Hérnia Peritônio-Pericárdio em Buldogue Francês.

Esse animal foi encaminhado para nossa equipe pela Dr. Alessandra Martins. Foi diagnosticada com piometra e ao realizar os exames pre-operatórios foi descoberta uma hérnia peritônio-pericárdio, o problema foi descoberto através do ecocardiograma e foi confirmado através de Tomografia Computadorizada. O animal é uma Buldogue Francês de 4 anos.

Agradecimento especial ao Dr. José Vinicius e ao Dr. Adriano Baldaia, membros da equipe Critical Care cirurgias especializadas, e a toda equipe da clinica Núcleo localizada na Barra da Tijuca – RJ.

Abertura de cavidade e localização da hérnia.

  Tração das alças localizadas no pericárdio.

Anel herniário onde se visualiza o coração.



Anel herniário fechado.


Cavidade fechada.


Pós imediato.

Hérnia Inguinal por Piometra.

Animal apresentava hérnia inguinal onde nas últimas 48 horas aumentou sensivelmente. Foi realizada US abdominal que diagnosticou piometra, onde o conteudo herniário era o corno uterino. Animal foi encaminhado para a cirurgia.

Animal posicionado em decúbito dorsal.

Incisão mediana realizada.

Retirada do corno uterino direito, notar corno esquerdo ainda dentro da cavidade e em sentido caudal.

Ampliação do campo cirúrgico para acessar região inguinal.

Abertura do saco herniário.

Exposição do conteúdo herniário.

Redução da hérnia e realização da castração.

Fechamento da cavidade abdominal e anel herniário. Foi necessário realizar a mastectomia das mamas inguinais.

Finalização da cirurgia.

Hérnia Perineal.

Pessoal, primeiramente desculpem a demora em postar novas fotos mas estava muito enrolado com essa época de carnaval. Vamos lá!

Esse animal chegou a mim com uma hérnia perineal de mais ou menos 6 meses de evolução. Solicitei uma US que confirmou a hérnia, então, partimos para cirurgia.

Animal posicionado na mesa.

Campo preparado.

Abertura do saco herniário, notar presença de sutura em bolsa de tabaco no ânus para evitar contaminação do campo.

Drenagem do líquido livre no saco herniário.

Localização doconteúdo herniário, nesse caso havia parte da bexiga e alça intestinal.

Redução do conteúdo herniário.

Fechamento da parede muscular com fio de nylon.

Término da cirurgia e retirada da sutura em bolsa de tabaco do ânus.

O animal foi castrado nesse mesmo procedimento, retornou após 14 dias para retirada dos pontos e estava muito bem.