Artigo luxação patelar.

Luxação Patelar.

A instabilidade femoropatelar é uma das causas mais comuns de claudicação em cães. A instabilidade varia desde leve, sem a presença de sinais clínicos associados, até uma instabilidade severa com luxação completa e irredutível da patela e sinais clínicos graves.

            Na grande maioria dos casos a luxação é medial, em cães de pequeno porte podendo ser congênita ou adquirida. A luxação lateral é rara e normalmente congênita em cães de pequeno porte. A instabilidade também pode acometer felinos mas com freqüência bem menor do que em cães. Os sintomas variam desde uma claudicação leve até severa, podendo o animal não mais apoiar o membro afetado e ocorrer desvios no eixo do membro.

            A luxação patelar medial segue um sistema de classificação que varia de acordo com o grau da lesão:

Grau 1 A patela pode ser luxada medialmente por manipulação, quando a articulação do joelho é mantida em completa extensão. Não ocorre creptação e nem deformidade óssea. Não ocorrem sinais clínicos ou são muito infrequentes.
Grau 2 Ocorre luxação espontânea, onde ela retorna naturalmente ao sulco, acompanhada de sinais clínicos do tipo claudicação indolor. Formam-se leves deformidades, consistindo de rotação interna da tíbia e adução do tarso.
Grau 3 A patela encontra-se permanentemente luxada, mas pode ser reduzida manualmente. Estão presentes deformidades ósseas mais graves e significativas. Pode ocorrer rotação interna da tíbia e curva em forma de S da porção distal do fêmur e proximal da tíbia. O proprietário frequentemente se queixa do cão andar “agachado”, pois o cão usa o membro em uma posição semi-flexionada, com rotação interna. Normalmente o distúrbio é bilateral.
Grau 4 A patela fica permanentemente luxada e de forma irredutível. A tíbia já sofreu rotação de 60º a 90º com relação ao seu eixo sagital. Se não for corrigido no início da vida do paciente, formam-se deformidades ósseas e ligamentares graves, que não poderão ser reparadas.

Fonte: De Singleton WB: The Surgical correction of stifle deformities in the dog. J Small Anim Pract.

            O diagnóstico da luxação é clínico através do exame físico, mas pode ser auxiliado pelo diagnóstico radiográfico com exames nas projeções antero-posterior ( AP ) e Skyline, que podem nos dar a noção do grau de desgaste articular causado pela patologia.

            O tratamento da luxação patelar é cirúrgico e pode variar desde uma simples trocleoplastia até procedimentos mais elaborados como a transposição da crista tibial.

            Estarei postando uma cirurgia de correção de luxação Grau 2 para melhor visualização da técnica.

157 respostas em “Artigo luxação patelar.

  1. estou terminando um curso de téc.em veterinária e quero parabenizar pelas matérias postadas aqui! são realmente mto boas e me ajudaram bastante, pois tenho mta teoria e pelo menos assim posso ver cirurgias. Mto bom mesmo!!

      • Boa noite Dr. tenho uma lhasa apso de 1 ano e 4 meses , que apresentou luxaçao patelar , entao fiz a cirurgia primeiro na patinha direita pois era a que estava mais torta, pois bem , isso tem 20 dias e foi usado um tipo de arame que rasga a pele dela e com isso causando dor e sofrimento. Levei na vet ,ela deu tres pontinhos e recolocou pra dentro o arame só que é pontudo demais ,e mesmo com pontos ainda ,rasgou novamente sua perninha… Ela é pequena,pesa 3.800 kg Oque faço Dr? estou preocupada com minha cachorrinha , nao poderiam ter usado outra tecnica cirurgica?

  2. Dr. Andre, Tenho um poodle de 7 anos e, aos 2 anos “saiu” a perna direita da cabeça do fêmur, que foi recolocada, manualmente, no consultório pelo ortopedista.
    Ontem, fiz um raio X do meu cãozinho e fiquei muito triste com o resultado. Se puder responder e indicar o tratamento, ficarei imensamente grata. Abaixo o laudo

    LAUDO RADIOGRÁFICO
    IMAGEM RADIOGRÁFICA DAS ARTICULAÇÕES COXO-FEMORAIS E FÊMORO-TÍBIO-PATELARES

    – Presença de evidente deformação óssea (alterações osteoartrósicas severas) em cabeça/colo femoral (“cabeça em forma de cogumelo”) e borda/superfície acetabular direitas, com evidente incongruência (instabilidade articular) e irregularidade das superfícies articulares da articulação coxo-femoral direita. Imagem compatível com quadro de coxo-artrose direita severa, secundária à necrose asséptica da cabeça do fêmur direito (“Doença de Calve-Legg-Perthes”);

    – Articulação coxo-femoral esquerda de aspecto congruente (normal), sem evidenciar presença de alterações radiográficas visíveis;

    – Presença de evidente incongruência (instabilidade articular) de ambas as articulações fêmoro-tíbio-patelares (joelho), com deslocamento medial das patelas (incidência A/P). Imagem compatível com quadro de instabilidade articular (luxação) medial bilateral de patela em grau III/IV, à confirmar o grau clinicamente;

    – Demais estruturas ósseas de aspecto aparentemente normal, sem evidenciar presença de outras alterações radiográficas visíveis.

    OBS: Observa-se presença de evidente instabilidade (creptação) de ambas as articulações fêmoro-tíbio-patelares (joelho) durante à realização do exame radiográfico.

    • Olá Sônia,
      Obrigado pela visita, continue nos visitando sempre e indique aos seus amigos!
      Como o laudo disse, o seu animal já possui uma alteração articular severa, pode ser consequência da luxação anterior ou da necrose asséptica isso não temos como diferenciar agora. Nesse caso o tratamento é cirúrgico, pois isso gera um quadro bastante doloroso no animal.
      A instabilidade do joelho é um quadro bastante comum nos cães dessa raça, e também requer uma correção cirúrgica.
      Aconselho você a procurar um colega veterinário, próximo de onde mora, para uma avaliação mais criteriosa, só assim poderá ser traçado um protocolo de tratamento adequado para seu cão.
      De qual cidade você é?
      Mande notícias assim que possível.
      Grato Dr. André Carneiro.

  3. meu cao yorkshaire foi operado aos 10 meses co luxaçao de patela nas duas pernas hoje com 9 anos esta com o mesmo problema manca e sente desconforto segundo alguns veterinarios a linha que prendia sua rotula arrebentou como pode isso ser possivel vou ter que passar por este extresse tudo novamente

    • Prezada Sandra,
      Primeiramente obrigado pela visita. Vamos lá, na luxação de patela pode ocorrer recidiva do quadro, mas num grau mais baixo, se essa cirurgia foi feita há 9 anos atrás, pode ser possível a ruptura do material e sendo assim é necessário refazer a cirurgia.
      Grato Dr. André Carneiro.

  4. Dr. André,
    tudo bem??
    Levei meu cachorro( um maltês) de 1 ano e 6 meses, há 2 semanas ele teve um pequeno trauma que iniciou uma luxacao de patela na pata direita e fui ha 3 veterinarios em quem todos me disseram o mesmo diagnostico: luxação de patela grau 2 para 3 na pata direita, e assim veio o laudo radiografico:
    -luxacao medial de patelas, mais acentuada a direita.
    – articulacoes coxo-femorais congruentes, sem sinais de alteracoes osteoatrosicas.

    voltando, ele antes puxava bastante a patinha, mas agora ele esta bem melhor, e poucas vezes puxa a patinha. estou dando condroton ha 2 dias.
    e agora vem a minha duvida:
    – 2 dos 3 veterinarios indicaram a cirurgia, e 1 preferiu dar o condroton por 60 dias, e agora? depois de ler que caso nao feito o tratamento correto no inicio, posteriormente pode levar a uma artrite e prognostico nao tao bom…
    eu optei por fazer o condroton por 60 dias e se o meu cachorro continuar puxando a patinha eu o levo para a cirurgia… o que o senhor acha melhor??
    devo esperar esses 60 dias? mando pra cirutgia logo para evitar uma possivel piora com consquencias irreversiveis no futuro??
    Agradeco desde já,
    Livia

    • Boa noite Lívia, tudo bem!
      Vamos ao caso do do seu cãozinho. Eu prefiro fazer a cirurgia o quanto antes, pois quanto mais o tempo passa maior a probabilidade de desenvolver problemas futuros. Uma artrose de joelho pode ocorrer, pode haver um desvio do membro que é corrigido com uma cirurgia bem mais complexa. O condroton ajuda no tratamento mas o que resolve é a cirurgia, e mesmo com a cirurgia pode haver recidiva mas em grau menor.
      Espero poder ter ajudado
      Grato e obrigado pela visita
      Dr. André Carneiro

      • Boa tarde Dr. Tenho uma Maltês de 1 ano e 6 meses pesa 2kl as vezes manca-pula a patinha direita, nao tem dor, fizemos exame e deu luxação da Patela grau 1 ou 2, a veterinária clinica geral indicou a cirurgia, nao passei com um ortopedista, vc acha q já é necessário cirurgia ou um tratamento por ainda estar no inicio?!

        Obgda

        Glaucia

      • Boa noite Glaucia.
        A luxação patelar é uma doença que progride com o passar do tempo, quanto mais tempo se demora pior o quadro e o prognóstico.
        Att.
        Dr. André Carneiro

  5. Dr.Andre,tudo bem?
    Gostaria de esclarecer uma duvida.
    Tenho uma maltesa de 2 anos e apresentou problemas de luxação de patela,foi feito um RX e constatou:
    Radiografia na projeção ventro – dorsal demonstram:
    Desvio medial da patela esquerda em relação ao sulco troclear do femur,imagem radiografica compativel com luxação de patela esquerda com desvio medial.Desvio medial de patela direita em relação ao sulco troclear do femur imagem radiografica sugere luxação de patela?posicionamento radiográfico?

    Articulações coxofemurais direita e esquerda dentro da normalidade radiografica.
    Estava tomando maxicam 05 mg durante 7 dias,sendo que não ouve melhora e agora vai passar a tomar condromax,sendo que o caso dela não seria cirurgico??
    Condromax vai resolver o problrma de luxação de patela??
    Desde já agradeço.
    Gisleine

    • Olá Larissa,
      Sim o tratamento definitivo para luxação patelar é o cirúrgico. A luxação é um problema degenerativo, portanto quanto mais cedo corrigido maior a probabilidade de bons resultados.
      Obrigado pela visita! De onde você é?
      Grato Dr. André Carneiro.

  6. Boa tarde! Minha bragle de 2 anos e meio ha dez dias comecou a apresentar claudicacao da pata traseira esquerda, principalmente qdo fica muito tempo deitada e vai se levanyar, manca algumas vezes e procede o andar normalmente sem mancar. Levei no vet tomou 5 dias maxicam e agora esta tomando artroglycan. A vet disse q nao e necessario cirurgia mas estou preocupada depois de ler esta materia. Segue o laido das radiografias:
    -sem evidencias de alteracoes dignas de nota nas coxofemorais
    -discreto desvio medial das patelas subluxacao? Posicionamento?
    -discreto aumento de volume das partes moles intrarticular no femorotibiopatelar esquerda- edema
    – boa relacao entre plato tibial e os condilos do femur bilateralmente

    Pela sua experiencia so a medicacao q ela esta tomando ira resolver??? A vet disse q a medicacao vai demorar umas 2 semanas para fazer efeito e ela parar de mancar.

    Obrigada,
    Priscilla

    • Bom dia Priscila, obrigado pela visita!
      Pelo laudo radiográfico seu animal apresenta uma luxação patelar bilateral, mas o diagnóstico definitivo é feito pelo exame clínico.
      A resposta ao tratamento é muito individual, cada animal responde de forma diferente, mas o tratamento definitivo é cirúrgico.
      Siga as recomendações feitas pelo veterinário responsável.
      Grato Dr. André Carneiro.

  7. Tenho um pug de três anos. Ele apresentou problemas de luxação de patela em dezembro 2011. Fiz tratamento por 90 dias. A veterinária disse que ele ficou 100%. Porém, dois meses depois voltou o problema e agora o tratamento, conforme a veterinária, terá que ser por cinco meses. Ela não recomenda cirurgia. Porém, pelas informações postadas aqui, o melhor realmente é cirurgia, em qualquer grau?

    • Boa tarde Lourdes.
      Sim, a recomendação para tratamento da luxação de patela é a cirurgia. Por ser um problema degenerativo a tendência é agravar cada vez mais.
      Att.
      Dr. André Carneiro.

  8. Bom Dia,

    Estou desedperada.
    Tenho uma Chihuahua de 7 meses. pedi uma radiografia pois ela não abaixava mais a perna esquerda. Na radiografia constava PRESENÇA DE DESVIO MEDIAL DE PATELA DIREITA E ESQUERDA – MAIS EVIDENTE EM PATELA ESQUERDA. COMPATIVEL COM LUXAÇÃO DE PATELA BILATERAL.

    Fiz a primeira cirurgia a +- 1 mes atras, nas 2 perninhas. Perna direita ok.
    Perna esquerda 2 semanas depois ela continuava sem abaixar, estava muito roxa e inchada.
    Fizemos radiografia novamente e apresentou PRESENÇA DE DESVIO MEDIAL DE PATELA ESQUERDA.
    Tivermos que repetir a cirurgia.
    Já faz 1 semana da cirurgia e ela continua sem abaixar a perna esquerda, chora de dor qndo apertamos e está intortando para dentro.
    Teremos que fazer uma nova radiografia dentro de 2 dias..

    Será que teremos que repetir a cirurgia, não é possível.. 2x e não teve exito…Isto está correto???

    • Boa noite Maiara.

      Seu animal tem uma luxação patelar bilateral congênita, com 7 meses e já apresenta luxação bilateral. A cirurgia de patela pode ter recidiva sim, dependendo do grau de luxação é necessário fazer uma transposição da crista tibial para correção. Procure também auxílio de um fisioterapeuta veterinário para ajudar na recuperação.
      Att.
      Dr. André Carneiro.

  9. Bom Dia De André O Maria meu Joaquim é um poodle de 8 anos de idade e tem luxação patelar bilateral,um aé de grau 3 e a outra de grau 4, sei que é de indicação cirúrgica,e qual as complicaçoes dessa cirurgia ?Qual o prognóstico? moro em Cuiabá Mt.Por favor me responda estou muito ansiosa ele é o meu bb é um poodle micro toy,e essa luxação é congênita.Obrigado desde já.Maria Luiza.

    • Boa noite Maria Luiza,
      Infelizmente não poderei ajudá-la nesse caso, para passar tudo isso teria que avaliar seu animal. Procure um veterinário especializado em ortopedia para poder ajudá-la.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  10. Bom dia Dr. André. Tenho um poodle de seis anos que há três anos fez cirurgia das duas patelas. O sintoma era de não poder abaixar as pernas, porém com o meu auxílio ele conseguia esticá-las e andar normalmente. Infelizmente tudo voltou e agora nem com auxilio ele consegue ficar com as pernas esticadas.Ele andar com as pernas da frente e as traseiras arrastadas. Gostaria de saber o endereço da sua Clinica no Rio de Janeiro para fazer uma consulta.
    Grata Noemia

  11. olá,tenho uma pequines de 8 meses,começou a mancar,levei radiografar e o resultado foi luxação patela de quarto grau membro posterior direito…e luxação patela segundo grau membro posterior esquerdo,não tenho condições de fazer a cirurgia,o que vai acontecer se não fizer esta cirurgia,quais seriam seus agravantes….agradeço de coração,e aguardo retorno……EDICLÉA

    • Boa noite Edicléa,
      A tendência é piorar cada vez mais, se seu animal de 8 meses já possui uma luxação grau 4 existe a possibilidade, do membro deslocar o eixo e ele parar até de utilizá-lo.
      Att.
      Dr André Carneiro

      • obgdo dr, pode correr o risco de ter de usar cadeira de rodas devido o agravamento da luxação? e se fizer a cirurgia ela volta a andar normal? Edicléa

  12. Boa tarde, tenho uma fêmea da raça Chiuaua e ela está com Luxação Patelar. Foi indicado cirurgia, mas estou com receio pois ela é muito pequena, pesa apenas 1,200kg. Você já operou cadela de pequeno porte?

  13. Boa noite Dr André!
    Tenho uma Beagle de sete meses e a duas semanas atras, viajei em um final de semana e deixei minha cachorra em um hotelzinho. Quando fui buscar ela, não colocava a pata traseira no chão.
    No dia seguinte, a levei para uma veterinária e ela disse que poderia ser uma luxação patelar e pediu um raio x. Fui fazer e por este exame, ela disse que não era uma luxação. Muito bem… Levei a Nina (Beagle) em outra veterinária para ter certeza do resultado e esta disse que poderia ser uma necrose da cabeça do femur, luxação patelar ou até mesmo ter somente machucado. Ela passou um remédio e disse para aguardar um mês pois a necrose só seria diagnosticada neste tempo. Estou esperando
    Hoje, a Nina está apoiando a pata no chão. Está tendo melhoras. Fui ler sobre esta necrose e vi que esse problema vai piorando ao longo dos dias, porém, a nina está melhorando.
    A minha pergunta é: O cachorro quando está com luxação na Patela consegue andar normalmente? Ele tem melhoras com o tempo ou a tendência é piorar? Outra coisa que eu queria saber é que exames se consegue diagnosticar a luxação. Raio X ou Ressonância? Estou agoniada pois ter que ficar esperando todo esse tempo sem saber ao certo o que ela tem é horrivel.
    Agradeço desde já pela sua atenção!!

    • Boa noite Maria Beatriz,
      O diagnóstico de luxação patelar é clínico não existe exame de imagem para diagnóstico, o Rx pode ajudar o diagnóstico mas se a patela não estiver luxada no momento do exame não vai adiantar. O animal com luxação patelar de grau baixo consegue andar normalmente, mas a tendência é piorar com o tempo.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  14. Dr André, bom dia!
    Por favor me tire algumas dúvida!
    Li q tem 2 situações p/ luxação patelar, a congênita ou adquirida. De q forma são adquiridas? Poderia me citar exemplos.
    Apartir de q idade já pode saber se o filhote tem ou ñ? E mesmo fazendo exame logo q comprado, um filhote perfeito, pode vir apresentar o problema depois?

  15. Oi estou aqui para pedir orientação. Tenho 2 york sendo uma com 1 k’200g ela engravidou de um cãozinho york pouquinho maior que ela de um feto único foi acompanhado por veterinário com us onde constatou que era grande mas como já estava encaixada fui orientada a deixar nascer normal, foi muito traumático. Agora já tem 17 dias e observei que a. Pata traseira fica esticada para o lado e ao colocar na posição normal crepita. Estou muito preocupada. Por favor me Oriente.

  16. Tenho um lhasa apso de 2 anos e cinco meses, o Nick. Há alguns dias depois da nossa caminhada percebi que ele mancava um pouco com a pata direita. Na semana passada passou a mancar em outros momentos tambem. O levamos ao veterinario e o diagnostico foi luxaçao patelar grau II na pata direita e grau I na esquerda. Foi nos recomendado a cirurgia, passou um antiinflamatorio o Ketojet por 4 dias e o Condroton até a realizacao da cirurgia, que devera ser em janeiro. Percebo que apos o passeio ele manca mais, mas a veterinaria nao a restringiu, andar com ele piora o estado?
    atenciosamente e anciosamente,
    Silvana

  17. Boa noite, tenho um lhasa apso de 1 aninho e 1 mes, e na 2a feira passada ele amanheceu mancando da pata traseira esquerda. Esperei e na 4a feira sem melhora levei ele na veterinaria, que nao fez o raio x pois disse que seria muscular, me mandou dar maxican 2,0 1/2 cp 1x ao dia por 5 dias. Hoje no 6o dia voltei novamente na clinica pois meu filhote nao parou de mancar e a veterinaria que estava pediu o raiox e mandou para o ortopedista ver, e o mesmo disse que ele tinha luxacao patelar na patinha esquerda e que teria que operar. Minha preocupacao è: sera que enquanto eu estava dando o maxican achando que era muscular como a 1a veterinaria falou, nesses 6 dias o caso dele nao pode ter agravado?? Estou preocupada pois essa situacao me pegou muito de surpresa. Como ela pode ter achado que era muscular tendo examinado ele, se nao hora que o medico apalpou sentiu o joelho todo solto?? O que devi fazer Dr?? Moro no Rj, e estou wuerendo uma 2a opiniao. Acha valido eu levar ate o Sr. a radiografia pro sr. Dar uma olhada e me dizer o que acha?? Att. Tassia

    • Boa noite Tássia,
      O medicamento certamente não causou problema e nem agravou o caso do seu animal, o meloxican é um analgésico e anti-inflamatório que se usa com frequência nas luxações patelares. Terei grande prazer em avaliar seu animal, mande email para drandrecarneiro@gmail.com que passo os contatos para marcar uma consulta.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  18. Dr.Andre parabens pela postagem, me interessei pelo assunto pq minha goldem de 2anos sofre com a patela a 1ano, fiz uma cirurgia q depois de pouco meses 3, tudo estava igual, a clinica usou a tecnica de amarraçao com fio, mas necessitei fazer outra cirurgia fazem 7 dias hoje 25 de Dez. Foi usada a tecnica de amarrar com sua propria face, a Dra me explicou que amarrou bem forte com uma face da propria perna dela, mas ja notei q tudo foi por agua abaixo novamente, o joelho dela virou denovo! Dr estou muito anciosa, agora a clinica me indicou fazer um engessamento mesmo que os pontos ainda nao tenham sido retirados e existe uma abertura nos 3 primeiros pontos q romperam. Desculpe Dr. estou sofrendo e ela idem….

    • Boa tarde Rosana,
      A cirurgia de luxação patelar é a que tem pós operatório mais complicado, na minha opinião. Principalmente se o animal é muito agitado, como seu animal é um golden jovem acredito que seja bastante agitado. Siga as orientações do veterinário responsável e tudo se resolverá.
      Feliz 2013!
      Att.
      Dr. André Carneiro

  19. Olá. Eu tenho uma poodle de 13 anos. Em dezembro do ano passado foi diagnosticada a luxação de patela no membro direito (traseiro), grau 2, com desvio lateral da crista da tíbia, e solicitada a cirurgia, que ainda não foi realizada. Mas ela começou a cair muito sobre o membro esquerdo e, desde ontem, vem se arrastando pelo chão, já não consegue mais andar. Estou aguardando a conculta com o veterinário para agendar a cirurgia dela, mas estou muito preocupada. Será que ainda dá tempo de fazer a cirurgia, uma vez que agora a perna que estava boa também está machucada? O veterinário também tinha indicado o Condroton por 30 dias (em dezembro), posso voltar a dar para ela?

  20. Olá André, td bem ? Gostaria de tirar uma duvida com vc. Tenho 1 bulldogue frances de otima linhagem e muito bem constituido fisicamente. Porém a partir dos 4 meses começei a observar que, quando ele pisa no chão, os dois joelhos escorregam para fora, mas a pisada ainda fica firme. Ele corre bastante, nunca demonstrou desconforto ou dor ? isso seria um devio lateral leve ? O criador dele me disse que os pais não tem isso. Qual a causa ? Devido ao meu ver ser leve, posso usá-lo na reprodução, pois o investimento nele foi razoável Abraços, André Moy

    • Bom dia André,
      Todas as suas dúvidas só poderão ser respondidas com uma avaliação do seu animal. Procure um veterinário especializado em ortopedia, serão necessários exames de imagem para tirar todas essas dúvidas.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  21. Olá, tenho lido seus comentários sobre “patela” tenho uma poodle, de 12 anos, ela está desde o dia 17 de dezembro sofrendo com o deslocamento de patela, tomando infiltração para dor, acupuntura, enfim… nada tem dado jeito, e agora começou a comer muito menos, enfim, sinto que ela está sofrendo muito apesar de medicada. Creio que pelo que tenho lido ela já está em grau 4… Tenho seguido atentamente as prescrições do veterinário, mas não vejo melhora. A troca de um veterinário pode ser uma boa???? Nesta altura do campeonato???? Será que uma cirurgia, ela aguentaria, digo pela idade??? Quais os riscos ela corre???? Agradeço desde já a orientação. Um abraço. Jussara

    • Bom dia Jussara,
      O risco da cirurgia será avaliado pelos exames pré-operatórios solicitados pelo veterinário responsável pelo caso. A correção cirúrgica é a única forma de sanar o problema. Procure um veterinário especializado em ortopedia.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  22. Bom dia, Drº. Estou muito preocupada e triste, preciso realmente de uma palavra de consolo e também de experiencia nessa questão, comprei um filhotinho de Lhasa Apso, nesse sábado dia 02/03/2013. Como nunca tive cachorro, essa é uma experiencia muito nova. O filhotinho tinha apenas 24 dias, e por ignorancia minha acabei comprando-o. Como ele é muito pequeno, é claro, que não dava para perceber o grau de dificuldade para andar, mas a criadora me disse que era normal. Enfim, no domingo, percebi que as patinhas traseiras saiam do lugar, na verdade, elas não saem para o lado, mas para atras, o joelhinho dele, chega a ficar bem esticado e pra fora, mas como disse, para trás. Levei ele em 3 veterinários nessa semana, li artigos, pesquisei o que poderia ser, e mediante disso, minha dúvida estava certa. No primeiro e no ultimo veterinário que levei, os dois me disseram que ele tem luxação patelar, como também afrouxamento dos ligamentos e que a musculatura da coxa dele é tão fraca que ele não consegue sustentar direito o corpinho. O veterinário fez um tipo de tala com fita adesiva, para que a patinha não abrisse tanto para trás, mas, não pode junta-las pois ele não consegue mante-las em pé, ele anda um pouco, mas com muita dificuldade. O médico disse para fazermos esse procedimento por 2 semanas, para tentar fazer com que ele tenha mais resistência. Mas, no fundo, estou muito apreensiva, gostaria de saber como devo proceder. Se acha válido leva-lo em outro veterinário, como também se essa “tala” realmente o ajudará. Dr. será que ele vai conseguir andar? Será que apenas cirurgicamente ele poderá se curar? Ele é tão bonzinho, e tão pequeno? Vc já presenciou uma situação assim, de um cachorrinho tão novinho já estar nesse nível de dificuldade? Por favor, preciso de uma luz!! Estou com medo que ele piore e que não venha andar. Obrigada!

  23. Oi boa noite!
    meu cachorro poodle operou de luxação ha 1 mes e meio exatamente, pos operatorio foi td bem, porem ele ainda nao consegue colocar a pata no chao e ele sente muita dor quando mexe na patinha ou ate mesmo, ao acariciar a mesma.
    Alem do mais, tem um carocinho no joelho.
    O que devo fazer? Voltar ao veterinario que operou ou apenas esperar?

      • Minha cocker tem 10 meses e luxação de patela grau 4 bilateral. Levei-a para a primeira cirurgia na faculdade Anhembi Morumbi e ela foi operada pelo dr André lá da faculdade, quando retornamos para tirar os pontos ele disse que a perna estava fora do lugar e que teria que operá-la novamente da mesma perna. Por isso perguntei sobre a imobilização, pois segui o pós cirúrgico direitinho e mesmo assim deu errado, conclusão a pata que deu errado esta pior que antes de operar, espero que na segunda cirurgia de certo. Dr você tem algum conselho para me dar sobre isso.
        muito obrigada Karla

  24. Olá Dr. André Carneiro, tudo bem? Meu nome é Paulo e tenho uma maltesinha de quase 7 anos, ela está mancando e não consegue mais subir no sofá e nem a escada, o veterinário dela diz que é luxação de patela, vou fazer o raio x, e gostaria de saber se eu lhe enviasse por e-mail uma cópia do raiox, você poderia olhar e me dar uma segunda opinião? Obrigado…

  25. Boa noite, minha cadelinha da raça Chihuahua teve luxaçao patelar e esta operada a minha duvida é se foi hereditario ou adquirida, tem como descobrir? Quero colocar ela p cruzar algum problema?

    • Boa noite Nadja.
      Qual a idade da sua cadelinha? Se ele for jovem, até 1 ano de idade, há grande possibilidade de ser hereditária.
      Independente da causa não se recomenda reproduzir animais com problemas ortopédicos.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  26. Boa tarde. Tenho um yorkshire de 4meses que tem luxuçaoda patela desde as 6 semanas de vida, levei ao veterinário para saber o que poderia fazer,ele disse q teria de esperar ele crescer para fazer a cirurgia, desde pequenino que corre bem, embora se note sempre que é manco,mas acho que não apresentava dor pois eu podia mexer bem na sua patinha e ele ñ chorava, desde ontem que está a meter a
    Pata para cima e ñ deixa ela no chão como o normal q sempre fez, já tive tantos problemas de saúde com ele, ainda a semana passada
    teve de fazer um clister pois estava com prisão de ventre, eu sou muito cuidadosa com ele, come boa ração, tem tudo de bom, tinham me.dito para lhe dar.um suplemento de glocosamina condroitina mas o meu vet disse não ser necessário, não confio em nenhum veterinário onde vivo! Sou dos Açores Ilha Terceira um meio muito pequenino… O que acha que posso fazer?! Escrevi tanto mas o q queria mesmo saber era se posso fazer algo á perna dele já só tendo ,4 meses.. Será que.está a piorar? Muito obrigada pela sua atenção, agradecia uma resposta se possível 🙂

  27. Ola Dr André, adorei seu artigo. Tenho uma maltes de 10 meses, com 2,8kg, há 1 mês percebi que ela foi correr e puxou a perninha, deu uns 3 passos e voltou a andar normalmente. Não me preocupei, pois mexi na perninha dela e ela não se queixou de dor. Mas após esse dia, ela voltou a mancar mais duas vezes e sempre voltava a andar normal após alguns passos. Mas resolvi leva-la no Vet. Acontece que já falei com 3 vet e todos dizem que ela tem luxação patelar medial bilateral, mas cada um dia que é um grau diferente. Gostaria de saber se através do RX é possivel identificar o grau? tem outra saída além da cirurgia? independente do grau é importante realizar cirurgia o quanto antes? ou seria melhor esperar ela completar 1 ano? É mais interessante realizar a cirurgia nas duas perninhas de uma só vez ou o mais indicado é fazer uma e depois a outra?
    Sei que fiz várias perguntas, mas é que estou aflita, não quero que meu bebe sofra tendo que passar por cirurgia, mas também, não quero que ela sofra se eu esperar mais para depois ter que ir para cirurgia de qualquer jeito.

    Obrigada.

    • Bom dia Allana.
      Vamos as suas perguntas
      A luxação é uma doença que se agrava com o passar do tempo, portanto, quanto mais o tempo passa pior o quadro.
      Independente do grau a resolução é cirúrgica.
      A luxação tem diagnóstico clínico, o Rx pode sugerir uma luxação mas não quantificar o grau.
      Na minha rotina faço antes mesmo de completar 1 ano, e faço os dois membros ao mesmo tempo, mas isso depende de cada cirurgião.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  28. Bom dia.. adorei o site de vocês. Sou de BH-MG.
    Minha Golden Retriever de um ano.. apresentou luxação da patela.. Comecei a tratando com um anti inflamatório e vitaminhas (Condrovet Pet), a pedido da veterinária.
    A veterinária que costumo levar é muito boa.. e a minha cachorra estava apresentando melhoras…mas depois de dois meses de tratamento ela piorou. E voltou a andar com a perninha levantada. Ela já estava ótima. Mas houve uma queima de foguetes aqui perto e ela se desorientou correndo … daí acredito que deve ter deslocado, ou alguma coisa do gênero.
    Gostaria de saber se vocês possuem algum veterinário para indicar aqui de BH que seja especializado nessa área. Quero muito que a minha cachorra fique melhor.
    Estou muito preocupada.
    A cirurgia oferece algum risco para o animal? Ela poderá ter uma vida normal após a cirurgia , certo?
    Não continuar dando medicamentos se eles não vão cura-la de verdade. Quero algo que seja 100% satisfatório para ela.
    Obrigada.

    • Bom dia Marcela.
      Não conheço ninguém em BH, sempre digo que os hospitais universitários são uma boa referência. Toda cirurgia tem riscos e isso é inegável, seu animal pode sim ter uma vida normal após a cirurgia. A única forma de tratamento definitivo para luxação patelar é a cirurgia.
      Att.
      Dr. André Carneiro

      • Boa noite diga me uma coisa se possível, nunca leu a minha pergunta’? Ando a seguir este site todos os dias com a esperança de ter resposta, mas pelos vistos respondeu a todos menos a mim.. Deve ser porque sou dos Açores! De qualquer das maneiras agradeço na mesma!

  29. Boa tarde! Caro Dr. André, tenho uma poodle que vai fazer quatro anos, no fim do mês abril ela caiu da cama e fez um luxação de patela, a médica dela diz ser de gral 2 e recomendou tratamento com Osteocart por 6 meses a ser avaliado a cada 2 meses, mas após 20 dias ela ainda tem horas que manca eu sinto a patela se deslocar, estou determinado a operá-la logo, pois ela era ativa e feliz e está triste e pelos cantos, minha duvida é. Após a cirurgia e o pós cirúrgico correndo tudo bem ela voltará a ter a vida normal de antes? Vai poder correr como antes?

    Att Alexandre Tavares

  30. HÁ 12 Dias minha cadela fez a 2º cirurgia da patela só que não foi como na 1º pois as vezes quando ela vai correr ela não coloca a pata no chão e normal ? Dor acredito que ela não sente pois faço exercicios na pata e ela não grita nem demonstra sentir dor pode ter sido algum erro cirurgico ? Ela e pincher e fez 1ano.
    Att:Jucileide Lopes

    • Bom dia Jucileide.
      Os cães pequenos e leves, como no seu caso, podem ter esse tipo de comportamento, por isso sempre indico uma fisioterapeuta para acompanhar o pós-operatório dos meus pacientes.
      Att.
      Dr. André Carneiro

      • Minha poodle que começou com um problema grave de “patela” depois teve uma virose… depois perdeu o rim… e assim foi… ela já não está mais comigo ontem fez dois meses…mas eu ainda acompanho este site, e quero acreditar que existam médicos comprometidos… veterinário que respeitem os animais… parabéns pelo seu comprometimento Dr. André… Deus abençoe cada ato seu em prol desses bichinhos tão queridos e que fazem parte da nossa vida!!! Obrigada pelas respostas, que muito me ajudam a quando ter um próximo cachorrinho cuidar dele com muito mais carinho, mas também proporcionando saúde e qualidade de vida ao meu futuro animal. Obrigada mais uma vez!

      • Obrigado a você pelas belas palavras Jussara.
        Continue nos visitando e precisando de algo é só escrever aqui para mim.
        Att.
        Dr. André Carneiro

  31. Ola, minha poodle de 3 anos teve uma queda e comecou a mancar da patinha traseira direita…levei ha 2 veterinarios ,fiz RX,ambos disseram q foi luxacao de patela,so ela nao manca sempre, quando corre coloca a pata no chao….qual o risco q ela corre se eu nao fizer a cirurgia?..meu recio ‘e que mesmo com a cirurugia ela continue mancando.

  32. Olá Dr. André, boa noite!
    Tenho uma pinscher bem pequena que fez cirurgia nas duas perninhas…A perna direita foi feita e deu certo.Porém, a perna esquerda foi feita a cirurgia duas vezes e as duas deu errado.
    A veterinária me disse que foi por causa da distancia entre uma operação e outra(seria possível?)… Só que agora ela ficou com a postura todas comprometida, inclusive voltou a andar com a perna direita para dentro e mancar com a outra.
    ESTOU DESESPERADA!!!! MINHA CACHORRINHA É TUDO EM MINHA VIDA…É A FILHA QUE NAO TENHO.
    Por favor – Como posso passar ela com o senhor para uma nova avaliação?
    Seria possível erro médico?
    O que faço agora que ela esta pior que antes?
    Pelo amor de Deus me dê uma orientação…
    Obrigada,
    Cintya.

    • Bom dia Cíntya.
      As cirurgias de luxação de patela podem apresentar recidiva, não sei a idade do seu animal e nem o grau dessa luxação precisaria fazer uma avaliação. Atendo no RJ, havendo interesse mande email para drandrecarneiro@gmail.com que entro em contato com você para agendar uma avaliação.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  33. Dr, bom dia!!!

    EStou comprando um Bulldog Frances, ela esta com 70 dias, porem notamos que uma das patas esta com um afrouxamento do ligamento, ou seja, parece que vai quebrar com ele anda, manca um pouco etc, segundo veterinario isso ira sair conforme ela for crescendo, mais estou com duvida se realmente é isso.
    no laudo que ela me mandou so consta isto uma afrouxamento ligamentar.

    isto sai mesmo conforme ela for crescendo? E no futuro posso ter problemas com esta pata?

  34. Boa Noite, Drº, estou um pouco assustada com meu caozinho. Tenho um pincher 00 que comprei numa feira aqui proximo a minha cidade. Moro no interior do Rj e por aqui nao temos muitos recursos. Como ja disse comprei meu pincher (Macho) faltava uma semana para completar 2 meses. Ele hoje esta com 7 meses, sempre foi super esperto, brincalhao e muito arteiro. Ele foi atendido por um dos melhores veterinarios aqui da minha cidade, tomou todas as vacinas necessarias e tbm os vermifugos. Cerca de 2 semanas atras ele começou a mancar e quando foi num domingo nao conseguia andar direto. So choramingava de dor. Fiquei preocupada e levei ele no veterinario ( 08/07/2013), Ele examinou ele e receitou um anti inflamatorio Carproflan 25, meio comp. 2X ao dia por 10 dias e condroton 500 1 capsula em dias alternados por 20 dias e 1 capsula a cada 2 dias por 60 dias. comecei com os medicamentos no mesmo dia. Essa semana 18/07, ele completou os 10 dias de anti inflamatorio, ficou bemm ate ontem 19/07. Hoje dia 20 ele começou a choramingar e mancar novamente. Nao sei o que faço, se levo ele em outro veterinario. Meu receio e der dar dosagem a mais de remedio e piorar a situação. Ele pesa 2Kg.
    Agora a noite entrei no google e coloquei doenças comum em pincher e encontrei este site. Li alguns relatos e por isso resolvir escrever. Me ajude por favos. nao tem nada mais angustiante que vc ver seu filhote reclamando de dor e vc nao saber o que fazer. no momento estou usando analgesico (2 gotas – Kg/gotas) dipirona para ver se alivia. Fica dificil ate de pegar ele.
    Desde ja agradeço a atenção
    Atencionsamente. Ana Lucia

    • Bom dia Ana Lúcia.
      Seu animal precisa de exames complementares para um diagnóstico mais preciso, ele pode mancar por diversos motivos, pode ser por displasia, necrose asséptica de cabeça femoral, luxação e tantas outras. É necessário realizar um Rx ou leve seu animal a um profissional especializado em ortopedia.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  35. Boa noite! Dr. Tenho uma chow chow fêmea. Ela tem luxação medial bilateral grau 4.
    Moro em Florianópolis e levei a 2 veterinários diferentes e nenhum me passou confiança o suficiente para realizar a cirurgia. Teria algum para me indicar? Dei codroton por 30 dias e de nada adiantou, e hoje ela perdeu a forca nas duas perninhas, nao conseguindo andar..estou desesperada para uma cirurgia imediata. Obrigada

    • boaa noite Dr tenho um liasa com 3 aninhos e o meu bb perdi um coker mooroo d medo d perde-lo ta com luxaco d patela mancou 1 dia no pre operatorio descobriu erliquiose tomou 5 dias d maxicam 0,5 meio comprimido 1 x ao dia e vibramicina 50mg 12 em 12 hj tem 40 dias do acontecido esta super normal nunca mais mancou e corre o dia todo tenho vontade d amarrar d tanto medo d acontecer alguma coisa fez novo exames tudo normal dia 12\ 11 2014 sera feita cirurgia tmbm tenho medo como todos os demais desde ja fico grata com sua opiniào MAURIZA

  36. Bom Dia.
    Tenho uma Bulldog Francês com 4 meses que ontem subiu sozinha para uma cadeira e depois caiu mal sobre a pata traseira esquerda. Fui ao Hospital Veterinário e depois do Rx viu-se que tem luxação patelar, desvio completo da rotula, que foi traumático. Por causa do edema não foi possivel fazer mais nada, está a fazer anti-inflamatório durante 5 dias para ser re-avaliada.
    Acha possivel que a recolocação da rótula possa ser manual ou é preferivel ser feita de forma cirurgica?
    Uma vez que não foi congénito mas sim acidental, qual a probabilidade de recidivas?
    Agradeço resposta!
    Obrigado

    • Bom dia Pedro.
      O reposicionamento da patela manualmente é possível, mas se ela vai voltar a luxar novamente não podemos afirmar, se foi uma luxação traumática pode haver comprometimento das estruturas que mantém ela no lugar, fazemos um acompanhamento clínico e se voltar a luxar parte-se para o procedimento cirúrgico.
      Att.
      Dr. André Carneiro

    • Boa Noite Pedro, vi seu relato e passei por isso ha uns 2 meses atras. Fiquei desespeerada, pois tenho um pincher 00 e o mesmo estava com desvio de patela. Meu pequenino gritava de dor e nao conseguia andar, levei ele no veterinario que costumava cuidar dele, ele passou remedios fortissimos p ele que nao adiantou de nada. Me indicaram um outro vet. aqui da minha cidade, pois moro no interior e aqui as coisas sao um pouco lenta. Bom levei ele nesse vet. e ele passou nimesulida gotas, Condroton e levedo de cerveja. me orientou a por rampas (essa de espumas compradas em casas que vende produtos medicos) proximos a cama e sofa. Ja se passaram 2 meses e meu filhote, agora ficando adulto nao tem mais nada. Graças a Deus melhorou e agora esta muito levado, brincalhao e super saudavel.

  37. Boa tarde,

    Dr. André,

    Acabei de fazer um raio x no meu cachorro um shitzu de em dezembro vai fazer 5 anos.

    A pata dela direita apresentou deslocamento de patela externa. Lateral.

    Levei na emergência pq domingo estava tremendo e todo estranho.

    Levei no veterinário dele, que no exame de toque disse que teria que fazer um raio x.

    Só não sei o que aconteceu, pq não apresentou nada antes?

    Ele nunca mancou, tinha uma mania de pular da minha cama, agora não deixo mais.

    Ele falou em operar para correção, já a veterinária disse que não aconselha…

    Eu quero o melhor para o meu cachorro e aí?

    Eu estarei com ele até o último suspiro dele aqui na terra…

    Ele já passou por tanta coisa desde o seu 1 mês…

    Aguardo o seu retorno me aconselhando nesta situação…

    • Bom dia Cecília.
      A luxação patelar pode ser congênita ou adquirida, por isso ele pode não ter apresentado o quadro antes, ele pode ter luxado após um trauma, você relata que ele sempre pulou da cama. Geralmente as luxações patelares tem resolução cirúrgica, se ainda não o fez, procure a opinião de um ortopedista veterinário.
      Att.
      Dr. André Carneiro.

  38. Ola dr, minha poodle tem 4 anos, está com claudicação na pata esq traseira, levei ela no vet, que fez o exame clínico, o teste de gaveta, e disse que ela está com luxação de patela ambas as patas traseiras, porém a da direita com grau avançada e traumatico, sugeriu q eu realizasse o raio x, mas quando me explicou a cirurgia, me assustou muito, pois disse q quebraria um pedaço da tibia, e pelo oq eu entendi, colocaria na patela, disse q minha cachorra teria q fikar trancada dentro do banheiro por 30 dias, me assustei pq sei q qdo se trsta de cirurgia articular, o pós operatório é difícil, mas pensei q pelo fato de ser só a luxação sem o rompimento do ligamento cruzado, a cirurgia fosse mas fácil e com um pós de uns 15 no máximo, minha cachorra eh o mimo, dorme na cama, como vou coloca lá no banheiro no quintal, sozinha??? E qto a cirurgia, n teria outro procedimento?? Submeter o animal a um desgaste físico, mental, ao risco da anestesia, e da operação em si, mas esse pós tenebroso, e sem garantia de q fik bom p smp, eh mtu complicado dr. Me ajude. Obrigads

    • Bom dia Jéssica.
      A técnica cirúrgica depende do grau da luxação, essa técnica em que cortamos um pedaço da tíbia se chama transposição de crista tibial, mas não colocamos no lugar da patela, apenas reposicionamos para uma local mais anatômico.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  39. Boa noite Dr.

    Tenho um cão da raça Maltês de quase quatro anos de idade. Ontem ele fez uma cirurgia na patela direita inferior, porém ele não urina, hoje ele retornou ao local de cirurgia e eles realizaram a retirada da urina através de sonda. Hoje ele fez as refeições normalmente, bebeu agua com a mesma frequência, porém não urina, a bexiga e o pênis ficam de tamanho alterado “inchado” mas ele infelizmente não urina. Minha dúvida é: quando ele voltará a urinar novamente? E se isso continuar o que devo fazer, afinal de contas estamos próximos de um final de semana e o acesso a uma rede veterinária é mais difícil.

    Aguardo uma resposta.
    Obrigada desde já!
    Roberta.

    • Bom dia Roberta.
      Seu animal passou por uma cirurgia ortopédica recente, nessas cirurgias são utilizadas medicações analgésicas potentes como a morfina, essa medicação pode causar retenção urinária e pode perdurar por 24 a 48 horas. Converse com o veterinário responsável pela cirurgia.
      Att.
      Dr. André Carneiro.

  40. Olá, bom dia! Dr. tenho um pinscher de 06 anos e há umas 3 semanas atrás ele começou a mancar da perninha direita, e então o levei ao veterinário, que fez um Raio x e detectou luxação na patela (a patinha fica inclinada para dentro) e disse que precisava operará-lo urgentemente porque ele estava com muita dor. Fiquei assustada e o levei a outro veterinário, que também disse que precisava operar, mas que se eu não quisesse não precisaria da operação porque ele não sente dor. Estou muito preocupada e com medo porque as vezes quando ele levanta não consegue andar direito, então eu dou um anti-inflamatório e com um tempinho ele consegue andar mancando e aos poucos. Dr. estou dividida entre os riscos da cirurgia e o sofrimento do meu cachorrinho. Acho que ele já está velhinho e pode não suportar a cirurgia. Por favor, se puder, me dê sua opinião sobre o caso. Obrigada

    • Bom dia Dayse.
      O tratamento definitivo para a luxação patelar é a cirurgia, a tendência da doença é agravar cada vez mais. Somente os exames pré-operatórios dizem se ele está apto ou não a passar pelo procedimento, um animal de 06 anos é um animal jovem, tendo em vista que esses animais vivem em média 14 anos.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  41. Boa noite Drº
    tenho uma yorkshire de 11 meses
    ela começou a mancar de vez em quando
    hoje levei ela no veterinario e ele disse que ela está com deslocamento de patela
    disse que seria bom fazer a cirurgia, mas me aconselhou a fazer somente se ela fizer fisioterapia depois e aqui no meu estado não tem fisioterapia… passou uma medicação
    o que devo fazer?

  42. Boa noite!
    Gostaria de tirar uma dúvida sobre o caso.
    Sei q o pós cirúrgico é de muita dor para um cao q passa por essa cirurgia. O meu ja esta na segunda cirurgia, a primeira na patela esquerda ano passado e a segunda recentemente, há três semanas na direita.
    A minha dúvida é sobre a possibilidade de dores reflexas por compensação.

    Meu cão apresenta dores na região em volta das patas da frente e peitoral.
    Fizemos rx da coluna e ultrassom abdômem mas nao apresentou nada. Pode ser muscular?

    Ou em outra hipótese, pode ser comportamental, em função do trauma e estresse da cirurgia?
    Ele treme muito assustado as vezes.

    É um maltes de 6 anos e ainda nao começamos a fisio.

    • Boa noite Aline.
      Pode sim ser por compensação, tendo em vista que ele precisa redistribuir o peso pelos outros membros, acho a hipótese comportamental pouco provável. Mas leve esse fato a conhecimento do veterinário responsável pela cirurgia.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  43. oi Dr ANDRÉ, bom dia tenho uma cachorra da raça printcher tem 8 meses de idade, ela começou a mancar e fizemos um raio x e deu tudo normal só um pequeno desvio na patelar esquerda , o veterinario passou Condrix dog e falou que o tratamento é demorado, o que quero saber é se demorar muito nao pode piorar ja que a musculatura da perna dela ja esta afetada, ficando com uma perna mais fina que a outra, obrigado pela atenção

  44. Olá tenho um lhasa apso de 1 ano e 7 meses,ele fez a cirugia por causa de uma luxação de patela grau 2 evoluindo para o 3,tirou os pontos dia 09/12,a vet pediu pra retornar dia 06/01,para ver se ele começa a apoiar a patinha novamento,qdo mexo na perninha dele,sinto um pouco o cre-crec,isso é normal???Estou super preocupada…ele vai precisar de fisioterapia??

    • Bom dia Cínthia.
      A fisioterapia sempre é uma aliada super válida, ela otimiza bastante a recuperação. Siga as orientações dadas pelo veterinário responsável e retorne nas datas previstas para revisão.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  45. Oi Dr André Carneiro.
    Eu tenho um Yorkishire de 10 meses de idade e na semana passada ela ficou com a pata encolhida depois de sucessivos episódios de diarreia. Eu e minha esposa ficamos preocupados e levamos a um veterinário que nos pediu uma radiografia. Eu deixo aqui o resultado da radiografia e gostaria da sua opinião no sentido de avaliar se é necessário uma cirurgia.
    Laudo radiográfico:
    – Relação entre a eminência tibial esquerda e os côndilos femorais esquerdos
    preservada.
    – Discretíssimo deslocamento medial da patela esquerda em relação ao sulco
    anatômico corresponte. Considera-se a possibilidade de alteração posicional.
    – Rotação medial da tuberosidade da tíbia esquerda.

    Abrs.
    Felix.

    • Bom dia Félix.
      Não tenho como emitir uma opinião em relação a cirurgia sem avaliar o seu animal. Pelo laudo radiográfico sugere-se uma discreta luxação patelar.
      Leve seu animal para uma avaliação com um ortopedista veterinário.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  46. Dr. André Boa noite!
    Parabéns pelo Blog, muito relevante suas informações e os comentários, vemos que tem pessoas passando pelo mesmo problema.
    Minha Poodle de 5 anos apresentava luxação na Patela, desde sempre, quando marcamos a consulta para a avaliação da vet. especialista e professora, 1 dia antes ela começou a vomitar, antecipamos a consulta, e foi diagnosticada com doença do carrapato. Começamos o tratamento, e após o fim do tratamento ela iria fazer a cirurgia das patelas, que foi comprovada. Acontece que ela teve que ficar internada 1 dia na clinica, 4 dias após ter iniciado o tratamento. Quando fomos busca-la no outro dia, para nossa surpresa, a pena dela estava torta, deslocada do quadril, fomos para casa e voltamos no vet, a dra. disse que nada tinha acontecido na clinica, que ninguém tinha encostado nela, e após o raio X foi constatado o osso foda do lugar e nossa dúvida é: é possível o osso ter saído do lugar sem ela ter caído ou algo do tipo? Pode ter deslocado o osso com ela se coçando apenas? Como ela não estava comendo, a dra. optou por fazer a cirurgia, do fêmur e das 2 patelas, e continuar o tratamento do carrapato. Fez a cirurgia, tudo certo, estava se recuperando bem, porém 1 dia atrás, ela começo a andar curvada, com dificuldades, o que pode ter acontecido? Pode o ponto interno ter soltado? Levamos no vet novamente e a dra. não estava, porém o dr. que nos atendeu e não é o especialista disse que teria que fazer uma nova cirurgia? É possível isso?10 dias depois da cirurgia ter que refaze-la? Tem alguma relação entre o osso da perna ter saído do lugar e as luxações nas patelas? Ela está sentindo dor?
    Dr. desculpe tanta pergunta, estamos muito preocupados e agoniados, pois desde ontem ela já não anda e come pouco, não sabemos o que fazer, nos ajude!!!

    • Bom dia Guilherme.
      Realmente são muitas perguntas, algumas posso te responder outras seria necessário avaliação do animal, converse com a veterinária responsável pela cirurgia.
      Ela que avaliou o animal inicialmente e tem muito mais recursos para responder essas perguntas. A luxação do fêmur pode acontecer sem nenhum trauma, se o animal já tem uma predisposição genética ou alguma frouxidão ligamentar pode ocorrer.
      Att. Dr. André Carneiro

  47. Minha cachorra estava com luxação patelar e fez a cirgurgia, mas tem 24 horas que ela não urina e esta bebendo água normalmente. O que eu faço? Já tentei levanta-la e fique segurando e nada aconteceu.

    • Boa tarde Bianca.
      Algumas medicações utilizadas nas cirurgias ortopédicas, como a morfina por exemplo, podem causar uma retenção urinária. converse com o anestesista responsável pelo procedimento.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  48. Boa Noite Dr.
    Minha poodle Nina foi diagnosticada com luxação de patela a alguns anos atras nas duas patas traseiras, a veterinária me aconselhou não operar pois o pós operatório é complicado e qualquer movimento brusco que ela faça depois de operar como pular do sofá faz a luxação de novo. Pois bem ela corre em volta da pata mordiscando, caminha normal, um pouco abertas as pernas, mas nunca deixou de caminhar. Ontem ela pulou da cama e ficou manca de uma pata, levei em outra veterinária que examinou e disse que não tem fratura nenhuma, é só dor, receitou KETOFLEX 1 comp partido em 4 partes por quatro dias, hoje um dia depois ela continua mancando, e não firma aquela pata. Gostaria de uma ajuda. será que agravou a luxação e agora ela não vai firmar mais a perna? Ou será só dor? Ela tem 6 anos é bem pequena pesa 2,700 kg tem dificuldade respiratória pelo excesso de peso, e sofre com convulsões leves as vezes. Está tomando CEFALEXINA por conta de uma infecção na garganta, os linfonódolos estão bastante inchados, e está vomitando, por indicação da veterinária está tomando 4 gotas de plasivet antes da cefalexina que está sendo ingerida 1ml de 12 em 12 horas por 8 dias..

    • Bom dia Tatyane.
      A luxação pode sim ter agravado, assim como pode ter havido outro problema como uma ruptura do ligamento do joelho.
      Seria interessante levar seu animal para uma avaliação com um ortopedista se ainda não o fez.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  49. Olá tenho um cocker de 5 meses e ele apresentava crepitação e claudicação de pata traseira esquerda. Ele creceu mto rápido e mesmo controlando a alimentação ganhou peso rápido também.
    A primeira veterinária disse que o problema era na sacro lombar somente com US … sou fisioterapeuta, não fiquei contente com o diagnóstico e resolvi fazer uns testes e observar melhor …
    Descobri que a marcha dele realmente apresenta alterações na pata traseira esquerda, a que claudicava desde pequeno. E agora as duas patas apresentam rotação interna ( joelhos para dentro ), e ao movimento passivo a pata esquerda apresenta sub luxação. Pode ser um caso de operação ? Ou só fisioterapia resolve ?
    Quando faço hidro com ele, ele ana um pouco melhor …
    Ah esqueci de mencionar que ele esta tomando captopril, e descartei displasia de quadril pela maneira que ele deita no chao.. Acho que é isso … e se precisar de cirurgia, quando é indicado ?

    • Boa tarde Viviane.
      Primeiramente desculpe a demora em responder seu post.
      Em relação ao diagnóstico, somente observar a forma como ele deita, não descarta a displasia. O diagnóstico só se faz através de exame radiográfico, e para laudo definitivo apenas após 24 meses de idade. A rotação interna do joelhos é um possível sinal de displasia, mas também pode estar relacionada a Luxação patelar severa.
      Seria indicado levar seu animal para uma avaliação com um ortopedista veterinário, só assim seu animal terá um diagnóstico preciso.
      Att.
      Dr. André Carneiro.

  50. estou muito triste, ontem a noite levei meu pinscher na veterinária e ela diagnosticou luxação de patela mais na patinha esquerda, estou muito preocupada com a cirurgia e com a recuperação, não sei o que fazer, estou com medo da cirurgia, ele tem apenas 7 meses e pesa 1,500. o que faço?

  51. Olá doutor. .boa noite. Minha york tem um ano e meio, fez cirurgia de luxação de patela nas duas pernas traseiras em novembro de 2013. O problema é q ela ainda puxa as duas perninhas. O veterinário q fez a cirurgia examinou e disse q não há luxação. Ele disse q talvez ela esteja Incomodada c os pontos. Eu sinto os pontos ns mão qdo toco o joelho dela. O q devo fazer?

  52. Tenho uma bebê de 10 meses que é vira-lata e percibi que há um mês ela vem mancando pelo uma vez na semana, ontem levei ao veterinário e ele diagnosticou Luxação Patelar na perninha direita, ele pediu para fazer a radiografia e medicar com Maxican 0,5 mg por 10 dias.

    Minhas duvidas:

    1) Devo fazer a Radiografia antes ou depois da medicação? (meu receio é a medicação mascarar o resultado)

    2) Elas tem apenas 10 meses, ele disse que tem 20% de chance de não precisar de cirurgia, o que posso fazer para ajuda-la a não fazer a cirurgia? (acumputura, natação, enfaixar a perna pq está muito frio…)

    Estou muito triste, e queria uma segunda opinião.

    Obrigada!!

    Bruna

    • Bom dia Bruna.
      A radiografia deve ser feita o mais rápido possível, a medicação não interfere no resultado radiográfico. Se o problema do seu animal for realmente uma luxação patelar não há nada que possa fazer para evitar a cirurgia. A luxação patelar é uma doença que tende a agravar com o tempo e o quanto antes for realizada melhor.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  53. Bom dia!
    Eu estou iniciando meu tcc e estou buscando ideias, a principio gostaria de fazer sobre trocleoplastia e então estou lendo artigo sobre este assunto. Eu queria saber, quando você indica essa técnica de trocleoplastia? até que grau de luxação ela pode ser indica? pode ser utilizada como um complemento cirúrgico?
    Att

  54. Dr Andre, boa noite,
    Tenho um Rottwailler de 8 meses que começou a andar com a pata direita da frente inclinada para fora ao invés de reta, como se fosse 13 horas. Seria isso cirúrgico? Má formação? Existe bota ortopédica para cães? Grata pela atenção e orientação.

  55. Boa Noite Doutor, Eu tenho um Golden Retriever de 10 meses, ele estava mancando, não muito, corre e pula normalmente, só que manca as vezes(creio que seja quando a patela sai do lugar), pois bem, levei ele pro veterinário e ele me passou um raio-x, foi constatado uma luxação patelar na pata direita, levei pro médico olhar e ele me disse que estava indo de grau 3 para 4, e que teríamos que fazer a cirurgia, o que o senhor me orienta a fazer? A minha maior preocupação, é o pós operatório, como eu vou fazer pra manter por 30 dias em repouso um golden retriever adolescente? to com muitas dúvidas!

    Desde já agradeço!

    • Bom dia Diego.
      Siga as orientações do cirurgião responsável pelo caso. No caso do repouso, o animal não precisa ficar sem se movimentar, pedimos que se reduza o espaço para que ele não faça muito esforço com o membro, evitar que corra e pule com muita frequencia, sabemos que é difícil manter um labrador filhote em repouso total.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  56. Boa noite! Levei minha poodle ao veterinário hoje e no exame foi detectado que ela está com luxação da patela nas duas patas, solicitou um raio x e disse que é caso de cirurgia, será que fisioterapia não solucionaria?

  57. Olá..
    tenho uma Lulu da Pomerânia que foi diagnosticada com luxação patelar nas 2 patas. Quinta-feira foi feita a cirurgia em uma das patas. Ela ainda não encosta a pata operada no chão, quanto tempo demora para ela voltar a caminhar normalmente? O médico veterinário orientou que usasse o colar elizabetano mas não consigo que ela fique com o colar sem tentar arrancar da cabeça e acaba ficando mais agitada do que normalmente. Com frequência ela tenta lamber a sutura que está sem curativo, nunca tentou arrancar, tem algum problema ela só lamber ou tem risco de arrancar os pontos? Segunda preciso voltar ao trabalho, será que eu posso por um curativo no local da sutura para evitar as lambidas ou vou ter que ver alguém pra ficar de olho nela o tempo todo?
    Desculpe o incomodo, sou super protetora com ela e pra mim tá sendo muito difícil saber como agir em algumas situações..
    Att.

    • Bom dia Tatiana.
      O tempo de recuperação depende muito de cada animal, no inicio o colar realmente é um pouco incômodo a eles mas logo se acostumam. Não é interessante que ela fique lambendo a sutura, além do risco de romper os pontos pode também infeccionar,o curativo é uma opção mas converse com o veterinário responsável pela cirurgia para novas orientações. Como você mesma disse, a super proteção em certos momentos pode não ajudar muito, tenha em mente que o intuito do colar é evitar um problema maior.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  58. Boa noite Dr tenho um liaza 3 aninhos com 5kl a 40 dias atraz amanheceu mancando da perna esquerda a tarde da direita levei no meu vt d confiança cm as maos, i deslocamento di patela imediatamente rx constatou ,isso foi num sabado internou na segunda pre operatòrio descobriu erliquiose tratou com vibramicina nao contente fui em um hospital vetrinàrio de uma facu resultado o mesmo ,levei d volta no meu vet fez outro hemograma esta otimos marcamos a cirurgia para 12\11\2014 estou com medo mas confio muito nele espero um resultado legal DR tenho com me preocupar desde ja obrigada att mauriza

  59. boa noite DR hj tem 5 dias de cirurgia o kinzinho de 3 anos ta otimo comendo bem , xixi bem coco bem drmindo bem e andando num espaço pequeno estou fazendo tudo certo pra dar tudo certo , ficou tres dias internado parecia um mes att MAURIZA um abraço

  60. tenho um cão vira lata que adotei , ele tem 5 meses , meu filho atropelou com o carro . não teve fraturas mas o osso da bacia esta visivelmente deslocado. o que devo fazer tem jeito?

  61. OLA MUITO BOA TARDE,
    NOSSO AMIGUINHO BLACK, TEM 5 MESES,NESTA TARDE DO NADA PASSOU A NAO MAIS COLOCAR A PATA TRASEIRA DIREITA NO CHAO, VERIFICAMOS E DE FATO NAO DEMONSTRA DOR….
    O QUE FAZER ,

  62. oi dr boa tarde , tenho um poodle micro filhote q esta apresentando esses sintomas e desde os 30 dias de nasc q ele não consegue andar , anda se arrastando com as patinhas traseiras e abertas . ainda não o levei ao veterinário, mais acho q provavelmente possa ser essa doença luxação de patela . gostaria de saber dp sr o q o sr acha. será q msm sendo bebe ele pode estar com esse tipo de problema ?
    att Gláucia

  63. Moro em florianopolis o meu cao esta com luxacao patelar nas duas patas trazeiras quando foi pular no muro para pegar o gato. Levei ao veterinario e fez o rx e constatou deslocamento da patela na pata esquerda, receitou antiflamatorio o maxicam e disse que precisa de cirurgia. Ficou tomando o remedio em casa, mas notamos que ela comecou a mancar tbm a pata direita. O veterinario disse que teria que fazer cirurgia nas duas patas e que cada pata sairia 1.000,00 mais 200,00 da anestesia. Levei um susto , essa cirurgia é cara? O preco ta certo? Pois meu marido é aposentado e nao temos condições de pagar essa cirurgia e queria saber se a cirurgia pode ser feita as duas patas no mesmo dia. Peço que o sr me oriente o que eu posso fazer para ajudar o meu cão, ja fazem duas semanas que a mel se acidentou…obrigada

  64. Boa Noite,
    Tenho uma SRD (pinsher com dushund) de 11 anos, em outubro/2014 operou a patinha esquerda devido à luxação de patela, tivemos muito sucesso com a cirurgia; agora está apresentando o mesmo problema na pata direita, gostaria de saber se o senhor me indica algum ortopedista-veterinário em Teresópolis, pois nesse espaço de tempo nos mudamos , saímos da cidade do Rio de Janeiro e estamos morando em Teresópolis.
    Grata pela ajuda e parabéns pelo site.

  65. Olá, tenho uma york que tem pino nos dois joelhos em função da luxação de patela, além de ter displasia occipital e ter a coluna meio arqueada.
    Levei-a na fisioterapeuta e ela indicou usar Osteocart pois como um preventivo para artrose, sendo que ela não apresenta nenhuma alteração na cartilagem.
    O que vc acha a respeito?

  66. Boa Noite Dr.
    Antes de mais nada, quero dizer que o seu blog tem ajudado muitas pessoas que sofrem com os problemas de seus companheiros caninos.
    Eu tenho uma shih tzu de 3 meses, já quando ela chegou percebemos que mancava da pata direita traseira, devendo ser um problema de nascença.
    O laudo radiográfico foi o seguinte:
    Patela localizada medialmente ao côndilo femoral;
    Discreto adelgamento de metáfise distal femoral direita em comparação a esquerda;
    Discreto desvio varus de terço distal femoral direito;

    Impressão Diagnóstica
    Luxação patelar direita mediana;
    Difícil avaliação das regiões fisárias devido a idade do paciente. Recomenda-se reavaliação radiográfica com um ano de idade.

    Gostaria de saber:
    a) se o laudo diz respeito somente à uma luxação patelar ou há outros problemas;
    b) se a idade mínima para cirurgia é de um ano;
    c) quais os possíveis danos degenerativos para um animal tão jovem.

    Muitíssimo obrigado.

  67. Bom dia. Ha 1 mes atras foi feita cirurgia de correção da patela em meu cachorro. Fiz o tratamento, remedios e repouso (nao total) do meu dog. Como ele é cachorro muito ativo, é meio dificil deixar ele em repouso absoluto. Mas ele esta mais contido. Ainda assim, apos 1 mes de cirurgia, ele continua mancando. Gostaria de saber se isto é normal, se ele vai andar normalmente?!

  68. Boa noite Dr.

    Tenho um Yorkshire macho, pesa 2kg. Foi diagnosticado com luxação na patela das duas patas traseiras.
    Vi que indica a cirurgia para que o caso não se agrave, minha dúvida seria em relação ao pós operatório:
    – quanto tempo para recuperação?!
    – o bixinho sofre muito de dor após a operação?!
    – é uma cirurgia simples ou existe riscos muito grandes?!
    – existe a possibilidade de um erro que faça com que ele não ande após a cirurgia?!

    Obrigada pela atenção.

  69. Saudações,
    Um filhote meu de 25 dias foi diagnosticado com luxação congênita bilateral… até agora não conseguiu andar. O veterinário percebeu em cada joelho, na parte externa, algo tipo um caroço.Hoje fará um RX. Parece que terá que operar… Com que idade mínima um filhote pode operar, sendo que é muito pequenino?

  70. Boa noite. Estou desesperada com a minha Maltês de 6 anos. Ela fez cirurgia fazem 8 dias. Tinha desvio de patela e rompimento dos ligamentos. Estava a um ano com a patinha levantada. Hoje (dia dos pais) saímos para almoçar e quando voltamos ela estava com muita dor, caminhando de uma forma muito esquisita. Agora ela nem caminha mais. Só fica sentada. Não sei mais o que fazer. Ela pode ficar aleijada ?

  71. Olá boa noite Dr.
    Tenho uma bulldog ingles com 1 ano e meio. Começou a coxear da pata posterior esquerda. Levei-a ao ortopedista que a apalpou e viu o seu caminhar. Disse que as noticias não eram boas e se eu conhecia algum irmão. Segundo ele trata-se de uma luxação patelar. Daqui por umas semanas iremos fazer o raio-x para confirmar o diagnóstico. Ela não sofreu nenhuma lesão. Tem como ver se é genético? Muito obrigado.

Deixe uma resposta para Felix M. Harada Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s