Ruptura de diafragma em cão.

Este animal chegou à clínica após ser achado pela esposa de outro colega. Apresentava dispnéia, mas revelava-se ativo e disposto. Realizamos um Rx de tórax que evidenciou uma ruptura diafragmática esquerda. Como o animal já apresentava quadro compensado, resolvemos realizar a cirurgia.

Rx lateral pré – operatório.

Rx DV pré – operatório.

Acesso abdominal e localização da ruptura.

Rafia da ruptura com fio inabsorvível ( Nylon 0 )

Rafia completa da ruptura.

O animal está muito bem, é o animal de estimação do colega que o achou. Hoje ela se chama Florzinha.

97 respostas em “Ruptura de diafragma em cão.

    • Olá Andressa,

      A rafia do diafragma foi feita com fio inabsorvível pois se for feito com fio absorvível, existe o risco de quando esse fio for absorvido pelo organismo a hérnia voltar a acontecer todos os artigos e livros que consulto sempre recomendam o uso de fios inabsorvíveis, como o nylon.
      Att Dr. André Carneiro.

      • Bom dia Sam.
        Nesse caso não saberia te dizer, alguns animais que apresentam más formações congênitas podem se estabilizar devido as compensações orgânicas e sobreviver, mas não posso afirmar isso a você.
        Att.

    • O cão do meu pai rompeu o diafragma e teve que tirar uma costela, por motivo de briga. Levamos para o veterinário e ele foi operado. Fico com muita dúvida de como cuidar dele, pois ele não se alimenta bem. Temos que dar uma canja para ele na colher a força, pois ele não come. Esta tomando antibiótico,antiflamatório e vitamina. Esta esperto mas, ele começou a dar vômitos. Liguei para a veterinária e expliquei tudo para ela. O vômito era de gosma e de cor escura. Estou muito preocupada. Me ajude!

      • Bom dia Rogério,
        Os antinflamatórios podem causar desconforto gástrico, converse com o veterinário responsável e siga todas as orientações dadas por ele.
        Att.
        Dr. André Carneiro

    • oi vi que vc responde a algumas perguntas entáo vou lhe fazer uma; tenho uma gatinha aqui que esta comigo ha 2 anos, a encontrei na rua muito magra mesmo e com dificuldade de respirar muito grande, a levei no vet pois pensei ate que fosse uma pneumonia, ele disse que o pulmáo dela xiava um pouco e passou alguns remedios que náo fez diferença alguma, ela apenas ganhou peso; entáo depois desses 2 anos comigo ela nunca havia entrado no cio, achei que fosse castrada ou por conta da respiraçáo tivesse algum problema,ela me aparesse prenha, fui fazer exames de ultra e raio x, ela deu diafragma rompido, ela teve 2 bebes e esta amamentando, depois disso o vet ficou de ver para opera-la; eu queria saber o que vc acha, depois de 2 anos assim é bom operar?

      • Boa tarde Katiane.
        A resolução da hérnia diafragmática é cirúrgica, seu animal está estabilizado mas nada impede que ela possa desestabilizar a qualquer momento.
        Att.

  1. Dr. meu cao eh um yorkshire de pouco mais de 2kg e sofreu esse tipo de trauma, hoje pela manha, esta internado para observacao.A medica sugeriu a cirurgia, mas disse q as chances de sobrevivencia sao de 10% e citou na conversa fio absorvivel..qual seu paracerer a respeito disso?

    • Alysson,
      Já fiz algumas cirurgias como essa, realmente o risco cirúrgico é bem alto, mas se não for feita o animal pode ter outros problemas.
      Na minha conduta cirúrgica utilizo o fio inabsorvível, como o nylon, pois se houver absorção do fio o diafragma pode voltar a abrir, mas cada profissional tem uma conduta, não tenho experiência na utilização de fio inabsorvível.
      Mande notícias após a cirurgia.
      Grato Dr. André Carneiro
      De onde vc é? RJ, SP, MT…?

  2. Olá, bom dia.
    Há pouco mais de um mês atrás bati o carro levemente em uma cadelinha na rua. Peguei ela, levei para a clínica, onde ela passou 24 hrs em observação. Estando bem, saiu de lá apenas com uma faixa no tórax, pois estava um pouco inchada. O vet informou que não seria necessário fazer raio X. Com uns 4 dias a faixa foi retirada e ela foi considerada ótima. Três semanas depois notamos, estando ela sempre mais quieta (tenho outro cão em casa que é super ativo), que ela começou a ficar tipo cansada, mas sem sinais de gravidade, não tomei nenhuma providência. Até que dois dias depois ela teve um ataque de gritos e morreu. Entre os gemidos e a morte passou no máximo meia hora. Depois de pesquisar na internet sobre problemas com o diafragma em cães acidentados, tenho a impressão de que ela passou por isso, até porque a cintura dela parecia fina, mas na verdade acho que era a caixa toráxica que estava inchada. O que você acha? Obrigada.

    • Olá Kerley, obrigado pela visita!
      Nesse caso realmente não conseguirei te ajudar muito, foi feito exame de necropsia após a morte do animal? Sem esse exame não teremos nenhuma idéia do que ocorreu. Se a batida foi realmente leve é difícil ocorrer uma ruptura diafragmática, mas não impossível. O exame radiográfico do tórax seria de grande valia, também uma ultrassonografia abdominal ajudaria bastante no caso de haver ruptura de algum órgão como fígado ou baço.
      Espero poder ter ajudado
      Dr. André Carneiro.

      • Olá, obrigada pelo retorno. Infelizmente não fiz exame de necrópsia. Me arrependo sempre que penso nisso, até porque precisava conhecer a causa para prevenir o outro cão que tenho em casa (mas ele está ótimo).
        Agora ficarei mais atenta com os menores sinais que um cão demonstrar, realmente a morte rápida dela me pegou de surpresa. No mais, obrigada.

  3. Olá Dr. Tenho um gato que necessita fazer esse tipo de cirurgia. Moro em S. Paulo, no ABC e gostaria de saber onde poderia ser feita a cirurgia. O DR tem alguma indicação?
    Grata

    • Olá Adelaide, obrigado pela visita!
      Infelizmente não conheço ninguém na região do ABC, mas procure indicações de amigos que possuem animais para uma boa indicação. Os hospitais universitários também são uma boa dica.
      Grato Dr. André Carneiro.

  4. minha cachorrinha poodle sofreu um acidente e ta no veterinario
    o médico disse q o diafragma se comprimiu assim dificultando a respiração ele disse que ela esta com risco de vida estou esperando a ligação do médico pra saber como ela está. ela esta passando por uma cirurgia.

  5. Olá! Por favor tenho uma dúvida sobre esse rompimento do diafragma. Se foi rompido em um acidente com automóvel, qual a “média” que um cão consegue sobreviver, sem realizar esta cirurgia? Ela tem 11 anos, dois veterinários divergiram na opinião, um disse que está rompido, o outro disse que não. Fiquei insegura, na dúvida, e por falta de condições financeiras não pude autorizar o procedimento cirurgico.

    • Olá Mia, obrigado pela visita!
      Em relação a ruptura do diafragma é necessário realizar um Rx de tórax para poder avaliar. No caso de ruptura alguns animais conseguem estabilizar essa ruptura e convivem com ela, podem apresentar um pouco de dificuldade respiratória mas compensam a ruptura se for pequena. Mas a indicação é cirúrgica pois pode haver invasão do tórax pelas estruturas abdominais como o estômago, fígado e alças intestinais. O tempo vai variar muito da gravidade do quadro.
      Grato Dr. André Carneiro

  6. Olá muito obrigada pela resposta. É, ela está mesmo com essa dificuldade respiratória, e quase não se alimenta (não sei mais o que fazer para que coma), mas apesar do pouco que come, estômago, intestino e bexiga funcionam normalmente. Tive medo e dúvida, pois além do valor ser muito alto da cirurgia ela já tem 11 anos. Foi atropelada dia 25 de dezembro, foi um Natal bem triste. Mais uma vez agradeço sua atenção.

  7. doutor minha cadela sofreu um acidente com o rompimento do diafragma ja sei todas as consequencias mas no momento não temos dinheiro para fazer a cirurgia por gentileza me diga qual a expectativa de vida dela
    obrigada ..

  8. meu cachorro foi atropelado , na verdade o carro passou por cima dele, ele tem 13 anos. o diagnostico dele é de ruptura de diafragma. o veterinário sugeriu a cirurgia, ele vai cobrar R 700,00. O que vc acha devo fazer a cirurgia? ou não? Me ajude o que devo resolver, pois tenho muita pena dele e tenho medo de não dar certo e gastar esse dinheiro.

    • Boa noite Cláudia.
      Se você acha que fazer a cirurgia do seu animal, que foi atropelado, é gastar dinheiro sem necessidade, sinceramente acho que você deve fazer essa pergunta para você mesma.
      Infelizmente nesse caso não posso ajudar a você.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  9. Boa tarde!

    Dr. André , desculpa se a minha pergunta foi mal interpretada… o que estou preocupada é com a idade do cachorro e fazer a cirurgia e não dar certo e ele sofrer mais ainda. E o motivo do dinheiro é que não tenho condições de pagar, se eu tive dinheiro com certeza não pensava duas vezes, mas é que se não dar certo vai meu amado cachorro e meu sofrido dinheiro. Se eu tivesse certeza que tudo ficaria bem eu dava o jeito. A preocupação e com a idade do animal.
    Claudia

  10. Olá doutor, tenho uma pincher de 9 anos, ela sofreu um acidente terça anoite, por fora ela nao sofreu nada, segundo o veterinario ela sofreu um ruptura do diafragma, só que a cirurgia custa um dinheiro que eu nao tenho, ela tah se alimentando normal, bebe agua, come ração, ela nao chora de dor e nada, só que ela tem dificuldade para andar, ela fica deita o dia inteiro, e nao faz coco, só xixi, e a barriga dela está inchada, o senhor pode me ajudar, isso é normal? ela está forte e eu acho q eu ela nao vai morrer, mais estou preocupada na questão dela está inchada. Obrigada

    • Boa noite Alessandra.
      Certamente isso não é nada normal, seu animal precisa fazer exames para saber o porque de estar com o abdome inchado.
      Retorne ao veterinário responsável e relate isso a ele.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  11. Bom Dia Dr. André Carneiro..
    Minha Gata foi atropelada ontem e levei ao veterinário e ele disse que o diafragma dela está rompido.. a respiração dela está curta, mais gostaria de saber se não fizer a cirurgia rapido, quais as consequencias e a expectativa de vida dela… Obrigado.

    • Boa noite Samela
      Alguns animais compensam a ruptura e convivem bem até a redução, isso vai depender da existência de outros traumas mais severos como ruptura de baço ou fígado, não havendo, a probabilidade de sucesso é grande.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  12. Boa tarde Dr. Na 2a. feira notei que minha cadela (doschund), de apenas 11 meses, estava ofegante e com arritimia. Liguei para a veterinária que suspeitou que ela tivesse comido alguma coisa (como sempre) e pediu para eu levá-la no dia seguinte (já que ela estava fora de SP) ou levasse para seu marido examinar. Esperei até o dia seguinte, já que ela não demonstrava dor, apenas falta de ar. Imediatamente ela foi internada e sofreu 3 paradas cardíacas (a última fulminante). Os exames demonstraram que não havia costelas quebradas mas disseram que havia um rompimento no diafragma. Como isso é possível, se ela não sofreu traumatismo algum? Desde que ela nasceu às vezes tinha falta de ar e eu achava que era um tipo de asma ou bronquite. A única coisa diferente que aconteceu é que ela foi submetida há um mês a uma cirurgia de castração (pode ter alguma relação?).
    Grata pelas informações (por favor me envie a resposta por e-mail).
    Lilian

    • Boa noite Lilian,
      Não vejo ligação entre a castração e a ruptura do diafragma. Como você relatou que seu animal apresentava um quadro respiratório desde bem jovem, poderia ser uma alteração congênita do difragma, é uma suposição.
      Att.
      Dr. André Carneiro

      • Obrigada pela resposta Dr. André, sei o quanto é difícil comentar sobre um animal que não se conhece. Mas também acredito que o problema da Paçoca era congênito. Infelizmente os canis, cada vez mais, fazem reproduções irresponsáveis visando diminuir o tomanho dos filhotes, dentre outros aspectos, o que certamente trás consequências. Pena perder um animal tão cedo (ela tinha apenas 11 meses) e trazia muita alegria para todos nós. Resta-nos a Sofia, que tem 9 anos, e também está sentindo muita falta da pequena.
        abços.
        Lilian

  13. olá Doutor, eu tenho uma cachorrinha que foi atropelada levemente por um carro logo do ocorrido levei ela ao veterinário ele disse que era diafragma rompido e que ela nao tinha chance de sobreviver, eu fiquei muito triste com a noticia o veterinário sugeriu a cirurgia mas mesmo assim não era garantido.Eu até pensei em mandar fazer a cirurgia mas eu resolvi levar ela para casa porem o veterinario disse que ela nao tinha chance de vida, ela tinha bastante dificuldade para respirar e não se alimentava,pois o veterinário não dava prazo de três meses para ela,o tempo foi passando e ela foi se adaptando com este problema, agora faz cinco meses que ocorreu o acidente e ela esta bem, mas ainda continua com pouco de dificuldade de respirar .
    Eu queria saber se ainda a ela corre risco de vida mesmo com todo esse tempo que ocorreu o acidente.
    obrigado

    • Bom dia Leila,
      A ruptura do diafragma sempre é um risco e deve ser corrigida, seu animal já está a 5 meses com a ruptura e está estabilizado mas o risco existe. Com a ruptura as estruturas abdominais entram no tórax, e impedem a expansão do pulmão e podem também prejudicar a função cardíaca.
      Att
      Dr. André Carneiro

  14. meu cachorrinho foi atropelado levei ao veterinario porque com dificuldades de respirar com dois dias tirou raio x e deu ruptura de diafragma ele foi operado ,ficou um dia internado e saiu no outro, mas não se alimenta e está com uns socos estranhos quando engole água ou saliva o que pode ser?

  15. Bom, minha cadelinha(Dolly) foi atropelada por uma moto, mas a mesma não chegou a passar por cima, porem levei a Dolly para uma clinica, onde ela passou por uma cirurgia, pois ocorreu hemorragia interna, e corrompeu o pulmão e o tórax, com o impacto da batida também houve ruptura no estomago e precisou ser retirado o baço se não me engano, o Veterinário disse que ela esta estável, mas foi preciso fazer um Raio X, onde apareceu que ela estava com muito ar no diafragma, ou seja, sera preciso fazer outra cirurgia e retirar esse ar, pois esta atrapalhando ela respirar. Quero saber se pode ser uma cirurgia de (muito) risco?, qual as probabilidades desse risco? e se é comum isso acontecer?. Obrigada, Beijos.

    • Boa noite Huaynna,
      Não tenho como ajudar muito a você, seu animal sofreu um politraumatismo e precisa ser acompanhado de perto pelo veterinário responsável, toda cirurgia tem risco, principalmente nesses animais.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  16. Oi, meu cachorrinho foi atropelado na segunda-feira 30/04, levei no veterinario e deu rompimento de diafragma…sugeriu cirurgia…vai ser 03/05…conversei com vet e ela me disse que essa cirurgia é de muito risco…queria saber qtos por cento de chance ele tem.

    • Bom dia Renata,
      Na área médica existe uma máxima que diz: Biologia não é Matemática. Não existe percentual em medicina para cirurgias, é uma cirurgia de alto risco.
      Att.
      Dr. André Carneiro.

  17. Vou operar minha cadela, ela tem 13 anos, fez exames de sangue e eletrocardiograma, os exames estão ok, mas estou com medo de perde-la. Ela ja foi operada aos 10 anos de tumor da mama e amanhã fará novamente.Qual é a probabilidade de um animal com essa idade sobreviver?

    • Boa tarde Patrícia.
      Na medicina não trabalhamos com probabilidades ou percentuais, os riscos são inerentes ao procedimento, quantificar isso é impossível. Tendo em vista que os exames pré-operatórios estão normais o prognóstico cirúrgico é bom.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  18. Olá, a mai ou menos um mês minha gata foi atropelada, ficou 5dias desaparecida, voltando no 6 dia de manhã miando e mais conseguiu subir a janela, achei estranho, agora um mes depois ela esta fazendo muito força para respirar, com as duas mais nas costelas observo que um lado esta mais para dentro que o outro, será que perfurou algo. Obrigada

    • Bom dia Francielle.
      Geralmente os gatos que são atropelados podem fazer fratura nas costelas ou romper o diafragma. Leve seu animal o mais rápido possível no veterinário.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  19. ola dr. meu gato sofreu um rompimento no diafragma, levei no veterinario e ele disse que tem que fazer uma cirurgia, so q de uns dias pra ca ele deu uma melhorada, o que sera q faço????

    • Bom dia Aline.
      Os pacientes respondem bem a essa cirurgia, alguns animais vivem anos com o diafragma rompido, após o organismo ter conseguido compensar essa ruptura eles voltam a respirar um pouco melhor mas a correção deve ser feita o quanto antes, pois essa ruptura pode gerar sobrecarga de outros órgãos.
      Att.
      Dr. André Carneiro

      • Obrigada, doutor. Estou realmente preocupada com a gata e quero fazer a cirurgia o mais rápido possível, com ou sem ajuda. Queria esterilizar, mas to com pena que vai ficar um corte muito grande. Como ela aqui em casa não vai pras ruas e meus gatos também são castrados, não tem perigo. Gostei muito do método de gancho na esterilização de fêmeas. Quero que a dela seja assim. Aí dando tudo certo, faço a esterilização daqui a um tempo. Quanto tempo vc me indicaria pra ela passar por outro procedimento?

      • Eu a levei pra avaliação por outro veterinário. Ele falou que visualizou pelo raio-x uma ruptura grande, que é A HÉRNIA, que tem o risco de não conseguir reconstruir o diafragma por completo. Tomara que dê jeito. Estou preocupada demais!

  20. Eu a levei pra avaliação por outro veterinário. Ele falou que visualizou pelo raio-x uma ruptura grande, que é A HÉRNIA, que tem o risco de não conseguir reconstruir o diafragma por completo. Tomara que dê jeito. Estou preocupada demais!

  21. Dr. André, ela fez a cirurgia e tá numa clínica perto da minha casa até se recuperar. Ela ainda apresenta uma respiração um pouco forçada, mas bem pouco comparada a antes. É normal nos primeiros dias?

  22. oi doutor por favou me ajuda atropelarão minha cachorrinha de 4 meses levei ate um veterinario do bairro ele falou que ela rompeu o diafragma e a cirurgia fica em torno de 1000 reais e não tenho como pagar o senhor tem como me ajudar aconteceu hoje as 17.00
    desde ja agradeço

  23. Doutor….fiquei muito assustada quando a médica veterinária informou que nosso Scott estava com o diafragma rompido. Será feito a cirurgia. O que eu gostaria de saber é se ficará com sequelas. Obrigada.

  24. Olá Dr., Minha cadelinha tem 2 anos é uma Border Collie, ela é muito agitada, pula, brinca e corre o dia inteiro, mas no domingo após algumas brincadeiras ela ficou mais quieta e começou a passar mal fazendo ânsea de vômito e respiração dificultada, levei na clínica e a vet disse que tinha rompido o diafragma e estava com figado, intestino e outros órgãos no tórax. foi feita a cirurgia e hoje ela está em recuperação. Sem acontecer nehum trauma é possível ela já estar com o diafragma rompido antes ??? E Essa recuperação é demorada ???

    • Bom dia Fernando.
      A ruptura do diafragma geralmente está associada a um evento traumático, atropelamento, queda, etc. A ruptura espontânea é difícil mas pode ocorrer.
      Att.
      Dr. André Carneiro

  25. Dr ..Meu Cachorro um pincher…de 3 kilos …rompeu o diafragma..só que eu não tenho condicoes de pagar a cirurgia….
    O diafragma se regenéra por ele mesmo??

  26. Olá Dr. tenho um fox paulistinha ele foi atropelado e teve 3 costelas fraturadas e a bacia,e o vet que atendeu ele disse que perfurou o pulmão, mas me disse que é uma cirurgia de risco e que não tem muita chance,me deu a opção de deixa-lo internado até segunda e medicou ele com morfina e se não me engano outro remédio,e se ele ainda estiver vivo vai fazer a cirurgia nele,optei por fazer assim pois a outra opção era sacrifica-lo, mas não quis sem antes tentar salva-lo. será que ele escapa Dr.

  27. Doutor meu cachorro foi atropelado e quebrou a perna ele e estava aparentemente bem porém estava com dificuldade de respirar levei ele em outro veterinário fizeram alguns exames nele e constataram que tinha rompido o diafragma eles me sugeriu que opera cem eu autorizei porém ele entrou para faser a cirurgia e estava bem só com um pouco de falta de ar mais meu cão não resistiu. Teve algumas paradas cardíaca e faleceu.. queria saber c essa cirurgia é muito arriscada porque ele era um cão muito esperto e bem jovem tinha apenas 1 ano e 6 meses e verificando a conta da cirurgia notei que tinha muitos tipos de sedativos e o anestesista me disse antes da cirurgia que iriam usar um tipo te sedativo via respiração e tinha muitos outros queria saber c foi uma fatalidade mesmo porque isso aconteceu

    • Bom dia Jhonata.
      O anestésico inalatório, que é absorvido pela respiração, é apenas o agente de manutenção anestésica, ou seja, é ele que mantém o animal em estado de sono durante a anestesia. Durante o ato anestésico são necessários muitos outros medicamentos, como analgésicos, anti-inflamatórios, sedativos e outras drogas.
      Att.
      Dr. André Carneiro

      • Bom Dia Obrigado Doutor agradeço desde já , queria saber também se esta cirurgia é muito complicada pois o doutor que ia opera-lo me disse que tinha alguns riscos , porém meu cão não estava tão mal ele estava até abanando o rabo e não resistiu .e se esta cirurgia era mesmo nescessaria porém fico penssando e me culpando de ter autorizado a cirurgia e pensando que ele poderia estar bem c não tivessem o operado e se ele sentiu alguma coisa ou se ele estava dormindo .. muito obrigado

  28. Dr, boa noite.
    Essa tarde levei minha gatinha pra cirurgia. Como o ocorrido foi ontem a noite, n tinha como fazer antes. Meu questionamento é se num caso desses de ruptura do diafrágma, colocar o bicho em posição de barriga p cima pra poder fazer o exame de ultra não pode agravar o caso.. Sedaram minha gatinha, mas ela não permitiu de forma alguma essa posição e por isso faltou o ar e foi levada às pressas pra emergência e posterior cirurgia. Tô apreensiva se não pode ter agravado (aumentar a ruptura ou destender mais órgãos..) 😥

  29. Boa tarde Dra.
    meu gato siames, (de um ano) foi atacado por dois hottwaller nesta madrugada. ele ficou respirando muito forte mais não esta conseguindo ficar de pe que ele logo se deita estou muito preocupada ele ja vomitou umas 3 vezes,quando foi beber agua, agora descobrir uma bolha parece que é de ar,do lado será que pode ter perfurado o pulmão dele ja levei ao veterinario hoje cedo que passou (celesporin e ketoflex) mais so vim observar isso agora o que eu faço me ajude!

  30. Minha cachorrinha vai fazer uma cirurgia de ruptura de diafragma…causada por atropelamento está com 13 anos …já e uma idosa…sera q resistira a cirurgia…

  31. Bom dia doutor, tenho uma cachorrinha de 3 anos srd pequena, tem um ano que ela foi atropelada, socorri imediatamente e o diagnóstico pelo rx foi rompimento do diafragma, o veterinário me aconselhou levá-la pra casa pra ver se ela se adaptava sem cirurgia, pois a cirurgia seria de grande risco e eu poderia perdê-la, não havia nenhum outro órgão afetado . Ela passou um mês sem dormir direito pq qndo se deitava ficava com falta de ar, até q o organismo se adaptou e ela leva uma vida normal, come, dorme e é super ativa, mas as vezes tem crise de falta de ar e fico desesperada sem saber oq fazer, é raro acontecer, mas de 1 ano pra ca já é a terceira, fica horas lutando pra respirar, aí faço umas massagens com a intenção de tirar os órgãos que podem ter subido pro tórax, não tenho mais um veterinário de confiança, e o hospital da unirp de são josé do rio preto tem fama de fazer experiências e não de salvar vidas. O que eu faço doutor?

    • Bom dia Tatiane.
      Nenhum Hospital Veterinário faz experiências com animais, toda universidade tem um comitê de ética e bem-estar animal para que não ocorra nenhum tipo de problema em relação ao bem-estar dos nosso pacientes, portanto, isso é uma lenda urbana. Leve seu animal para ser examinado e avaliar a possibilidade cirúrgica.
      Att.

  32. Olá, o meu cachorro teve hérnia diafragmática ele operou o vet disse q o diafragma dele estourou igual uma bexiga mais ele conseguiu reconstruir ficou no pós operatório durante 3 dias na clínica e veio hj pra casa só q esta muito calor isso atrapalha na recuperação dele ele ta comendo bebendo fazendo bastante xixi e fez um coco ja mais ainda estou preucupada pq esta respirando pela boca sera q e por causa do calor?

    • Bom dia Fernanda.
      Nós quando estamos com calor suamos para trocar calor com o ambiente, já os cães não suam como nós, a forma que eles trocam calor com o ambiente é pela respiração, portanto, quanto mais calor mais ofegante eles ficam. Retorne ao veterinário responsável pela cirurgia e converse sobre isso com ele.
      Att.

  33. Dr. André boa noite,

    A cadelinha da minha mãe uma yorkshire de 2 meses caiu do colo da minha mãe no chão de barriga hoje, de uma altura de um metro, na frente de uma medica veterinária, ela falou que era para observar por dois dias se haveria alguma mudança, será que não deveria ter encaminhado para fazer uma ultrason e rx, imediatamente, pois o cãozinho de uma conhecida caiu e morreu devido problemas causados no figado pela queda. Minha mae esta muito preocupada e se sentindo culpada pela queda. o que devemos fazer

  34. oi!!! estou muito triste!!!
    minha cachorra rompeu o diafragma, foi feito todos os exames como ultrasom e rx, isso na quinta feira. marcamos a operação para hoje, segunda 13/04/2015.
    as 16 hrs a medica me ligou dizendo que ela n resistiu e teve 3 paradas cardiacas!!!
    isso é normal?? ou foi negligencia???gastei 700 reais com exames e medicação e cirurgia!!
    ainda queriam cobrar mais 150 pela cremação!! moro na PENHA SC. ESTOU ARRAZADA!!!
    ELA TINHA 1 E 6 MESES.
    OBRIGADA!! PELA ATENÇÃO!

  35. Boa noite , minha gatinha de 13 anos emagreceu muito , fez vários exames que tiveram resultados positivos ou seja ela estava bem porém quando ficava extressada ficava com dificuldade para respirar. Ao fazer um ultra foi diagnosticado rompimento do diafragma.Fiquei muito insegura em relação a cirurgia mas como os exames mostraram q ela estava bem optei pela cirurgia que nem mesmo foi realizada pois ela morreu logo após a entubação.a anestesia foi inalatória o q me fez acreditar que seria mais seguro.Depois de morta eles a abriram e constataram q o pulmão estava boiando em um liquido. Estou muito triste e me sentindo culpada pois se não tivesse feito a cirurgia ela estaria viva. O sr. pode me responder o que poderia ter sido feito sem o procedimento cirúrgico,Eu antecipei a morte dela? Fiquei mais triste e culpada ao ler nos comentários q eles se adaptam a dificuldade respiratória e estabilizam. Ninguém me falou dessa possibilidade.Não me conformo de ter levado minha gatinha p morte. Por favor me responda. Obrigada

  36. Minha gatinha foi atropelada por uma moto, ultra som feito, raio x tórax não acusou nada… Ela está medicada e fazem quase 24 h do fato, ela não se move muito, não anda ainda… Preciso fazer mais alguma coisa… não houve ruptura de nenhum orgão interno.. Obrigado

  37. Olá doutor, o meu gato está com hérnia/ruptura diafragmática e a UFRA da minha cidade nao está com raio x para poder opera-lo. Estou sem condições de pagar uma clínica mas estou sofrendo demais com a dor dele, é indicado a eutanásia pra esse caso?

  38. Bom dia dr minha cachorrinha yorkshire teve o diafragma rompido por um pizao 1ano atras e operou e sta tudo certo hoje com 2.500kl ela sta grávida tem algum risco

  39. Boa noite

    Meu nome é Andréa, e há cerca de 1 mês encontramos um cão na rua, parado totalmente sem reação. O primeiro diagnóstico foi babesia, que foi tratada, mas a dificuldade respiratória chamou a atenção e foram feitos raio x e us. Diagnóstico hérnia diafragmática. Claro, não sabemos se houve um acidente ou se ele nasceu assim. Ele come bem, é ativo na medida do possível e alegre. Mas as opiniões veterinárias se dividem e penso se poderia me ajudar a tomar uma decisão. De um lado a opinião de que ele está “bem” e que pode viver assim por muitos anos, se for bem cuidado e sendo a cirurgia muito arriscada não valeria a pena pois pode haver aderências. De outro a de que embora ele pareça bem sua vida é limitada e há muito risco de infecção pois as alças intestinais estão na cavidade. Na sua opinião baseada na ampla experiência, os riscos são grandes, mas compensam a melhora na qualidade de vida do cão? quais exames além dos que eles já fez podem indicar onde estão as aderências? E poderia me indicar um cirurgião capacitado na região de Três Corações, Varginha e adjacências, pois os dois veterinários que acompanham o caso não realizam a cirurgia.Agradeço a sua atenção e paciência.

    • Boa noite Andreia.
      Realmente é uma cirurgia delicada mas tenho bons resultados nesse tipo de cirurgia. Depois da cirurgia o animal tem um ganho em
      Qualidade de vida enorme, eu sempre recomendo a cirurgia.
      Att.
      Infelizmente não conheço ninguém nessa região.

Deixe uma resposta para Claudia Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s