lata quebrou o femor em um atropelamentoele esta em casa tomando medicameto. tentamos deixar ele sempre em repouso
    gostaria de saber se o osso cola sem cirurgia
    e quanto tempo leva
    ele nao teve nenhum outro ferimento so a fratura
    o acidente ocorreu dia 05 /04/2013
    por favor me de uma resposta se tem possibilidade de colar o osso sem a cirurgia
    at, Audeni de Irecê BA

    • Boa tarde Audeni,
      A cicatrização pode até ocorrer mas existem grandes riscos de calcificar de forma errada ou não ocorrer a cicatrização. Fraturas precisam de cirurgia para uma boa recuperação.
      Att.
      Dr. André Carneiro.

  223. Boa noite Dr. Meu nome é Betânia e tenho um golden de quase 4 anos, com 44k. Foi diagnosticado Displaxia Coxofemural com sub luxação. A recomendação é cirurgica e ele fará nesta semana. O problema sou eu que estou desesperada, pois estou sofrendo por antecipação por imaginar o pós operatório…como tenho mais 2 cães, o ser acharia melhor ele ficar mais alguns dias internados do que sair no dia seguinte à cirurgia? Tenho medo de não saber cuidar direito…

  224. BOA TARDE ….tenho uma poddle de 4 meses e fez a castração so que ela teve duas parada cardio respiratoria e ficou enternada a vet falou que ela podia ter morrido mas ela e muito forte…só que ela ainda estar com a pupila delatada e não houve e anda cabaleando …a vet diz que ela teve uma reação alergica a anestesia…gostaria de saber se ela vai voltar a andar e ouvir e por quando tempo…ela fez a cirurgia dia 17 de abril 20’3. eu me arrependi muito por ter feito a castração chorro dia e noite pois e triste ver ela assim so dormindo….ela tem chances de se recuperar????

  225. Oi, Dr. André.

    Tenho uma Golden Retriever de 3 anos. Há 1 ano, por meio de radiografia, foi diagnosticada com displasia coxofemural em grau severo. Na época, como a cachorra não apresentava dor (e ainda não apresenta) a veterinária orientou não dar remédio e nem realizar cirurgia, alegando que remédios poderiam trazer problemas futuros e era muito nova para a cirurgia.

    Moramos num sitio, onde a cachorra corre e se exercita com frequência, e sua alimentação é a base de ração própria para fortalecimento de ossos e articulações.

    Como ela tem apresentado alguns estalos no quadril ao andar estou preocupada e gostaria de uma recomendação: devo procurar um especialista para a realização de cirurgia,mesmo que aparentemente ela não apresente dor, ou devo buscar tratamento alternativo,como acupuntura, remédios, etc?

    Agradeço desde já.

    Att.,

    Juliana

    • Bom dia Juliana,
      Você deve procurar um veterinário especializado em ortopedia, se ainda não o fez, a displasia é uma doença que tende a agravar com o passar do tempo o quanto antes for resolvido melhor.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  226. Ola meu cachorro é um Burriler e vai fazer 1 ano, mas ontem foi atropelado mas nao se machucou muito, porem no raio x deu que ele rompeu o ligamento do quadril, o veterinário me falou que pode fazer a cirurgia mas ela eh arriscada mas tb pode ser que em 3 meses ele fique bom e volte a andar sem mancar, oque vc acha desse diagnostico pois tb nao tenho dinheiro para pagar a cirurgia pois vai me custar mais de mil reais oque faço ?

    desde já obrigada

  227. Boa noite Dr..
    Gostaria de saber se com a experiência que o Sr. tem se é possível me ajudar a esclarecer oque pode ter acontecido com minha cachorrinha..
    Peguei uma pinscher atropelada no natal, foi suturada a perna esquerda quase inteira, depois de tirado os pontos ela andava com a perna, mas, 1 mês após resolvi tirar um RX e descobri que ela também tinha fraturado o quadril, a cabeça do fêmur estava dentro do acetábulo quebrado.. e mesmo assim ela andava! foi realizado a cirurgia da retirada da cabeça do fêmur , mas no acetábulo nada foi feito, o cirurgião me disse que ela voltaria a andar com 18 dias .. passado a data, nada de ela andar, o cirurgião resolveu esperar mais.. o tempo foi passando e ele sempre me dando esperanças que a cachorra voltaria a andar, mas com 2 meses após a cirurgia à levei para outro profissional , onde foi constatado que ela perdeu por completo a sensibilidade do joelho para baixo. e também ainda anda com a perna fletida porque o osso da bacia impede que ela estenda a perna por completo. resumindo ninguém sabe me explicar oque aconteceu, pois se ela andava com a perna antes da cirurgia é sinal que os nervos estavam intactos., e como o corte da cirurgia foi na parte posterior do glúteo, se fosse erro medico teria seccionado o nervo ciático e assim ela não sentiria a perna inteira.
    O resultado de tudo isso , é que faz 3 meses que foi realizado a cirurgia , faz 1 mês que a cachorra está recebendo acupuntura a laser, já tomou citoneurim, corticoides, e agora esta tomando etina.. mas não houve nada de melhora… hoje ela se encontra sem sensibilidade nenhuma apenas do joelho para baixo.
    Por favor, se puder me ajudar a esclarecer oque pode ter acontecido, fico muito grata .. pois estou desesperada em busca de fazer com que ela volte a sentir o membro.
    muito obrigada .
    Liliana

  228. Boa tarde Dr..
    Tenho um Youk Shire de 3 anos, e há uns 8 meses atrás ele foi atropelado.. e machuco bastante a pata da frente, só que achamos que ia sarar, e só passamos pomada.. só que conforme o tempo, começou a piorar.. e há uns 3 meses atras levamos no veterinário denovo.. ai o veterinário falou que tinha que amputar prq ele não tinha mais sensibilidade, e amputou só os dedinhos.. :´( só que a semana passada levamos novamente no veterinário e o pior aconteceu.. o veterinário falou que tinha que amputar a pata toda prq tinha dado grangrena! Eu chorei muuuuuuuuuito!! Mais a cirurgia foi tranquila..Gostaria de saber se ele vai acostumar andar assim, e o que ele sente.. ? Ele me olha com cara de choro, e eu choro junto com ele tenho muiita dó!! Me ajuda por favor ..

  229. Oi bom dia ! Tenho uma rotwailer de 10 anos ja faz uma semana que ela esta com a pata e a coxa inchada levei ao veterinario fez raio x nao frtaturou nada fez hemograma e constou uma infecçao ela passou a medicaçao 4injeçao de ceftriaxona mas nao dersinchou ela disse quie poderia ser tambem verme do coraçao esse inchaço é possivel?

  230. Bom dia!
    Tenho uma collie que completa 4 meses amanhã, há 20 dias foi atropelada em um momento de descuido. Teve fratura na bacia , o rabo quebrou ao meio e fraturou o fêmur. Para a bacia me foi indicado deichar ela em gaiola o mais imòvel possível, nesta semana foi feita a cirurgia (a qual achei que demorou demais para acontecer já que foi atropelada no dia 8/04 e a cirurgia foi realizada no dia 22) bem, o rabo foi amputado e ela teve a cabeça do fêmur retirada, a Dr nesse momento deve estar fazendo uma nova cirurgia onde ela vai por uma placa ou pinos. Vi a Kira ontem, como ela está internada na clínica em outra cidade foi a primeira vez que a vi, ficou agitada ao me ver, tadinha morta de saudades( eu tbm ) até achei que nem me reconheceria mais. Achei ela ativa, estava de pé na gaiola, só não apoiava a pata que está sem a cabeça do fêmur, está sem a metade do rabo … Minha dúvida é será que ela vai se recuperar sem ficar com maiores sequelas, com a retirada da cabeça do fêmur ela vai se movimentar normalmente? E a fratura na bacia? vai “curar” sozinha? Ela vai poder ter filhotes? Estou tão triste… todos aqui em casa já a adoravam. Agora que vi ela, pelo menos estou mais tranquila porque sei que o pior já passou, tinha muito medo que ela nõa recuperasse. Agora estou com outras dúvidas, porque é um cachorro lindo altivo e a minha companheira de caminhadas. Está com a aparência debilitada e o rabinho cortado… ela abanava o cotoco ontem, judiaria… Se vc puder me ajudar, até mesmo com os cuidados que devo ter com ela depois que ela voltar para casa, a Dra acredita que na próxima segunda ou terça-feira ela poderá voltar para casa. Att Daiane
    Comentar ↓

    • Bom dia Daiane,
      A maioria das fraturas de bacia em cães é tratada apenas com repouso, em relação a fratura de fêmur não posso ajudá-la popis não avaliei seu animal. Alguns animais que sofrem fratura de bacia podem ter estreitamento do canal pélvico e dificuldade para ter os filhotes.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  231. Boa noite Dr. André.
    Adotei em 2 de fevereiro deste ano, uma gatinha de aproximadamente 2 anos que sofreu uma amputação na altura da articulação acima da patinha. A acontece que o ossinho está exposto e observei que está sensível a qualquer toque. Fui a um veterinário ortopedista para ver se tinha como colocar uma prótese ou uma proteção de silicone. Ele disse que não havia no Brasil tal procedimento e que o melhor seria amputar a parta que sobrou, na altura do fêmur. Procurei outro veterinário e ele achou que o melhor seria serrar o osso um pouco acima da área amputada e revestir a área com pele e músculo para que o osso não ficasse exposto. Procurei o entendimento de mais outros dois veterinários que foram da opinião que a amputação deveria ser acima, na altura do fêmur, conforme o primeiro veterinário. Estou na dúvida, e gostaria da sua opinião.
    Desde já, muito obrigada.
    Adelina.

    • Bom dia Adelina,
      Amputação em animais é sempre indicada na região mais alta possível, ou seja, membros posteriores na altura da articulação coxo-femoral e anteriores na região escápulo-umeral.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  232. Boa noite Dr. André, estou entrando em contato pois tenho um filhote de chow chow de aproximadamente uns 8 meses porém quando menor ele ficava sempre de baixo da cama o que acabou fazendo com que ele crescesse com as pernas abertas de tanto fazer forca para entrar e sair, e agora ele tem muita dificuldade pra andar, no seco ele ate vai bem mas no molhado ele escorrega o tempo todo, e isso esta fazendo com que ele se torne obeso, gostaria de saber se existe alguma cirurgia pra corrigir as pernas dele, indireita-las?

    • Bom dia Luis Fernando.
      Antes de tudo você deve procurar um veterinário para avaliar seu animal, ele precisa de exames para ter um dignóstico e só assim saberemos o que causou o problema do seu animal.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  233. Boa noite…tenho um gato ,em janeiro levei na FAS a perna dele tava inchada o veterinário raspou a perna dele…disseq era água q juntou devido uma queda da janela,tirou um pouco da agua com seringa disse q a água era normal sem cheiro e cor normal …marcou cirurgia p 30 de janeiro disse q s fosse só água não ia coloca dreno só s fosse algo mais…qdo fui buscar ele o veterinario disse q tinha uma carne morta q teve q tirar …e ia deixar com dreno p sair toda a sujeira ,ai foi indo sua recuperação…qdo voltei ainda tinha um pouco d agua q o veterinario tirou com seringa…hj o MARLYN ta bem só q a agua voltou vou ter q levar d volta p ver o q fazer espero q tudo s resolva …tenho fé q tudo vai dar certo…

  234. Ola preciso muito de uma ajuda ontem minha ilhasa foi atropelada mais ela saiu correndo e foi para casinha então parecia ter sido só um susto hoje antes de sair para serviço chamei ela, e ela não veio então quando fui ver o olhinho direito esta soltado para fora meio esbranquiçado estou com muito medo e no momento não tenho dinheiro para pagar a consulta pode me explicar o que vai acontecer com ela. pedi ajuda pra uma amiga que tem um ongue ela vai consultar o Kiara amanha.

    • Boa tarde Greice,
      Possivelmente seu animal fez uma protusão do globo ocular, isso é comum em traumas no cães dessa raça. Se não for atendido rapidamente seu animal pode perder esse olho.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  235. Boa noite Dr. André! Poderia me ajudar?! Tenho uma poodle toy de 9 meses. Desde quando eu a conheço, ou seja, desde o 1º mês ela manca a patinha traseira esquerda. Primeiro uma veterinaria disse que seria displasia e entrou com uma medicação. Como não resolveu, levei a outro veterinario que fez um RX e disse que era luxação patelar congenita.
    Mas a minha pergunta é a seguinte: É mesmo necessário a cirurgia? Pois ela é super feliz, brinca, corre, tem uma vida normal e não aparenta sentir dor alguma. Corre algum risco no futuro deste problema piorar? Desde já agradeço peça atenção.

  236. Boa noite Dr. Andre Carneiro, tenho uma boxer de 9 anos e pesa mais ou menos 25kg e ha uns 2 anos ela manca um pouco e de alguns meses so vem agravando principalmente nos dias de frio ainda mais porque aqui onde moro e muito frio (Aluminio-sp), um amigo meu veterinario me disse que ela tem artrite, porem perdi o contato com ele… pesquisei sobre o assunto pois pretendo prestar para medicina veterinaria esse ano na UNESP-botucatu, e vi que para o tratamento de artrite e necessario utilizar sulfato de condroitina e glicosamina, comprei o condrovet 1200mg 60 comprimidos, porem agora nao sei dosar e administrar o uso, quantos comprimidos, durante quanto tempo, se devo pausar o tratamento…. gostaria tambem de saber onde cursou veterinaria, se pode me auxiliar onde prestar pois estou no 3 ano e tenho certeza que quero veterinaria pois moro no sitio desde que eu nasci convivendo com animais a vida toda… gostei muito do seu blog, pode ter certeze que serie um grande frequentador daqui kkk

    • Obrigado pela visita ao blog Luciano.
      Cursei aqui no RJ na Universidade Castelo Branco, local onde trabalho hoje. A UNESP é uma excelente opção. Seu animal pode sim ter um problema articular mas é necessário ter um diagnóstico, você como um bom veterinário que será, não deveria medicar seu animal por conta própria, procure um veterinário especializado em ortopedia e ele poderá esclarecer suas dúvidas, os condroprotetores são parte do tratamento e não o único medicamento utilizado.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  237. minha roteweler rompeu o ligamento da perna esquerda, operamos dia 16 05 e hoje 19 05 ela comeu uns 8 pontos, nao sei mais o que fazer ela e muito inquienta nao para um segundo nem dormi direito eu posso pois ela so apronta esta com aquele colar no pescoço mais mesmo assim consegue tirar o curativo estou a tempo de ter um ataque de nervo… tenho o maior cuidado com ela mais quando menos espera ela sobe no sofa, corre, e se deixo sozinha ela se arranca todo o curativo… me ajude!!! quais o risco de ter comido os ponto??? abriu um pouquinho, sera que vai ter que fazer a cirurgia de novo??? nao sei mais o que faço…obrigada.

    • Bom dia Valéria.
      Em relação aos pontos o que pode ocorrer é que vai demorar um pouco mais de tempo para fechar a ferida, quanto a cirurgia o ideal é que retorne ao veterinário responsável para avaliar a viabilidade da técnica que foi utilizada.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  238. Boa tarde, gostaria de solicitar a opnião e orientação do Dr.André , face à seguinte situação: Encontrei um cão de rua com a pata dianteira fraturada na zona do osso “carpo”( penso designar-se assim), porém quando o encontrei rápidamente levei ao veterinário, onde obtive o diagnóstico que a fratura já estava consolidada e na zona onde é não há nada a fazer! Porém apesar deste diagnóstico , eu gostaria de fazer algo mais pelo cão, pois ele ficou com a pata dobrada para dentro porque consolidou assim( devendo-se à postura que tinha ao estar deitado), e utiliza osso onde fraturou para se levantar o que tem causado ferida, por outro lado, sempre que se movimenta a pata treme devido ao esforço que ele faz para manter a pata em suspensão. Por favor, peço a sua opnião quero muito ajuda-lo e melhorar a sua qualidade de vida. Desde já agradeço a sua ajuda. Muito Obrigada.

    • Bom dia Ana.
      O indicado é que seu animal seja avaliado por um ortopedista veterinário, ele pode dizer se há possibilidade de uma cirurgia corretiva ou não. Não sei se foi solicitado algum exame radiográfico mas é ideal que se faça para avaliar a fratura e a viabilidade cirúrgica.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  239. Boa noite Dr. André Carneiro,
    Estou desesperada minha shih tzu de 9 meses, foi atropelada hoje 23/05/2013, ela foi medicada e examinada, o veterinario diagnosticou tres faturas na bacia, ela me disse que com repouso o osso se cola sozinho tenho medo dela ficar sofrendo por causa desse osso, pode ocorrer dele nao se recuperar, quanto tempo demora para se recuperar? o que eu posso fazer pra agilizar o processo?
    a respeito da castraçao, me foi recomendada, quanto tempo devo esperar para fazer o procedimento?
    Obrigada, por sua atenção, site maravilhoso.

    • Bom dia Aline,
      As fraturas de bacia são tratadas com repouso mesmo, o tempo de recuperação depende de cada animal, os filhotes costumam ter uma recuperação mais rápida. Não há nada que se possa fazer para agilizar o processo. A castração realmente é recomendada pois esses animais podem ter uma diminuição do canal pélvico, o que causaria problemas futuros no parto. A cirurgia pode ser feita após a recuperação da fratura.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  240. Boa Tarde,Dr!!! Minha cadela Podle Cindy tem 14 anos e fez uma mastectomia parcial em 16/04/2013 e um dia destes fez xixi e a encontrei deitada (achei que tinha escorregado)e a ajudei a levantar, e hoje 28/05/2013 a vi com dificuldades para levantar e mancando de uma pata direita traseira, isso pode ser decorrente da mastectomia???

    • Boa tarde Sheila.
      Depois de 30 dias da cirurgia, não vejo ligação entre a cirurgia e o problema em levantar-se. Procure o veterinário responsável e converse com ele.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  241. Boa tarde Dr. André Carneiro,
    Meu gato foi atropelado quebrou a bacia em dois locais, segundo o veterinário nos teríamos duas opções deixar o osso se colar sozinho ou fazer uma cirurgia para colocação de platina, eu optei pela colocação de platina para que não ouve-se maiores problemas e para que o gato não sofresse, mas gostaria de saber sua opinião sobre isso e quanto tempo provavelmente ele tenha que ficar internado!?

    • Boa tarde Ursula.
      Realmente essas são as duas opções que temos nas fraturas de bacia. A colocação de placa e parafusos otimiza o tempo de recuperação. o Tempo de recuperação depende do tipo de fratura e extensão das lesões.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  242. Boa noite,
    Tenho uma gata persa com 10 anos, foi-lhe diagnosticado tumor mamario à 1 ano atras. Foi castrada, retirou-se 1 cadeia mamaria, foi muito doloroso para a gatinh,. agora apareceu-lhe um tumor na outra cadeia mamária e nos pulmões e por opção minha não a irei estar a sujeita-la novamente a cirurgia. Acontece que o tumor está muito grande, ulcerou, deita bastante sangue e muito pus, tenho posto uma ligadura e uma pomada cicatrizante. queria saber o que posso por no tumor para ela não ter tanta dor e não estar a deitar pus e sangue. Preciso da sua opinião por favor. Mu

  243. Boa noite Dr. André.
    Tenho uma gatinha de 9 anos que há 4 semanas atrás iniciou uma inflamação na glândula anal direita com ferida profunda aberta (cerca de 2 cm x 2 cm). Levei ao veterinário e foi medicada com antibiótico, antiinflamatório e também, “Panalog” para fechar a ferida. Já faz 25 dias de tratamento. Agora a ferida está mais superficial mas, parece que não está fechando totalmente. Uns 2 anos atrás ela já teve essa doença e naquela época em 2 semanas a ferida havia fechado. É normal demorar tanto tempo assim para fechar a ferida? Existe perigo de não fechar a erida totalmente?
    Muito obrigada pela atenção.
    Rosemeire.

    • Boa tarde Rosimeire.
      O tempo de cicatrização depende do tipo, e da extensão da ferida. Pode sim demorar esse tempo para fechar, se a ferida não fechar totalmente existe a possibilidade de um desbridamento cirúrgico para fechar a lesão.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  244. Olá! minha cachorra é pinscher e tem 8 meses, amanheceu com uma pata da frente quebrada, como não tenho condições de pagar um veterinario pedi informação para uma amigo do meu pai que já foi veterinario e ele me informou para imobilizar a pata com uma tala e enfaixar bem, comprei remedio para dor , febre e inflamação e dei para tomar, já faz 11 dias e ela não chora mais de dor. Gostaria de saber quanto tempo posso retirar a tala e se ocorro algum risco de não colar o osso?

    • Bom dia Rosemeri.
      A retirada da tala deve ser acompanhada de exame radiográfico, só assim saberemos se o osso já calcificou. O risco de não calcificar existe sim, principalmente pela instabilidade da fratura.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  245. Boa noite, minha cadela Kira sofreu um atropelamento e teve a cabeça do Fêmur retirada, ela está caminhando, mas nota-se que teve um encurtamento na perna (traseira) a outra perna ela compensa a altura deixando mais dobrada, as patinhas traseiras tbm não desenvolveram como as outras, estão menores.Como ela tbm teve fratura na bacia ficou em uma gaiola por uns 45 dias. Ela tem somente 5 meses , existe alguma coisa que possa fazer em relação a esse encurtamento, essas patas traseiras vão se desenvolver e ficar do tamanho das da frente ?Ela tbm teve o rabo amputado ao meio já faz quase 2 meses e ainda não cicatrizou, já tentamos de tudo ela lambe e morde, até usando o colar elizabetano, não sei como consegue alcançar o rabo, o pêlo não cresce ali.

    • Boa tarde Dainha.
      O encurtamento do membro é facilmente compensado pelos animais devido a sua posição em 4 apoios. Todas as suas outras perguntas não tenho como responder pois não examinei seu animal, converse com o veterinário responsável pelo caso.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  246. Olá bom dia, Meu samoieda de 5 meses tá com problema nas patinhas desde os 3 meses, tem as patas traseiras aberta para fora, me disseram que o nome disso é “jarrete de vaca”, já fui em mais de 4 veterinarios, e eles parecem não se importar muito, falam que é só tomar cálcio! Mas creio que não seja isso, pois só dou ração super premium pra ele desde novo, então falta de cálcio não pode ser.
    Ele corre e brinca normal, mas de vez em quando escorrega.
    Gostaria de saber se há alguma maneira de corrigir isso.
    Ele vai tirar um raio x esse mês, mas creio que não tenha displasia nem nada do tipo.
    Aqui algumas fotos:
    http://img850.imageshack.us/img850/9827/img5525bl.jpg
    http://img607.imageshack.us/img607/1271/img5469r.jpg
    Gostaria de uma ajuda!

    Att, Olavo

  247. Olá doutor. Tenho um pincher de 1 ano e meio queteve uma fratura na urna não alinhada. O veterinário deseja realizar uma cirurgia p.colocar uma placa. No entanto estoi insegura, pois acredito que seja possível alinhar manualmente e mobilizar a patinha, pois ela ainda é nova e tem boa calcificação. Nao queria submete la a um procedimento invasivo. Nesses casos é possível apenas a mobilização c o alinhamento manual?

    • Bom dia Gracielle.
      Fraturas não alinhadas são tratadas cirurgicamente, a imobilização pode não conseguir manter o eixo do membro e seu animal ficar com a patinha torta.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  248. ola doutor minha cachorra tem 14 anos ela quebou a pata traseira pulando no sofa e ela tem problema no coraçao, nos rins e diabetes e ela vai fazer cirurgia colocando placas e parafusos, quanto tempo pode durar a recuperação dela?
    obrigado..

    • Bom dia Felipe.
      O tempo de recuperação depende de cada animal, sua cadela já tem uma idade avançada e isso pode ser fator para uma demora maior na recuperação. Em média o tempo de recuperação é de 60 a 90 dias.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  249. Boa Noite,
    Tenho uma lhasa apso de 5 meses.
    Hj sai as 11:00 e chegando as 20:00 como sempre ela veio receber feliz, porém em alguns momentos fez choro como q alguém tivesse pisado em sua pata. Qd ela se acalmou percebi q estava mancando da pata traseira direita. Procurei ficar SÓ deitada na sala p q ela ñ ficasse seguindo-me. Porem qd ela anda esta mancando porém em algumas pisadas apoia a pata “machucada”, consegui fazer os movimentos da pata dela como andando p ver.. e ela ñ chorou apenas em algum momento deu uma lambida na minha mão. Dei um ‘aerce’ p ela e ‘Glicopan Gold’ (numa tentativa de q ajude de alguma forma). A questão é: tenho 2 gatos e as vezes ela pensa q é um e pula de forma “descalcutada” acredito q ela deu alguma torção. Minha dúvida é: sendo torção, qt tempo para passar? ‘O Aerce’ influencia de alguma forma negativa dado diariamente(por 3 dias)? O “auto exame” q fiz em sua pata imitando o caminhar é valido p saber se quebrou msm?
    Vou ser cincera, a 3 meses estou desemp.. e as coisas andam difíceis por isso recorri a sua ajuda.

    Obrigada, e parabéns pelo site.

    • Bom dia Liliana.
      Podem ser vários problemas desde uma simples dor muscular até uma fratura, a medicação sem uma prescrição nunca é uma boa opção, por exemplo, os cães são alérgicos a diclofenaco e esse princípio ativo está presente em diversos produtos que tomamos corriqueiramente, você pode prejudicar seu animal sem querer.
      Sei das dificuldades que temos mas tente levar seu animal para ser avaliado por um veterinário.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  250. Olá dr André… Estou muito angustiada e gostaria de uma opinião sua…

    Meu gato de 8 meses sofreu uma fratura completa no umero esquerdo a 4 meses atrás… Um mês depois, ele fez a cirurgia de colocação de pinos. Notei algo estranho com essa cirurgia, visto que ao apalpar a região, nota-se as “quinas” dos ossos saltando, sabe? Como se os ossos tivessem sido unidos de forma torta. Ok, falei disso para o veterinario, que disse que o osso dele já tinha começado a formar calo ósseo e por isso eles resolveram não quebrar novamente para deixar reto. Após radiografias, ele disse que a cicatrização estava indo bem.

    Agora já fazem 2,5 meses da cirurgia. Levei o gato ontem em outro profissional para ter uma segunda opinião, visto que acho muito estranho essas quinas. Enfim, fizemos raio x e o outro veterinario me deixou de cabelos em pé : segundo ele, as pontas dos ossos NÃO foram unidas, estão longe uma da outra (como eu suspeitava), e o que mantem a funcionalidade da pata são os pinos. Fiquei abismada, como pode isso???

    Se ele apoia a pata no chão, isso não deveria significar que ele está com a mesma cicatrizada(cicatrizando)? Passado tanto tempo, se meu gato tiver que fazer outra operação, ele tem chances de ter o osso reconstituido? Por favor, me ajude, estou muito muito nervosa.

    • Bom dia Sílvia.
      Existe um problema que se chama pseudo-artrose, ele forma um calo fibroso na região de fratura mas não calcifica, ele dá estabilidade a fratura mas não tem calcificação definitiva. Pode-se reoperar ou não depende da adaptação do animal a situação.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  251. Boa noite, gostaria de saber qual o procedimento de um Rx com resultado incoerência articular em correspondência a junção como memorial bilateral. Diminuição de espaço intra articular entrea faces femur e vctíbia direita meniscopatia. Articulação demorou líbio protelar esquerda rotaacionada. Diminuição de radiodensidade em correspondência ao membro posterior esquerdo atraía muscular. Seria caso cirurgia ou um antiinfalamatorio com condroitina A melhoraram? Pode me ajudar nesta dúvidas e para um cao pitbulll com resultado8 anos. Abraço.

    • Bom dia Eriane,
      Não entendi a maioria dos termos que você usou na sua pergunta, mas pelo pouco que entendi, parece que seu animal tem um problema no joelho. Precisaria de mais dados para poder te ajudar.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  252. Prezado Dr. André,
    O meu gato tem quatro anos, é um gato saudável e bem arteiro; ontem cheguei do trabalho e percebi que estava mais inquieto, quando fui fazer carinho ele ficou sobressaltado e tentou me morder quando encostei no rabo dele. Palpei-o e vi que está “torto” no terço medial (acho que está fraturado). Como devo proceder? Há alguma conduta específica além de analgesia? Desde já agradeço e o parabenizo pelo blog.
    Ateciosamente,
    Gabriela.

    • Bom dia Gabriela.
      Seu animal deve ser avaliado por um veterinário, a analgesia é fundamental, mas a avaliação também. É necessário um RX para avaliar a extensão da lesão, se é uma fratura ou não.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  253. Boa Tarde Dr. André

    Olha, meu cachorro foi atropelado e sofreu fratura exposta na pata traseira e tb quebrou o femur, levamos ele ao veterinário, mas a cirurgia custa muito caro e não temos condições de pagar. O que devemos fazer nesta caso Dr?

    • Bom dia Ana Carla.
      Devido a fratura exposta seu animal pode desenvolver um quadro de osteomielite, que é uma infecção no osso devido ao contato com o meio externo. a recomendação no caso de fraturas é a cirurgia. Infelizmente não posso ajudá-la mais nesse caso, converse com o veterinário responsável.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  254. Holá Doutor André td bem! olha nós somos se uma ong e apareceu um cachorros pra nós de 2 meses com muita dificuldade para andar, daí tiramos o raio x do animal e o laudo foi este: deslocamento dorsal do eixo vertebral com perda das relações articulares entre T8-T9 e T9-T10-
    luxação vertebral dorsal de 9 vertebra torácica. Costelas integras e demais corpos torácico e lombares de morfologia preservada. Então eu gostaria de saber se com 2 meses de idade pode fazer a cirurgia dela e quais são as chances de ela voltar a andar normal? Estamos triste pq como ela é da ong se não voltar ao normal as chances de ela conseguir um adotante será pouca….Obrigada !

  255. Ola Doutor , boa noite.

    Minha cadelinha de dois anos sofreu um acidente na perninha traseira e no raio x da pelve demonstou que ela esta com desvio de eixo patelar no sentido patelar e quadro de luxação da patela esquerda, mas ela tem uma vida bem tranquila, anda, corre, brinca e só manca qdo acorda ou qdo corre muito, estou com medo de opera-la, pois o seu cirurgião disse que é preciso.
    Por favor aguardo seu retorno.

    • Bom dia Sara.
      A luxação patelar tem uma evolução clínica que tende a piorar com o passar do tempo, quanto mais tempo se prorroga a cirurgia pior é o quadro depois. O tratamento para luxação realmente é cirúrgico.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  256. oie dr andre ..meu cão foi atropelado e teve q ampultar a pata traseira ….ele tem 3 dias de operado e ta muito duro e inchado na virilha e em volta das partes intimas dele ..e ta vazando uma secreção isso é normal ? to muito preocupada e o vet q olha ele só vai poder ver ele dqui 3 dias …muito obrigado

    • Bom dia Aline.
      Geralmente após as cirurgias, principalmente nas mais traumáticas como as amputações,temos um edema muito grande no local e ao redor da cirurgia, esse secreção que drena possivelmente é o seroma, que é um líquido avermelhado e sem presença de secreção purulenta. O ideal é que o animal seja avaliado pelo veterinário responsável pela cirurgia.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  257. olá doutor fico muito feliz que um doutor posso nos orientar aqui na net, por isso queria te pergunta uma coisa. Minha cadelinha tem 14 anos e ela foi atropelada e quebrou a bacia e o fêmur ai ficou de repouso 20 dias e com a medicação melhorou e tal so que tem 2 dias que ela nao esta defecando e chora muito quando faz força ai levei ela ao doutor aqui ai ele tirou o Raixo X e disse que um osso que foi quebrado fechou o canal e que ela precisa urgente de cirurgia. Será que ela aguenta essa cirurgia doutor pq ela tem 14 anos. obrigado e Que Deus ti abençoe

  258. BOA NOITE. ESTOU COM UM PEQUENO PROBLEMA COM MINHA COCKER. ELA ESTÁ COM FERIMENTO DERMATOLÓGICO NA PATA TRASEIRA E ESTOU PASSANDO POMADA DE ANTIBIÓTICO E ANTIFÚNGICO, MAS MESMO COM O COLAR ELIZABETANO ELA CONSEGUE ALCANÇAR E LAMBER A PATA. O QUE FAÇO? SE VIRAR O COLAR AO CONTRÁRIO SERÁ QUE FUNCIONA? REGIANE

  259. Oi Dr.,
    Gostaria de tirar uma pequena dúvida.
    Meu cachorro (yorkshire, 9 meses,macho, 5,8kg) foi diagnosticado com Necrose avascular da cabeça do femur. Está sentindo muita dor e já agendamos a cirurgia para daqui 1 semana.
    A minha dúvida é:
    Se esta é uma doença possivelmente genética, é realmente aconselhado que ele não tenha filhotes futuramente?
    Devo aproveitar a cirurgia e castrá-lo?
    Estou com muita dúvida, tenho pena de castrá-lo, mas por outro lado penso que ele é muito agitado e se não puder ter filhotes realmente, a castração poderia ser positiva.
    Muito obrigada desde já.

    • Bom dia Camila.
      A castração nesses casos é sim recomendada trata-se de uma doença degenerativa e pode ser passada para os filhotes, essa agitação é devido a idade ele ainda é um filhote.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  260. Olá Dr.
    Meu coker esta com a “almofada”da pata dianteira inchada.
    Descobri por acaso,pois ele não manifesta dor quando anda.Ele continua brincando e parece tranquilo.Como cuidar desse inchaço?
    Muito obrigado Maciel Rio de Janeiro.

    • Boa noite Maciel.
      Você deve levar seu animal ao veterinário para uma avaliação, podem ser diversas coisas desde uma simples inflamação a uma neoplasia. Leve-o ao veterinário de sua confiança.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  261. Olá,
    Estou um pouco aflita, meu gato fez uma cirurgia na bexiga e estava se recuperando bem, está internado ainda. Hoje cheguei para vê-lo e ele não conseguia pisar no chão com a pata traseira e quando pisava os dedos estavam virados para trás. Por Deus, o que pode ser?

  262. Boa tarde Dr. André

    Tenho uma poodle de 8 meses. Há um mês +/- ela vinha sentindo muito dor na patinha inferior direita. Levei ao veterinário, ele receitou um antiinflamatório durante 5 dias para ver se a dor cessava. Mas nada feito e então foi pedido um raio x. Esse raio x foi sugestivo para doença de Legg-Calvé-Perthes. O veterinário disse que eu deveria operá-la o mais rápido possível, pois haveria chance de piora, caso a necrose se estendesse para a região do fêmur.
    Gostaria de ter uma segunda opinião em relação a esta cirurgia, pois estou com muito medo por ela ser tão novinha e pequena. Devo operá-la realmente ou teria uma outra alternativa neste caso? Há riscos nessa cirurgia? E depois, ela andará normalmente?
    Agradeço desde já.

    Att,
    Karina

    • Bom dia Karina.
      Não existe tratamento medicamentoso para essa doença, o tratamento é cirúrgico, é uma doença degenerativa e agrava com o passar do tempo. A cirurgia é relativamente tranquila e os riscos são inerentes a qualquer procedimento cirúrgico, os exames pré operatórios sempre se fazem necessários para avaliação do risco cirúrgico. O tempo de recuperação depende de cada animal mas geralmente em torno de 45 a 60 dias o animal já está recuperado totalmente.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  263. Olá Dr. André,

    Meu cachorrinho samoieda (22, kg) de seis meses foi atropelado, e houve uma fratura na cabeça do fêmur esquerdo. Ele já tinha tendências a displasia coxo-femural, mas acho que ele é pequeno para ser operado com prótese. Qual a cirurgia mais recomendada? Quanto tempo de recuperação?

    Muito obrigada,

    Aline

    • Bom dia Aline.
      Eu não realizo cirurgias de prótese, nos meus pacientes com fratura de cabeça ou colo femoral realizo a colocefalectomia, a recuperação depende de cada animal.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  264. Oi, Dr. André! No ano passado minha cadela precisou retirar a cabeça do fêmur e graças a Deus ela está perfeita. Agora, exatamente 1 ano depois um cachorro da rua que nós alimentamos apareceu mancando e levamos a clínica, eles tentaram recolocar o fêmur no lugar mas não conseguiram e disseram que ele terá que operar (a mesma coisa que minha cadela). O problema é que não sabemos quanto tempo ele estava assim, pois como ele é da rua quando apareceu já estava assim e nem sabemos como aconteceu. Tem como ele se recuperar como minha cadela? Ela operou três dias depois da queda, mas ele estamos achando que já estava há uma semana assim (segundo o vet que o atendeu). Amanhã o levaremos para nova avaliação pois o vet disse que a operação pode não ser bem sucedida devido ao tempo da lesão. Tem outra coisa, se puder me indicar um lugar mais em conta para realizar a cirurgia, eu agradeço , pois na clínica que levei ficou por R$ 1500,00 e não tenho esse dinheiro todo. No ano passado foi um sufoco pra gente pagar a cirurgia da minha cadela, nem conseguimos “respirar” e já vem outra. Obrigada desde já e parabéns pelo lindo trabalho!

  265. boa noite, comprei um pinscher 1 ontem com quase 40 dias de vida, e o rabinho dele foi cortado recentemente, não está mais sangrando, mas ainda tá feio. não sei como foi realizado o procedimento (se foi feito com assepsia ou não) queria saber se tem algum remédio ou pomada para colocar, pra cicatrizar mais rápido? obrigada. aguardo respostas.

    • Bom dia Denise.
      O corte de orelha e de rabo está proibido de ser realizado pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária. Seu animal precisa ser examinado por um veterinário.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  266. Olá Dr. André, o meu Lhasa Apso Chico foi atropelado e teve uma ruptura da musculatura da virilha onde formou uma hérnia. Foi operado há 2 dias e o veterinário passou Maxicam para dor e antiinflamatório, além do antibiótico que aplicou nele. O que eu gostaria de saber é se é normal ele ficar tremendo tanto. Ele está tosado, porém não está frio e ele tem ficado dentro de casa. Mas ele deita e chora e treme muito. É normal? O q pode ser?

    • Bom dia Liana.
      Esses animais de porte pequeno geralmente tremem mais que os de porte maior, é relativamente comum. Mas como seu animal passou por um procedimento cirúrgico retorne ao veterinário responsável relate isso a ele.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  267. Boa tarde Dr. Andre. Tenho uma gatinha de 05 meses que passou pela cirurgia da castração no sábado dia 13/07. Acontece que ela é muito agitada e extremamente arteira. Assim fez tudo o que não podia. Tirou a roupa cirurgia, tirou o cone e conseguiu arrebentar dois dos pontos. A veterinária usou aquela cola apropriada por duas vezes; Houve uma inflamação que agora já está sob controle. Os pontos fecharam, mas ficou uma pele, como se fossem lábios e que está bem avermelhada. No local não há secreção e nem sangue mas ainda está bem veio e avermelhado. Existe alguma pomada ou medicação apropriada para acelerar a cicatrização? Estou muito preocupada dela romper novamente roupa, curativo, cone e lamber a ferida. Desde já agradeço.

    • Bom dia Carolina.
      Esse tipo de cicatrização é mais demorada mesmo e fica com uma aparência feia mesmo, é uma cicatrização por segunda intensão. Continue fazendo conforme prescrito pelo veterinário responsável.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  268. Oi Dr. André, tenho uma filhote de maltes de 5 meses – Mel – que caiu do braço da minha funcionária.. tiramos raio x e ela teve uma leve fissura no ossinho da pata direita traseira.(não estou com o laudo aqui mas o médico disse que era simples),Passou antiinflamatorio e dipirona. Minha preocupação é: mandou fazer muito repouso!! como consigo controlar? ela é muito esperta e não quer ficar parada.
    Tenho uma filha que quer ficar com ela na cama o tempo todo, não sei o que faço.
    Muito obrigada e parabéns pelo excelente trabalho.
    Luciana

    • Bom dia Luciana.
      Uma fissura é uma rachadura no osso, não é tão complicado como uma fratura mas requer sim repouso. Nos animais sabemos que é complicado deixar o animal quieto, o que sempre recomendo aos meus pacientes é deixá-lo num local com espaço restrito e sem coisas em que ele possa subir ou pular.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  269. Boa noite doutor, minha cachorrinha é uma schnauzer de 5 anos, ela foi atropelada hoje e o veterinário fará uma cirurgia de remoção da cabeça do fêmur. Gostaria de saber como é a recuperação e se ela levará a sua vida normalmente, sem sequelas.
    Obrigada.

    • Oi Heloise.
      Minha collie foi atropelada aos 3 meses e fiquei desesperada, imagino como vc deve estar. Bem ela passou pelo mesmo procedimento e hoje com 7 meses corre, brinca , pula normalmente… só se percebe que sofreu um encurtamento na perna se prestar muita atenção. Com certeza vai dar tudo certo!

  270. a gatinha d minha filha foi atacada por um cachorro. aparentemente ñ teve ferimentos.mas ñ consegue andar so se arrasta.levei ao pet ele passou medicação biodex ,pediu pra aguardar 10 dias.estou muito preocupada.será q ela vai voltar a andar normalmente?

  271. prezado dr. Andre

    POR FAVOR DOUTOR ME DÊ UMA LUZ!!! FOI ATROPELADA EM FRENTE A MINHA CASA UMA CACHORRA JÁ IDOSA, FEZ RX E NAS DUAS PATAS A CABEÇA DO FEMUR SAIU DO LUGAR, TÁ SEM PODER LEVANTAR , E O INFELIZ QUE A ATROPELOU, FOI EMBORA SEM A MENOR COMPAIXÃO.
    A LEVEI NA VETERINARIA FEZ O RAIO X, CONSTATOU QUE ELA JÁ TINHA TEM UMA LESÃO CALCIFICADA NO OMBRO. O PIOR É QUE A VET DISSE QUE ELA TEM EM TORNO DE 10 A 12 ANOS.
    LEVEI EM OUTRO VET E ELE FALOU DE PROTÉSE, SO QUE FICA EM MAIS DE 3 MIL REAIS. SERÁ QUE SO A CIRURGIA DA RETIRADA DA CABEÇA DO FEMUR RESOLVERIA,?
    HOJE A TARDE LEVEI EM OUTRO VET(O TERCEIRO) ELE DISSE QUE QTO MAIS TEMPO PASSAR PIOR É, OLHOU O RX E MARCOU A CIRURGIA PRA AMANHA NAS DUAS PATAS, TOU ARRASSADA DE VER O SOFRIMENTO DESTA POBREZINHA JÁ VELHINHA E PASSAR POR MAIS SOFRIMENTOS. COMO É ESTE POS OPERATÓRIO? POR FAVOR ME DIGAM ALGUMA COISA TOU PRA MORRER DE PENA DESTA INOCENTE. COM DOR E AINDA ASSIM, SO ABANA O RABINHO QDO ME VER. COLOQUEI NUM COLCHÃOZINHO DE TIPO CASA DE OVO, FORREI BEM FORRADINHO COM COBERTOR, DESDE SÁBADO(DIA DESSA TRAGÉDIA) QUE ELA NÃO F AZ COCO, CONSEGUI SO HOJE DE MANHA FAZER UM POUCO DE XIXI., FICO NA ESPERANÇA DE QUE ME DEEM ALGUM ANIMO POR ELA JÁ SER IDOSA.
    LEUDA DE MOURA

      • Obrigada dr André,
        Na sua opinião por ela ja ser velhinha, gordinha, tem chance de voltar a andar? o vet disse que depois de 10 dias da cirurgia eu tenho que forçá-la a andar, não tenho a menor idéia de como será isso, tenho hernia de disco o que complica. Será que ela voltará andar? o senhor já atendeu casos em que o animal já é de idade e operou os 2 lados de uma vez, e se recuperou? tou tão aflita!!!
        Agradeço muito sua generosa atenção,
        Leuda

  272. Boa noite, doutor. Domingo passado meu cachorrinho vira lata sofreu um acidente (foi atropelado), levamos imediatamente ao veterinário. Não houve lesão alguma na coluna ou quadril, porém ele não está tendo sensibilidade nas patas traseiras, rabo… A veterinária suspeita que houve uma compressão na medula causando essa paralisia. Ele está tomando duas medicações intinflamatórias. Está rastejando com dificuldades, é claro, sem entender o que está acontecendo, urinando involuntariamente, e evacuando também. A alimentação está normal. Porém não late e parece que está sentindo dor no torax – gostaria de saber se é normal, se é por causa da força que está fazendo para se locomover (pois está muito recente) e se há chances desse quadro se reverter e ele voltar a andar com as patas traseiras. Aguardo resposta ansiosamente.
    Simone

    • Bom dia Simone.
      Se seu animal não está com sensibilidade nos posteriores pode ser algo ligado a coluna realmente, a compressão de medula pode causar sintoma parecido.
      O ideal é seu animal ser avaliado por um neurologista veterinário e fazer exames complementares.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  273. Olá.
    Tenho uma gata que peguei da rua a um ano .. o Vet falou que ela deve ter uns 3 anos. A 3 semanas a tras, quando cheguei em casa encontrei ela rastejando no quintal quando ouviu minha voz. Na verdade não sabemos o que houve. Fiz raio-x a onde constatou que ela fraturou a bacia e tb o pubis do lado direito. No outro dia já comecei com o DORLESS e um Antiiflamatorio (ficou tomando por 5 dias). O Vet que a medicou disse que ela precisaria fazer uma cirurgia para ter qualidade de vida, sem sentir dores e poder andar e pular normalmente. Só que fiquei desconfiada e fui em outro Vet que me disse que não precisaria operar, apenas repouso. Ainda não satisfeita, procurei um especialista ortopedista, ele me disse que não precisaria operar tb, pq a região da sacroiliaca a onde foi fraturada é bem pequena se fizessem a cirurgia teria que colocar um parafuso que poderia pegar na medula, por não ter com manusear os aparelhos por a gata ser pequena, diferente se fosse uma cão de 25 kilos. Pediu p eu deixar em repouso. E outra obeservação que ele fez, foi que ele viu a gata andando, com uma certa dificuldade, (mas nos 3 primeiros dias ela cambaleava e caia, depois de 5 dias, ela ficou de pé e andou tranquilamente). Se ela não estivesse andando tb seria melhor operar mesmo. Já se passaram 3 semanas, a penas continuo com o remedio de dor, ela consegue fazer as necessidades normalmente e comer tb, anda devagar, a bundinha dela está bem pequena em comparação ao restante do corpo, e a perninha direita (fratura do pupis) está mancando.
    Vc acha que nesses casos o gato pode voltar 100%?
    Ela não tem o rabinho o que complic,a pq sei que no rabo fica 10% de ossos … mas como o Vet disse é ereditario, é da raça dela que é ”Manx”.

    Obrigada e que Deus abençoe sua vida em dobro por cuidar desses anjinhos …

    Att,
    Aline Andrade

    • Bom dia Aline.
      As fraturas de bacia, geralmente, são tratadas apenas com repouso, antinflamatórios e analgésicos. Três semanas é pouco tempo para uma recuperação, uma boa recuperação se dá em torno de 45 a 60 dias aproximadamente. O que recomendo nesses animais é a castração das fêmeas, após total recuperação, pois pode haver uma diminuição do canal pélvico e posteriormente ela ter problemas para parir os filhotes.
      Att.

      • Obrigada Dr.
        Mas ela já é castrada. Será que não peciso dar nenhum remedio de calcio?

        Obrigada,
        Aline Andrade

      • Bom dia Aline.
        Que bom, com isso você já tem menos uma preocupação. A suplementação de Cálcio só se faz necessária quando há carência dele.
        Att.
        Dr. André Carneiro

    • Bom dia Alfredo, obrigado pela visita!
      Infelizmente ainda não tenho, mas pretendo comprar. Conheço o Prof. André Lacerda, ele foi meu professor na graduação e na Pós-graduação, tenho grande orgulho em ter tido um professor tão competente e humilde, um dos melhores profissionais que conheço.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  274. boa tarde dr andre
    mandei castrar 2 gatos meus depois que voltou da veterianaria um ficou muito triste e com respiração ofegante um deles faleceu logo depois que voltou e o outro esta triste mais esta comendo e bebendo agua pouco so que agora ele começou a arrastar as pernas de tras e so anda se arrastando o que eu faco estou muito triste com isso me ajude por favor

  275. Boa noite Dr.
    Tenho uma cachorrinha com cerca de 2 anos e meio e no passado fim de semana apareceu em casa a cochear. Quando a peguei ao colo para ver do que se tratava vi que estava sem 2 dedos da pata traseira. Nao sei o que aconteceu mas penso que terá sido apanhada numa armadilha.Como nao tinha sangue tratei logo de desinfectar com batadine, como ela estava sempre a fugir para a rua pensei que seria melhor fazer penso. Hoje e provavelmente porque ontem nao consegui fazer penso hoje quando fui para limpar de novo estava a cheirar mal. Limpei e desinfectei com betadine e coloquei um bocadinho de fucidine para tentar eliminar alguma infeccao. Será que estou a fazer o tratamento correcto? Estou num lugar novo e nao conheco aqui nenhum veterinário.
    Obrigado pela ajuda.

  276. Olá minha pastor alemao,deu cria a tres femeas, elas estao com cinco dias, um dos filhotes nao consegue esticar a pata direita traseira, ela so fica com a pata encolhida, o que eu posso fazer?
    Desde já obrigada.

  277. Boa noite Doutor André!
    Minha gatinha foi castrada a 5 dias e hoje rompeu os dois pontos externos, corre algum risco de abrir, ou de ter que refazer a incisão para fechar nocamente os pontos? estou preocupada, não sei o que fazer, iríamos tirara os pontos na sexta feira, por favor, pode me orientar?

    • Bom dia Daiane.
      Quando ocorre isso precisamos deixar cicatrizar sozinho mesmo, não devemos dar outros pontos, chama-se cicatrização por segunda intenção.Retorne ao veterinário responsável e converse com ele.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  278. Olá Dr, estou muito aflita, o meu cachorrinho é um vira lata de aproximadamente 7 meses, foi operado há 2 meses devido a foi retirada a cabeça do femur, ele estava praticamente recuperado andando bem, porém hoje ele estava brincando e veio gritando de repente e mancando a pata, nao apoiou mais, estou muito trisite a recuperacao da cirurgia foi tao dificil era dificil manter ele em repouso ele teve infeccao precisou ser internado,o que será que aconteceu para ele voltar a mancar, será q a cirurgia nao adiantou…tenho medo que ele precise de outra cirurgia…estou aflita me ajude

  279. Olá Dr. André, primeiramente parabéns pela página.
    Minha cadelinha foi diagnosticada com ruptura do ligamento cruzado cranial e foi operada a 4 dias e hoje 12/08 fui busca-la no hospital veterinário, ela voltou com faixa e sua patinha esta bem inchada, gostaria de saber se o inchaço é aparentemente normal e o que é recomendado (fisioterapia ‘a partir de quanto tempo’, ‘acupuntura’. Fui orientada a fazer curativo a partir de amanhã e não sei se devo manter a faixa ou se posso deixar sem? Desde já muito obrigada!

    • Bom dia Larissa.
      Não sei qual técnica foi utilizada mas nas cirurgias ortopédicas costuma formar bastante seroma, que é esse inchaço, mas com o passar dos dias ele é reabsorvido. Faça conforme orientado pelo cirurgião responsável, mantenha o curativo. A fisioterapia é muito importante no pós-operatório mas quem vai liberá-la é o cirurgião responsável.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  280. BOA NOITE!
    Tenho uma gata castrada q tem quinze anos e há mais ou menos uma semana começou aparecer uns tumores q estão sangrando e saindo pus.Ela esta comendo e bebendo muita agua.mas emagrecendo.Meu filho tem medo q eu a leve no veterinário pq ela e muito brava e tb por achar q ela não ira aguentar tomar uma anestesia.Ela não apresenta estar com dor,o q faco?

  281. ola dr andre meu cachorro foi atropelado e segundo o veterinario ele quebrou a coluna e rompeu a espinha cervical,mas eu tenho duvidas porque quando eu pego ele no colo ele mexe as pernas e de vez em quando ele consegue firmar um pouco e quando aperta a pata dele e puxa a perna ,e o veterinario nao fez uma mielografia se tivesse rompido a espinha cervical ele faria tudo isso?

    • Boa Noite Franciele.
      O ideal é que seu animal seja avaliado por um neurologista veterinário, ele solicitará exames e fará testes para confirmar ou descartar tal hipótese. Pode haver uma compressão parcial da medula onde o animal não perde totalmente os movimentos.
      Att
      Dr. André Carneiro

  282. boa tarde doutor, tenho uma yorkshire de 3 meses e quebrou a patinha da frente em uma queda, quanto tempo ela precisará ficar com a tala???? será necessário cirurgia? um cachorro pode viver bem com 3 patas? qual sua opinião sobre a colocação de pino?

    obrigada
    Agnes

    • Boa tarde Agnes.
      Geralmente as fraturas em cães possuem resolução cirúrgica. Há possibilidade de imobilização se a fratura for estável e sem desvio. A técnica utilizada vai depender do tipo de fratura e da escolha do cirurgião responsável.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  283. BOA TARDE DOUTOR ANDRE!
    TENHO UM POODLE, ELE ESTA COM APROXIMADAMENT 10 ANOS ,E ESTA PERDENDO OS MOVIMENTOS DAS PATAS TRASEIRAS, ELE AINDA LEVANTA MAS CAI PARA OS LADOS, FOI FEITO RX DA COLUNA E DAS PERNINHAS MAS NAO APARECE NADA, JA TENTEI TODO TIPO DE MEDICACAO, DESDE ANTIINFLAMATORIOS MAIS LEVES ATE CORTICOIDES, E O QUE ACONTECE QUANDO ESTOU COM COM OS CORTICOIDES ELE MELHORA MAS QUANDO VOU BAIXANDO A DOSE GRADATIVAMENTE ELE VOLTA AS CRIZES, FOI ME SUJERIDO A MIELOGRAFIA, E ESTOU PREOCUPADA EM FAZER POIS ELE JA É VELHINHO E PRECISA SER APLICADO ANESTESIA GERAL, VOU FAZER UM AXAME DE SANGUE NELE PARA VER SE ELE ESTA BEM, E VER SE PODE SER FEITA A MIELOGRAFIA NAO ESTOU ACHANDO MAIS SAIDA PARA ESSE CASO A NAO SER FAZER (DEPENDENDO DO QUE DER NO EXAME DE SANGUE) A MIELOGRAFIA, E ACREDITO QUE POSTERIORMENTE UMA CIRURGIA. LEVANDO EM CONTA A IDADE DELE, O SR. ACHA ARISCADO?GOSTARIA DE UMA SEGUNDA OPINIAO SOBRE ISSO, PQ JA ESTA ME TIRANDO O SONO…

    ATENCIOSAMENTE….
    PARABENS PELO TRABALHO MARAVILHOSO….

    • Boa tarde Regina, obrigado pela visita!
      Sugiro que você procure a ajuda de uma neurologista veterinária, só assim terá um diagnóstico mais preciso do seu animal. Pelo quadro que relata parece ser algo ligado a coluna, uma compressão medular por hérnia de disco ou quadro semelhante. Procure ajuda do neurologista se ainda não o fez, ela poderá ajudar bastante ao seu animal.
      Esse link é do blog da Dr. Roberta Figueiredo, uma neurologista muito competente. Acesse e tire suas dúvidas.
      http://neurobicho.wordpress.com/2013/05/23/hernia-de-disco-lombar/

      Att.
      Dr. André Carneiro